30/09/15

Vila de Celorico de Basto - O presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, entregou ao Padre António Gonçalves, em dia de comemorações do seu jubileu de Prata, a medalha de mérito Grau Prata pelo reconhecimento e a dedicação tida, durante 25 anos, à comunidade local.



«Celorico de Basto: Pároco recebe Medalha de Mérito Grau Prata
30/09/2015, 10:49

O presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, entregou ao Padre António Gonçalves, em dia de comemorações do seu jubileu de Prata, a medalha de mérito Grau Prata pelo reconhecimento e a dedicação tida, durante 25 anos, à comunidade local. A cerimónia decorreu no dia 27 de setembro, na paróquia de Molares.

“Este Homem ficará na história do concelho de Celorico de Basto e toda a comunidade celoricense reconhece todo o trabalho desenvolvido ao longo destes anos. Este é um ato simbólico, oferecemos uma medalha de prata mas o sentimento é de ouro, e que daqui a 25 anos estejamos a celebrar a bodas de ouro com melhores condições para continuar a desenvolver o seu trabalho com o brio que fez até hoje. Não é só o padre António, é um bom homem, um amigo que persiste, insiste e alcança”, disse o edil Celoricense.

As celebrações dos 25 anos de sacerdócio do padre António Gonçalves contaram com a presença de toda a comunidade paroquial que preside e outros convidados que não quiseram faltar a um momento tão marcante na vida de um sacerdote.

Em jeito de agradecimento às palavras do presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto o Padre António Gonçalves realçou “nunca fiz nada mais que a minha obrigação. Eu sou, não um escravo, mas um servo que está ao serviço de Deus, da Igreja e do bem público”.» in http://www.averdade.com/pagina/seccao/3/noticia/11255?utm_source=sendinblue&utm_campaign=NEWSLETTER_A_VERDADE&utm_medium=email

Segunda Liga: F.C. do Porto B 4 vs Varzim S.C. 0 - Os jovens Dragões venceram, nesta quarta-feira, o Varzim por Pocker em partida da nona jornada da Segunda Liga, disputada no Estádio de Pedroso.



«“BÊS” GOLEIAM VARZIM E MANTÊM LIDERANÇA ISOLADA

Rafa (dois), Ismael e Pité fizeram os golos dos portistas (4-0).

O FC Porto B venceu, nesta quarta-feira, o Varzim por 4-0 em partida da nona jornada da Segunda Liga, disputada no Estádio de Pedroso. Os Dragões adiantaram-se no marcador aos 24 minutos, por intermédio de Ismael, mas o grande protagonista do encontro acabou por ser Rafa, que marcou dois golos (aos 49m e 57m). A partida não terminou sem que Francisco Ramos oferecesse a Pité o quarto golo dos Dragões, naquele que foi o momento mais alto do jogo.

O jogo iniciou-se a um ritmo morno, com os portistas a assumirem o comando das operações perante adversário expectante. Depois de 20 minutos em que as jogadas dos Dragões iam esbarrando na defensiva varzinista, foi numa das acelerações de jogo que os portistas chegaram à vantagem. Ismael gizou uma jogada individual na esquerda que terminou num remate que o guarda-redes do Varzim não conseguiu suster, fazendo o seu segundo golo em apenas cinco dias, depois de ter resolvido a partida com o Schalke 04. O resultado ao intervalo era de 1-0, mas persistia a sensação de que, se os “bês” acelerassem, resolveriam rapidamente o jogo.

E o facto é que, logo no início da segunda parte, os portistas marcaram dois golos em menos de dez minutos, ambos por Rafa e na sequência de jogadas rápidas de entendimento: o primeiro foi aos 49 minutos, com um forte remate que, mais uma vez, Pedro Soares não conseguiu defender, e o segundo surgiu de um remate que contou, desta vez, com um desvio num defesa adversário. O 3-0 era justificado pelo domínio de jogo e pela intensidade que os azuis e brancos imprimiam no desafio, numa partida que ficou selada com chave de ouro aos 83 minutos: Francisco Ramos fez um passe fantástico a desmarcar Pité, que não teve dificuldades em bater o guarda-redes adversário e fazer o 4-0 final.

Com este resultado, os comandados de Luís Castro somam 21 pontos em nove jogos e 21 golos marcados, que os tornam no melhor ataque da competição. O próximo jogo do FC Porto B é com o Olhanense, no Estádio José Arcanjo, em Olhão, e está agendado para sábado, às 16h00.

FICHA DE JOGO

FC PORTO B-VARZIM, 4-0
Segunda Liga, 9.ª jornada 
30 de Setembro de 2015
Estádio de Pedroso, em Vila Nova de Gaia

Árbitro: Bruno Rebocho (Évora)
Assistentes: Nuno Croino e Duarte Silva
Quarto árbitro: Luís Catita

FC PORTO B: Raúl Gudiño; Víctor García, Chidozie, Maurício e Rafa; Omar Govea, Francisco Ramos (cap.) e Graça; Gleison, Leonardo Ruiz e Ismael
Substituições: Omar Govea por Tomás Podstawski (58m), Graça por Sérgio Ribeiro (66m) e Ismael por Pité (73m)
Não utilizados: João Costa, Rui Moreira, Cláudio e Verdasca
Treinador: Luís Castro

VARZIM: Pedro Soares; João Paulo, Sandro (cap.), Abel e Raúl; Pedro Sá, Nélson Agra e Rodrigo Dantas; Stanley, Diego Mourão e Hernâni
Substituições: Rodrigo Dantas por Adilson (46m), João Paulo por Rui Coentrão (69m) e Stanley por Sérgio Organista (72m)
Não utilizados: Ricardo, Vítor Hugo, Elísio e Bruno Moraes
Treinador: Quim Berto

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Ismael (24m), Rafa (49m e 57m) e Pité (83m)
Disciplina: cartão amarelo a Omar Govea (27m), João Paulo (67m), Raúl (75m), Diogo Mourão (79m), Pedro Sá (80m) e Maurício (90+3m).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/fcportob-varzim-300915.aspx

Liga dos Campeões: F.C. do Porto 2 vs Chelsea 1 - ​Vitória dos Dragões sobre britânicos do Chelsea, num jogo em que os primeiros dominaram por completo os campeões ingleses.



«UMA NOITE EM QUE OS DRAGÕES FORAM PROTAGONISTAS

​Vitória por 2-1 sobre o Chelsea, num jogo em que o FC Porto dominou por completo os campeões ingleses.

José Mourinho voltou a não ser feliz no terceiro regresso ao local onde partilhou tantas alegrias com os adeptos dos Dragões. O FC Porto venceu por 2-1 o Chelsea, com golos de André André e Maicon, que deram expressão a uma grande exibição dos Dragões, especialmente na segunda parte. Os 14 jogadores utilizados por Lopetegui foram enormes e alguns deles terão feito as suas melhores exibições com a camisola azul e branca. Em 12 jogos contra equipas portuguesas, os londrinos apenas não venceram (duas derrotas e um empate) frente aos portistas, que não perdem em casa nas competições europeias há dez jogos, desde Outubro de 2013. Por sua vez, os blues não perdiam na Champions há nove jogos e eram mesmo a equipa que há mais tempo não perdia na competição, incluindo cinco deslocações. Aliás, esta é apenas a quinta derrota do Chelsea orientado por Mourinho na fase de grupos da prova, e duas delas foram frente ao FC Porto - a primeira foi também por 2-1, em Dezembro de 2004, com o inesquecível golo de McCarthy.

As duas equipas apresentaram-se com sistemas tácticos similares, em torno do 4-3-3. No caso do FC Porto, André André oscilava entre a ala direita e uma posição mais central quando o Chelsea tinha a bola. Lopetegui fez entrar quatro jogadores face ao onze que apresentou frente ao Moreirense: Martins Indi, Rúben Neves, Imbula e Aboubakar entraram para o lugares de Layún, Herrera, Corona e Osvaldo. Com o estádio quase cheio, os primeiros minutos foram dinâmicos e repartidos (50 por cento de posse para cada lado ao intervalo), até porque as duas equipas não tinham receio de ter a bola, se bem que o Chelsea apostava mais nas transições rápidas. E foi dessa forma que criou duas situações de perigo, com Casillas a travar os remates de Fabregàs e Pedro Rodríguez, que apareceram isolados aos seis e 13 minutos.

É verdade que esses foram os lances mais perigosos do primeiro quarto de hora, mas a bola rondava as duas áreas e os Dragões não eram em nada inferiores ao campeão inglês. Com o passar os minutos, o meio-campo azul e branco foi começando a carburar, com destaque para as recuperações e entregas de bola de Rúben Neves e para as arrancadas de Imbula. E, depois de uma série de remates mais ou menos ameaçadores, o FC Porto chegou mesmo à vantagem, com Brahimi a serpentear e obrigar Begovic a uma defesa para a frente; André André chegou primeiro ao ressalto e marcou o seu primeiro golo na Liga dos Campeões, apenas nove dias depois de ter marcado ao Benfica. Porém, a primeira parte terminou com um balde de água fria: Willian fez o 1-1 no último lance, na marcação irrepreensível de um livre directo à entrada da área de Casillas.

Se a primeira parte terminou à moda de Londres, a segunda principiou à moda do Porto. Rúben Neves marcou o canto e Maicon antecipou-se, ao primeiro poste, para cabecear para o 2-1: ao 21.º jogo na competição, o brasileiro marcou pela primeira vez. Frenético voltou a ser um adjectivo correcto para o ritmo da partida: o Chelsea poderia ter empatado quase de seguida, com Diego Costa a acertar na barra, mas depois o FC Porto teve duas oportunidades para chegar ao terceiro, com os remates de Brahimi e do omnipresente Rúben Neves a ser bloqueados no último instante. Os londrinos tentavam reagir, mas os segundos 45 minutos dos Dragões foram superlativos. Poucas vezes nos últimos dez anos o Chelsea se terá visto em situações como a do minuto 71, em que Begovic salvou por duas vezes os forasteiros, face a remates de Imbula - outro dos futebolistas em foco - e Brahimi. Os ingleses nem respiravam.

Conforme os minutos foram passando, o Chelsea foi naturalmente reagindo e o jogo deixou de estar controlado. Porém, em novo pontapé de canto, Layún cruzou para um cabeceamento à base do poste de Danilo. Azar, muito azar, mas as contas da fortuna até se poderiam ter invertido no último lance. Só que desta vez o FC Porto não se deixou empatar nos últimos instantes, o que seria tremendamente injusto. Com este triunfo no 152.º jogo de Casillas na Liga dos Campeões - é agora o futebolista com mais participações na competição, ultrapassando Xavi Hernández - o FC Porto está a par do Dínamo Kiev no topo do grupo G (quatro pontos), tendo agora pela frente duas partidas com os israelitas do Maccabi Telavive.

Ficha do Jogo» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/2015%20-%202016/uma-noite-em-que-os-dragoes-foram-protagonistas-9-29-2015.aspx


(FC Porto vs Chelsea 2-1 2015 | Highlights Match Day UEFA Champions League 2015)

Amarante Acidentes - Militares do Núcleo de Investigação de Crimes em Acidentes de Viação do Porto, em colaboração com os militares do Posto Territorial de Amarante, identificaram, um indivíduo pela prática de um crime de homicídio em acidente de viação.



«Amarante - Identificado indivíduo por Homicídio em Acidente de Viação

Militares do Núcleo de Investigação de Crimes em Acidentes de Viação do Porto, em colaboração com os militares do Posto Territorial de Amarante, identificaram, um indivíduo pela prática de um crime de homicídio em acidente de viação.

A ação decorreu de um acidente de viação no dia 26 de setembro, uma colisão entre um veículo ligeiro e um ciclomotor que resultou numa vítima mortal, na localidade de Figueiró, Santiago – Amarante. Após a colisão, o condutor da viatura ligeira colocou-se em fuga. 

De imediato foram encetadas diligências com vista à localização do veículo suspeito e do seu condutor, tendo sido localizado inicialmente o veículo e durante o dia seguinte, identificado o seu condutor. O individuo, de sexo masculino, com cerca de 30 anos e residente em Vila Meã, foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência.» in http://www.gnr.pt/default.asp?do=tnov0r6r_vz24r05n/016vpvn5/a16vpvn5_qr5p4vpn1&fonte=noticias&id=2361

29/09/15

UEFA Youth League: F.C. do Porto 3 vs Chelsea 3 - ​Dragões somaram o primeiro ponto no grupo G da UEFA Youth League, à segunda jornada, depois de uma reviravolta fantástica neste jogo.



«SUB-19 RECUPERAM DE 0-3 PARA 3-3 FRENTE AO CHELSEA

​Dragões somaram o primeiro ponto no grupo G da UEFA Youth League, à segunda jornada.

Os Sub-19 do FC Porto empataram esta terça-feira por 3-3, frente ao Chelsea, em jogo da segunda jornada do grupo G da UEFA Youth League. Os portistas perdiam por 0-3 aos 26 minutos, mas estiveram perto de dar a volta ao marcador nos últimos momentos de um jogo espectacular e com grandes golos. Este resultado permite aos azuis e brancos somar o primeiro ponto na competição, tal como o Maccabi Telavive, que empatou (1-1) na recepção ao Dínamo Kiev. A 20 de Outubro (11h00), os Dragões recebem os israelitas, na terceira jornada de um agrupamento liderado por Chelsea e Dínamo (quatro pontos).

Esteve muito longe de ser fácil para o FC Porto a primeira parte do jogo contra o campeão em título desta UEFA Youth League. Os portistas sentiram grandes dificuldades perante a qualidade individual e colectiva da formação londrina, que inaugurou o marcador logo aos nove minutos, por intermédio de Kasey Palmer. Aos 17, em novo excelente desenho ofensivo, Josimar Quintero aumentou a vantagem para o Chelsea, que chegou mesmo aos 0-3 ainda antes da meia-hora, por Kyle Scott (26).

A partir daí, dá-se uma reacção do FC Porto, pertencendo a Tony Djim a primeira verdadeira ameaça à baliza de Baxter, que correspondeu com uma grande defesa ao cabeceamento do avançado belga (32 minutos). Pouco depois, Tomori derrubou Verdasca dentro da área e originou uma grande penalidade a favor dos Dragões, cobrada com sucesso pelo capitão João Cardoso (35). Ainda antes do intervalo, Madi Queta proporcionou mais uma brilhante intervenção a Baxter (43) e o guarda-redes do Chelsea segurou assim a vantagem de dois golos na recolha aos balneários.

No entanto, logo aos 52 minutos, Tony Djim reduziu para 2-3, após cruzamento de Ruben Macedo, e a discussão do resultado foi completamente reaberta. O futebol de ataque dos portistas era, neste momento asfixiante e entusiasmante, com os jovens azuis e brancos a encontrar muitos espaços no meio-campo visitante e a criar por várias vezes perigo. Parece ainda ter ficado um penálti por marcar numa entrada sobre Fernando.

Kasey Palmer, que já tinha tido uma entrada duríssima na primeira parte, foi expulso por acumulação de amarelos, aos 67 (falta sobre Jorge), e, quatro minutos depois, os Dragões fizeram o 3-3. Ruben Macedo dominou com o pé direito, já na grande área, e rematou de forma indefensável com o pé esquerdo, sem deixar a bola cair no chão. Folha arriscou de seguida tudo no ataque, com a entrada do dianteiro Rui Pedro para o lugar do defesa Jorge, mas o empate já não seria desfeito.

"Tirando os primeiros 20 ou 25 minutos fomos superiores e fizemos uma exibição fantástica, contra uma equipa poderosíssima e que foi campeã no ano passado. Os jogadores têm de estar orgulhosos do que fizeram hoje", comentou o treinador António Folha, logo após o final da partida.

FICHA DE JOGO

FC PORTO-CHELSEA, 3-3
UEFA Youth League, grupo G, 2.ª jornada
29 de Setembro de 2015
Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival

Árbitro: Juan Martinez Munuera (Espanha)
Árbitros assistentes: Diego Barbero Sevilla e David Canales Cerda (Espanha)
Quarto árbitro: Pedro Campos (Portugal)

FC PORTO: Filipe Ferreira; Fernando, Verdasca, Jorge e David Sualehe; João Cardoso (cap.), Bruno Costa e Moreto Cassamá; Madi Queta, Tony Djim e Ruben Macedo
Substituições: Jorge por Rui Pedro (73m), Madi Queta por Mesquita (84m) e Ruben Macedo por Luis Mata (90m)
Não utilizados: Mário Évora, Sandro, Rui Pires e Madiu Bari
Treinador: António Folha

CHELSEA: Baxter; Aina, Suljic, Clarke-Salter (cap.) e Tomori; Mukhtar, Kyle Scott e Kasey Palmer; Josimar Quintero, Abraham e Jay DaSilva
Substituições: Mukhtar por Ruben Sammut (38m), Suljic por Muheim (59m) e Josimar Quintero por Colkett (65m)
Não utilizados: Grant, Christie-Davis e Ugbo
Treinador: Adi Viveash

Ao intervalo: 1-3
Golos: Kasey Palmer (9m), Josimar Quintero (17m), Kyle Scott (26m), João Cardoso (35m, de g.p.), Tony Djim (52m) e Ruben Macedo (71m)

Disciplina: cartão amarelo a Madi Queta (8m), Kyle Scott (8m), Mukhtar (12m), Tomori (34m), Kasey Palmer (36m e 67m), Aina (45m) e Jorge (70m); cartão vermelho, por acumulação de amarelos, a Kasey Palmer (67m).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Sub19-FCP-Chelsea-2a-jor-Grupo-G-UEFA-Youth-League-29-09-15.aspx


(Formação: Sub-19 - FC Porto-Chelsea, Youth League, grp. G, 2.ª j., 29/09/15)

Amarante Acidentes - Um incêndio, de origem desconhecida, deflagrou num automóvel e alastrou-se a uma zona de monte, ontem à tarde, no IP4, em Ansiães, Amarante.



«Amarante: Dois incêndios no IP4 destruíram carro e reboque de camião
29/09/2015, 16:51

Um incêndio, de origem desconhecida, deflagrou num automóvel e alastrou-se a uma zona de monte, ontem à tarde, no IP4, em Ansiães, Amarante.

Ao que o Jornal A Verdade apurou, tudo aconteceu cerca das 15h20. O condutor encontrava-se a subir a serra quando, perto da Pousada do Marão, a carrinha, de marca Peugeot, começou a arder. A viatura ficou totalmente destruída pelas chamas, que consumiram ainda cerca de seis mil metros de mato.

No combate ao fogo, que se prolongou por três horas, estiveram 22 bombeiros de Amarante, Vila Meã e Baião, apoiados por um grupo de Sapadores Florestais.

O trânsito esteve cortado mais de meia hora e, depois, condicionado até perto das 19h00.

Também no dia anterior, 27 de setembro, cerca das 07h00, um incêndio destruiu o atrelado de um camião, carregado de mercadoria para abastecer um supermercado, no IP4, sentido Vila Real-Amarante, pouco antes do nó de Padronelo, Amarante.

Suspeita-se que as chamas tenham sido originadas pelo rebentamento de pneus. O condutor do pesado ouviu dois estrondos e, de imediato, parou a viatura. Só teve tempo de desatrelar o trator, que ficou intacto.

Os Bombeiros de Amarante combateram as chamas, com doze elementos e três veículos.

Em ambos os casos, não houve registo de feridos, tendo as ocorrências ficado a cargo da Brigada de Trânsito da GNR.» in http://www.averdade.com/pagina/seccao/19/noticia/11253?utm_source=sendinblue&utm_campaign=NEWSLETTER_A_VERDADE&utm_medium=email

Amarante Manhufe - Flores de Outono na antiga Estrada N.º 211-1, aparecem assim no virar de mais uma curva a subir...


(Amarante Mancelos, Manhufe, na antiga Estrada Nacional N.º 211-1, florida...)

Espaço - A NASA revelou a descoberta de sais de hidratos, vestígios da passagem de água líquida em Marte., mas não há marcianos... só se forem microorganismos...



«Água em Marte? Marcianos? Astrónomo português explica tudo
29 Set, 2015 - 02:39 • Liliana Monteiro

Educador científico Carlos Oliveira fala sobre a descoberta histórica anunciada pela agência espacial norte-americana NASA.

A NASA revelou a descoberta de sais de hidratos, vestígios da passagem de água líquida em Marte. A Renascença falou com o astrónomo português Carlos Oliveira sobre a importância deste anúncio.

As evidências recolhidas levam os investigadores da NASA a dizer que acreditam que essa mesma água terá corrido nos desfiladeiros e crateras do “Planeta Vermelho” durante os meses de Verão. A descoberta foi anunciada em conferência imprensa e é mais um passo na probabilidade da existência de alguma forma de vida em Marte.

O astrónomo português Carlos Oliveira explica que a água não foi descoberta em grande quantidade, nem na forma como nós a conhecemos na terra em mares ou rios, mas em “sítios muito localizados”.

“Não estamos a falar de grandes partes do planeta. São quatro sítios que os investigadores analisaram. Estamos a falar de corrimento nas paredes das crateras, ou seja, pontos muito localizados, são fiozinhos de água. Não estamos a falar, por exemplo, do rio Douro ou rio Tejo”, refere o divulgador científico.

Para Carlos Oliveira, a questão agora é saber qual a origem dessa água marciana e, basicamente, só há duas possibilidades.

“Ela pode surgir de fontes subterrâneas ou pode ser o condensar da molécula de água de vem da própria atmosfera. O mais provável é que seja água no estado liquido. O próximo passo será saber se é agua e o outro ainda a seguir é saber de onde vem e como se forma.”

Esta descoberta significa que há vida no “Planeta Vermelho”? O astrónomo português diz que a existência de água aumentará as probabilidades de haver “marcianos”, não como nos filmes, mas sob a forma de micro-organismos.

“No percurso da ciência e das evidências, essa é uma questão que se coloca só mais à frente. Neste momento, não se consegue dar resposta. A única coisa que se pode dizer é que a vida como a conhecemos depende de água. Se por acaso estas evidências revelarem água líquida a correr em Marte, como sabemos que a vida depende de água, torna-se mais provável a existência de vida, mas de bactérias, micro-organismos, não estamos a falar de seres humanos.”

Carlos Oliveira, que desenvolve actividade nos Estados Unidos, diz que esta ainda não é “a grande descoberta” sobre Marte, mas prepara terreno para que isso seja anunciado mais tarde ou mais cedo.» in http://rr.sapo.pt/noticia/35411/agua_em_marte_marcianos_astronomo_portugues_explica_tudo


(ÁGUA EM MARTE - Cientistas descobrem que pode existir água líquida em Marte!)


David Bowie - "Life on Mars"


David Bowie - "Life on Mars"


David Bowie - Life on Mars (Live-HQ)


David Bowie - "Life on Mars" - (VH1 Storytellers)


"Life On Mars?
David Bowie

It's a God-awful small affair
To the girl with the mousy hair
But her mummy is yelling no
And her daddy has told her to go

But her friend is nowhere to be seen
Now she walks through her sunken dream
To the seat with the clearest view
And she's hooked to the silver screen

But the film is a saddening bore
For she's lived it ten times or more
She could spit in the eyes of fools
As they ask her to focus on

Sailors fighting in the dance hall
Oh man look at those cavemen go
It's the freakiest show
Take a look at the lawman
Beating up the wrong guy
Oh man wonder if he'll ever know
He's in the best selling show
Is there life on Mars?

It's on America's tortured brow
That Mickey Mouse has grown up a cow
Now the workers have struck for fame
'Cause Lennon's on sale again
See the mice in their million hordes
From Ibiza to the Norfolk Broads
Rule Britannia is out of bounds
To my mother, my dog, and clowns
But the film is a saddening bore
'Cause I wrote it ten times or more
It's about to be writ again
As I ask you to focus on

Sailors fighting in the dance hall
Oh man look at those cavemen go
It's the freakiest show
Take a look at the lawman
Beating up the wrong guy
Oh man wonder if he'll ever know
He's in the best selling show
Is there life on Mars?"

28/09/15

F.C. do Porto Efemérides - A bandeira do FC Porto voltou a ser hasteada e a subir aos céus, marcando o arranque do dia do 122.º aniversário do clube.



«A TRADIÇÃO DO HASTEAR DA BANDEIRA FOI CUMPRIDA

A festa do 122.º aniversário continua no Museu, também de parabéns.

A bandeira do FC Porto voltou a ser hasteada e a subir aos céus, marcando o arranque do dia do 122.º aniversário do clube. Esta segunda-feira, a festa continua no Museu FC Porto by BMG, onde há animação especial ao longo de todo o dia. Destaca-se o concerto dos portuenses Lulla Bye, a comemorar dez anos de carreira (pelas 15h00), e a inauguração da exposição O Meu Clube, a Minha Cidade (16h00), de Albertino, antigo jogador internacional do FC Porto e artista plástico.

O dia de aniversário começou com as homenagens a Rui Filipe e Pavão, com a habitual deposição de coroas de flores, no piso -3 do Estádio do Dragão, pouco antes das 10h00. Minutos depois, junto da porta 1, foi hasteada a bandeira do FC Porto, transportada por crianças do Dragon Force e içada pelo presidente Jorge Nuno Pinto da Costa. A seu lado estavam José Manuel Matos Fernandes, presidente da Assembleia Geral da SAD azul e branca, e José Paulo Sá Fernandes Nunes de Almeida, presidente do Conselho Fiscal. Na plateia, estavam muitos outros membros dos órgãos sociais do clube e administração da SAD.

A cerimónia foi musicada pela violista Noa, acompanhada ao piano, e que executou o Hino do FC Porto enquanto a bandeira do clube era hasteada. Nesse momento, já a equipa principal de futebol se preparava para subir ao relvado, preparando o jogo frente ao Chelsea, no Estádio do Dragão, esta terça-feira.

As celebrações continuam à tarde, como referimos, prolongando o programa que arrancou no sábado e que inclui em permanência figuração histórica e desportiva. Às 15h00, os portuenses Lulla Bye – autores de sucessos como Making me Better e A Bigger Plan –, actuam no Museu, para marcar o regresso aos discos e aos palcos com um novo álbum de originais, Balloons. Uma hora depois é inaugurada, na Sala Multiusos do Museu, a exposição O Meu Clube, a Minha Cidade, de Albertino, antigo jogador internacional do FC Porto e artista plástico de reconhecido talento. No espaço da futura Sala de Exposições Temporárias continua a ser reposta a instalação artística Making Of, com projecção do vídeo documental. Para além disso, o Porto Canal transmite os jornais das 13h00 e 20h00 desde o espaço onde se mostra toda a história dos Dragões.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Hastear-bandeira-122-aniversario-FC-Porto.aspx

Amarante Fotografia - Exposição "O Prazer de Fotografar" de Eduardo Teixeira Pinto, na Casa Municipal da Cultura de Mêda, de 3 de outubro a 27 de novembro.



«Associação para a Criação do Museu Eduardo Teixeira Pinto

Exposição "O Prazer de Fotografar" de Eduardo Teixeira Pinto, na Casa Municipal da Cultura de Mêda. 

De 3 de Outubro a 27 de Novembro. 

Inauguração às 14H00 do dia 3 de Outubro.» in https://www.facebook.com/helderbarros69/posts/1103968526287675?notif_t=share_wall_create


(EDUARDO PINTO EXPOSIÇÃO PRAZER DE FOTOGRAFAR VIANA DO CASTELO)

Criminalidade - Uma mulher de 58 anos morreu na manhã deste domingo, 27 de setembro, em Penamaior, Paços de Ferreira. Ao que tudo indica o crime terá ocorrido num cenário de violência doméstica com vários anos e depois de várias queixas apresentadas na GNR.



«Paços de Ferreira: Homem suspeito de incendiar casa e matar mulher
28/09/2015, 15:21

Uma mulher de 58 anos morreu na manhã deste domingo, 27 de setembro, em Penamaior, Paços de Ferreira. Ao que tudo indica o crime terá ocorrido num cenário de violência doméstica com vários anos e depois de várias queixas apresentadas na GNR.

O alerta para um incêndio urbano chegou aos Bombeiros Voluntários de Paços de Ferreira poucos minutos depois das 9 horas da manhã deste domingo. Quando estes chegaram ao local a casa já estava a ser consumida pelas chamas e os vizinhos já haviam retirado para o exterior Maria José Carvalho e o sogro de 88 anos. A mulher estava amarrada e amordaçada e apresentava um ferimento na cabeça, alegadamente provocado pelo marido, que terá sido quem ateou o fogo, abandonando os dois no local e colocando-se em fuga. Maria José estava em paragem cardiorrespiratória e apesar das manobras de reanimação levadas a cabo, acabou por não resistir e morreu ainda no local. O idoso apresentava ferimentos ligeiros e foi transportado para o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa.

Maria José, de 58 anos e Bernardino Magalhães de 60 anos estavam casados há vários anos. Segundo apuramos no local, as ameaças de morte à mulher eram frequentes e, ainda na noite de sábado, o marceneiro lhe tinha dito que ia incendiar a casa. Horas depois, o homem terá concretizado os seus intentos, incendiando a habitação e deixando no seu interior a mulher e o pai.

O incêndio começou no rés do chão da casa, onde se encontrava o idoso de 88 anos e propagou-se ao primeiro andar da habitação, onde ficava o quarto de Maria José Carvalho. Após o crime, Bernardino Magalhães  saiu no seu carro, estando agora a ser procurado pelas autoridades.» in http://www.averdade.com/pagina/seccao/4/noticia/11247?utm_source=sendinblue&utm_campaign=NEWSLETTER_A_VERDADE&utm_medium=email

Amarante GNR - O Núcleo de Investigação de Crimes em Acidentes de Viação (NICAV) do Destacamento de Trânsito do Porto, em ação conjunta com o Posto Territorial de Amarante, identificaram um condutor pela prática de um crime de homicídio em acidente de viação.



«Amarante: GNR identifica condutor por homicídio em acidente de viação
28/09/2015, 17:12

O Núcleo de Investigação de Crimes em Acidentes de Viação (NICAV) do Destacamento de Trânsito do Porto, em ação conjunta com o Posto Territorial de Amarante, identificaram um condutor pela prática de um crime de homicídio em acidente de viação.

No dia 26 de Setembro ocorreu um acidente de viação na localidade de Figueiró, Santiago - Amarante, com uma colisão entre um veículo ligeiro e um ciclomotor tendo resultado, além de danos materiais nos veículos, uma vítima mortal.

Após a colisão, o condutor da viatura ligeira colocou-se em fuga, tendo de imediato sido desencadeadas diligências com vista à localização do veículo suspeito e do seu condutor, tendo sido localizado inicialmente o veículo e durante o dia  seguinte, identificado o seu condutor.

O indivíduo, de sexo masculino, com cerca de 30 anos e residente em Vila Meã, foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência.» in http://www.averdade.com/pagina/seccao/19/noticia/11248?utm_source=sendinblue&utm_campaign=NEWSLETTER_A_VERDADE&utm_medium=email

Amarante Casas Antigas - Em todos os cantos de Amarante somos interpelados pelas diferentes formas de expressão arquitetónicas... casas bonitas!


(Amarante arquitetura, sempre nobre, nas diversas cambiantes... a arquitetura que casa com a paisagem...)

27/09/15

F.C. do Porto Bilhar - A equipa feminina de pool, formada por Vânia Franco (na foto), Sérgia Pereira, Cristina Costa e Inês Silva, venceu este sábado, em Leiria, a Supertaça, primeira prova da época 2015/16.



«EQUIPA FEMININA DE POOL VENCEU A SUPERTAÇA

​Triunfo por 3-1 frente à Académica, em Leiria.

A equipa feminina de pool, formada por Vânia Franco (na foto), Sérgia Pereira, Cristina Costa e Inês Silva, venceu este sábado, em Leiria, a Supertaça, primeira prova da época 2015/16. A equipa azul e branca – que já tinha ganho na época finda o Campeonato Nacional e a Taça de Portugal – bateu a Académica de Coimbra por 3-1.

Parciais:

Vânia Franco-Helena Moreira, 6-4 (bola 8)
Sérgia Pereira-Ana Oliveira, 7-5 (bola 9)
Cristina Costa-Vanessa Simões, 7- 5 (bola 9)
Inês Silva-Sara Rocha, 3-6 (bola 10).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/FC-Porto-Equipa-feminina-de-pool-venceu-a-Supertaca.aspx

F.C. do Porto Hóquei Patins: F.C. do Porto 5 vs Juventude de Viana 2 - Dragões bateram minhotos de Viana e conquistaram o Torneio Internacional Cidade do Porto.



«PRÉ-TEMPORADA TERMINA COM VITÓRIA SOBRE A JUVENTUDE DE VIANA

Dragões bateram minhotos por 5-2 e conquistaram o Torneio Internacional Cidade do Porto.

O FC Porto Fidelidade venceu, este domingo, o Torneio Internacional Cidade do Porto ao derrotar a Juventude de Viana por 5-2 na final. Os golos dos portistas foram marcados por Jorge Silva, Hélder Nunes, Rafa, Reinaldo Garcia e Vítor Hugo, num encontro em que já lideravam por 2-0 ao intervalo. Foi o corolário perfeito de uma pré-temporada em que os Dragões somaram por vitórias todos os jogos disputados.

Foi uma primeira parte de sentido único (o da baliza da Juventude de Viana), em que os azuis e brancos ficaram a dever ao muito público presente vários golos. Para além dos remates certeiros de Jorge Silva e de Hélder Nunes, é de realçar também a excelente defesa de Nélson Filipe a um penálti de Tó Silva e a aptidão dos comandados de Cabestany em acertar nos ferros da baliza minhota por quatro vezes. Os remates de Hélder Nunes, Gonçalo Alves e Telmo Pinto não entraram e o resultado ao intervalo era de 2-0.

Os Dragões, que voltaram a não contar com Álvaro Morais, que se sagrou campeão do Mundo de Sub-20 na noite de sábado, juntamente com o júnior Diogo Casanova, entraram na segunda metade novamente a toda a velocidade e Rafa marcou o terceiro dos portistas aos 25 minutos, ao cobrar um livre directo de forma superior. De seguida foi a vez de Reinaldo Garcia marcar, aos 31 minutos, numa boa iniciativa individual, sendo que dois minutos depois a Juventude de Viana reduziu, por Diogo Fernandes (4-1). A formação minhota teve uma oportunidade de ouro pouco depois, mas Nélson Filipe esteve novamente intransponível num livre directo de André Azevedo e durante os dois minutos de powerplay favorável à Juventude de Viana que se seguiram ao cartão azul a Vítor Hugo (35m). Já no minuto final, o mesmo Vítor Hugo aumentou para 5-1, mas André Azevedo ainda reduziu para o 5-2 final, num penálti.

No final do encontro, o técnico-adjunto Renato Garrido disse que “ainda há uma semana para melhorar aspectos não totalmente assimilados pelos jogadores”: “A Juventude de Viana é uma boa equipa. Sabíamos que íamos ter um jogo difícil e, dentro daquilo que tínhamos perspectivado para este jogo, conseguimos colocar em campo o modelo que estamos a assimilar para esta época. Foi um jogo bem conseguido da nossa parte a nível defensivo e ofensivo. Temos de continuar a melhorar e o objectivo de todos estes jogos foi construir a equipa e conseguir criar o modelo que o técnico entende. Os jogos ajudaram-nos a crescer e a preparar para tudo o que aí vem”.

O primeiro encontro oficial dos portistas será no próximo sábado, pelas 15h00, no Dragão Caixa, frente ao HA Cambra, e contará com transmissão em directo do Porto Canal.

FICHA DE JOGO 

FC PORTO FIDELIDADE-JUVENTUDE DE VIANA, 5-2
Torneio Internacional Cidade do Porto, final
27 de Setembro de 2015
Pavilhão do Infante Sagres, Porto

Árbitros: Paulo Rainha e Cláudia Rego

FC PORTO FIDELIDADE: Nélson Filipe (g.r.), Hélder Nunes, Reinaldo Garcia, Jorge Silva e Rafa
Jogaram ainda: Vítor Hugo, Gonçalo Alves e Telmo Pinto
Não utilizados: Edo Bosch (g.r., cap.) e Dinis Abreu
Treinador: Guillem Cabestany

JUVENTUDE DE VIANA: Jorge Correia (g.r.); Tó Silva, André Azevedo, Gonçalo Suissas e Nélson Pereira
Jogaram ainda: Francisco Veludo (g.r.),  Nuno Félix (cap.), Francisco Silva e Diogo Fernandes
Não utilizado: Gustavo Lima
Treinador: Pedro Sampaio

Ao intervalo: 2-0
Marcadores: Jorge Silva (4m), Hélder Nunes (6m), Rafa (25m), Reinaldo Garcia (31m), Diogo Fernandes (33m) e Vítor Hugo (40m)
Disciplina: cartão azul a Rafa (9m), Francisco Silva (25m) e Vítor Hugo (35m)» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/fcporto-juventudedeviana-torneio-cidade-do-porto-270915.aspx

F.C. do Porto Sub 15 Futebol - F.C. do Porto 5 vs Penafiel 0 - Triunfo expressivo na quinta jornada da primeira fase do campeonato, com uma mão cheia de golos.



«SUB-15 GOLEIAM NA RECEPÇÃO AO PENAFIEL

​Triunfo expressivo (5-0) na quinta jornada da primeira fase do campeonato.

​A equipa Sub-15 do FC Porto recebeu e venceu este domingo o Penafiel (5-0), no Olival, em jogo relativo à quinta jornada da primeira fase do Campeonato Nacional de Juniores C. Os azuis e brancos passam agora a somar 12 pontos e assumem liderança isolada da Série B com mais um do que o Rio Ave, que empatou diante do Dragon Force (1-1).

Numa forte reposta à primeira derrota da época averbada na ronda anterior, os jovens Dragões protagonizaram uma excelente exibição frente ao Penafiel e acabaram por triunfar tranquilamente. Duarte (4m), Gonçalo (32m), Cláudio (54m), Sousa (59m) e Guedes (70m+1), este último de grande penalidade, construíram a goleada portista.

Os Sub-15, comandados por Vítor Severino, alinharam com Tabuaço (g.r.), Carlos (Raí, 35m), Rafa, Levi, Outeiro (Sousa, 35m), Esteves (Guedes, 45m), Edgar (cap.) (Cláudio, 35m), Moutinho, Duarte, Valente e Gonçalo (Diogo Santos, 35m).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Sub15-FC-Porto-Penafiel-5a-jor-CN-Jun-C-27-09-15.aspx

Desporto Motociclismo - O português Miguel Oliveira (KTM) venceu hoje a corrida de Moto3 do Grande Prémio de Aragão, em Alcañiz, Espanha, 14.ª prova do Mundial de velocidade.



«Miguel Oliveira vence Grande Prémio de Aragão
27 de Setembro de 2015, às 11:21

O português Miguel Oliveira (KTM) venceu hoje a corrida de Moto3 do Grande Prémio de Aragão, em Alcañiz, Espanha, 14.ª prova do Mundial de velocidade.

Depois de Itália e Holanda, esta foi a terceira vitória da época de Miguel Oliveira, que no próximo ano será 'promovido' à categoria de Moto2, escalão intermédio, ao serviço da Leopard Racing.

Com este triunfo, Miguel Oliveira subiu pela quinta vez ao pódio neste Mundial, à frente do espanhol Jorge Navarro (Honda) e o italiano Romano Fenati (KTM), segundo e terceiro classificados no circuito espanhol.

A última volta da corrida ficou também marcada pelas quedas, sem consequências, do britânico Danny Kent (Honda), líder do Mundial, do italiano Enea Bastianini (Honda) e do sul-africano Brad Binder (KTM).

Quando faltam quatro provas para o final do Mundial, Miguel Oliveira subiu ao terceiro lugar do Mundial de pilotos, agora com 159 pontos. Kent continua a liderar, com 234 pontos, seguindo de Bastianini, com 179.

A próxima prova do Mundial, o Grande Prémio do Japão, disputa-se a 11 de outubro, no circuito de Motegui.

Lusa/fim» in http://www.sapo.pt/noticias/miguel-oliveira-vence-grande-premio-de-aragao_5607c3dabd913815775d9154

26/09/15

F.C. do Porto Atletas Internacionais - Álvaro Morais (na foto), jogador da equipa principal do FC Porto, e Diogo Casanova, da formação júnior, sagraram-se este sábado campeões do Mundo de Sub-20, ao participarem no triunfo de Portugal sobre a anfitriã Espanha, na final disputada no Pavilhão Isaac Gálvez, em Vilanova i la Geltrú, na Catalunha.



«ÁLVARO MORAIS E DIOGO CASANOVA SÃO CAMPEÕES DO MUNDO DE SUB-20

​Vitória foi conseguida frente à anfitriã Espanha, com Diogo Casanova a apontar o penálti decisivo.

Álvaro Morais (na foto), jogador da equipa principal do FC Porto, e Diogo Casanova, da formação júnior, sagraram-se este sábado campeões do Mundo de Sub-20, ao participarem no triunfo de Portugal sobre a anfitriã Espanha, na final disputada no Pavilhão Isaac Gálvez, em Vilanova i la Geltrú, na Catalunha. O encontro foi decidido no desempate por grandes penalidades (3-2, após 1-1 no final do tempo regulamentar), com Diogo Casanova a converter o penálti decisivo.

A selecção portuguesa revalidou assim o título conquistado frente a este mesmo adversário, na última edição da prova, em Cartagena das Índias, na Colômbia, em 2013.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Hoquei-em-patins-Portugal-Final-Mundial-Sub-20-%C3%80lvaro-Morais-Diogo-Casanova.aspx

F.C. do Porto Sub 19 Futebol: F.C. do Porto 4 vs Gil Vicente 0 - Jovens Dragões ​realizaram uma exibição segura e obtiveram um triunfo concludente na recepção ao Gil Vicente.



«SUB-19 REGRESSAM ÀS VITÓRIAS COM GOLEADA

​Exibição segura e triunfo concludente na recepção ao Gil Vicente (4-0).

​A equipa Sub-19 do FC Porto recebeu e goleou este sábado o Gil Vicente (4-0), no Estádio Luís Filipe Menezes, no Olival, em jogo relativo à sétima jornada da zona Norte da primeira fase do Campeonato Nacional de Juniores A. Com este triunfo, os actuais campeões nacionais passam a somar 16 pontos e mantêm a terceira posição, a dois do líder Rio Ave, que esta jornada perdeu no terreno do Paços de Ferreira (3-0).

Colocando definitivamente para trás a derrota em Tondela, na ronda anterior, os Sub-19 portistas assinaram uma exibição de grande qualidade e poderiam mesmo ter construído um resultado mais folgado, tal foi o domínio azul e branco no desafio com o Gil Vicente. Tony Djim (14m e 23m) e João Cardoso (36m) deram três golos de vantagem aos Dragões na primeira parte, que ainda viram Madi Queta (54m) estabelecer o 4-0 final na etapa complementar.

Comandados por Folha, os Sub-19 do FC Porto alinharam com Mário Évora (g.r.), Fernando (Mesquita, 63m), Sandro, Chidozie e David Suelehe; Rui Pires, João Cardoso (cap.) (Madiu Bari, 46m) e Moreto Cassamá (Bruno Costa, 46m); Madi Queta, Tony Djim e Luís Mata.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Sub19-FCP-Gil-Vicente-7a-jor-CN-Jun-A-26-09-15.aspx

Amarante Mancelos - Só para os fãs da Estrada Nacional 211-1, como eu que adora conduzir e pedalar nesta autêntica serpentina... mais um marco quilométrico, desta vez, em Manhufe!


(Marco Quilométrico de Manhufe da antiga estrada nacional 211-1, a 3 Km de Vila Meã e a 8 Km de Amarante) 

25/09/15

Liga NOS: Moreirense 2 vs F.C. do Porto 2 - Depois de ter estado por duas vezes em vantagem, o FC Porto acabou por empatar esta sexta-feira no terreno do Moreirense.



«DOMÍNIO EM CAMPO, EMPATE NO MARCADOR

​Golos de Maicon e Corona (2-2) foram insuficientes para trazer os três pontos do terreno do Moreirense.

Depois de ter estado por duas vezes em vantagem, o FC Porto acabou por empatar esta sexta-feira no terreno do Moreirense, por 2-2. O resultado deixa os Dragões na frente da Liga NOS, com 14 pontos, mas em risco de serem ultrapassados pelo Sporting, que tem 13 e ainda não entrou em campo esta jornada. O resultado é muito penalizador para os portistas, que dominaram quase todo o encontro, colocando-se em vantagem logo aos 18 minutos, num livre de Maicon. A equipa da casa empatou no arranque da segunda parte, mas o FC Porto insistiu e recolocou-se na frente do marcador por intermédio de Corona, que apontou o terceiro golo em três jogos na prova. Faltavam apenas 11 minutos para o apito final, mas André Fontes fez o 2-2 aos 88.

Com Danilo, Herrera e Dani Osvaldo no onze, o jogo até começou de forma atabalhoada para o FC Porto, com Marcano a acertar nas orelhas da bola e a permitir um remate de Iuri Medeiros que Casillas, atento, desviou para canto. Porém, como era previsível, os Dragões tomaram conta da partida e da posse de bola (que era de mais de 70 por cento ao intervalo). E, aos 18 minutos, na primeira real oportunidade de golo, os portistas inauguraram o marcador, através de uma bela execução de Maicon num livre directo frontal - a bola contornou a barreira em arco e entrou junto à base do poste, enganando Stefanovic. O Moreirense defendeu quase sempre de forma competente, mas muito perto da sua baliza, o que complicava a fluidez do jogo de ataque azul e branco. Porém, aos 26, Osvaldo - que se estreou a titular - libertou-se da marcação e rematou de fora da área, obrigando Stefanovic a uma defesa apertada. E, já nos descontos, um cabeceamento de Maicon ainda levou perigo à baliza do sérvio.

Ainda antes do descanso, Brahimi, lesionado, foi forçado a ceder o lugar a Varela, que cumpriu o seu 200.º jogo oficial pelo clube. A dinâmica manteve-se e o encontro parecia controlado, mas 1-0 é um resultado curto e, no primeiro lance construído com cabeça tronco e membros pela formação de Moreira de Cónegos, surgiu o 1-1, aos 50 minutos, apontado por Iuri Medeiros, que beneficiou de alguma desatenção da defesa do FC Porto. Voltava tudo à estaca zero, mas ainda havia pelo menos 40 minutos para voltar à liderança no marcador. As estratégias ficaram claras a partir do banco: Lopetegui trocou Herrera por Tello, passando Corona para o corredor central; Miguel Leal tirou Iuri Medeiros e fez entrar em campo o médio André Fontes, para bloquear o jogo a meio-campo.

O FC Porto procurou sempre ser paciente na construção dos ataques e não foi com bolas bombeadas para a área que surgiram os grandes lances de perigo. Aos 68, Stefanovic defendeu um remate à queima-roupa de Corona e, quatro minutos depois, foi Osvaldo a testar o guarda-redes, que se foi afirmando como uma das figuras da partida. A bola não entrava e Lopetegui meteu a carne toda no assador, que é o mesmo que dizer que entrou um avançado (Aboubakar) para o lugar de um defesa (Marcano), ainda a 13 minutos dos 90. O golo de Corona - aos 79 minutos, após um excelente trabalho na área do Moreirense, num espaço muito reduzido - parecia ser o corolário lógico dessa aposta e desse domínio, até porque Osvaldo esteve perto do 3-1, com André Micael a afastar a bola em cima da linha de golo. Nem sempre a sorte protege os audazes e os Dragões - com Maicon inferiorizado fisicamente e Danilo como central improvisado - sofreram o 2-2 muito perto do final. André Fontes cabeceou para o fundo das redes, após um cruzamento de Sagna. Tal como em Kiev, foi um empate muito amargo.

Ficha do Jogo.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/2015%20-%202016/dominio-em-campo-empate-no-marcador-9-25-2015.aspx

Liga (6ª J): Resumo Moreirense 2-2 FC Porto

Premier League International Cup: Schalke 04 0 vs F.C. do Porto B 1 - Panamiano Ismael apontou o único golo da estreia vitoriosa na Premier League International Cup.



«ISMAEL DÁ VITÓRIA AOS “BÊS” FRENTE AO SCHALKE 04

​Panamiano apontou o único golo da estreia vitoriosa na Premier League International Cup (1-0).

​O FC Porto B iniciou da melhor forma a sua participação na Premier League International Cup, batendo esta sexta-feira o Schalke 04 (1-0), no Adams Park, em Buckinghamshire, Inglaterra, em jogo referente à primeira jornada do Grupo B da competição. Os azuis e brancos somam assim três pontos e dividem a liderança do agrupamento com o Everton, que goleou o Tottenham nesta ronda inaugural (4-1).

A primeira parte foi mais disputada do que propriamente bem jogada, rareando as oportunidades de golo em ambas as balizas. O primeiro a dar um ar da sua graça foi o Schalke O4, mas o remate de Hendrick Lohmer saiu ao lado (16m), tal como o de Rodrigo Soares instantes depois (21m). Mais pragmático, o FC Porto B criou o primeiro lance de perigo por Sérgio Ribeiro, que obrigou Alexander Nübel a aplicar-se num livre traiçoeiro (24m). Ismael, em jogada individual, proporcionou nova boa intervenção ao guardião alemão (30m), João Costa não quis ficar atrás do colega de posição e parou em grande estilo o remate de Marvin Friedrich (40m), contribuindo também ele para que o nulo se arrastasse até ao intervalo.

Na etapa complementar, já com Omar Govea e Rui Pedro em campo, o FC Porto B assumiu o controlo das operações e passou a jogar mais no meio-campo germânico, chegando à vantagem aos 60 minutos, por intermédio de Ismael (60m). O extremo panamiano aproveitou um ressalto de um cabeceamento de Verdasca, após canto de Omar Govea, e desviou subtilmente para a baliza, abrindo o activo no Adams Park. A equipa comandada por Luís Castro, actual líder da Segunda Liga portuguesa, soube resistir à expulsão de Jorge Fernandes, por acumulação de amarelos (68m), e segurou um triunfo que lhe permitiu entrar da melhor maneira na presente edição da Premier League International Cup.

FICHA DE JOGO

FC PORTO B-SCHALKE 04, 1-0
Premier League International Cup, Grupo B, 1.ª jornada
25 de Setembro de 2015
Adams Park, em Buckinghamshire, Inglaterra

Árbitro: Ian Rathbone (Inglaterra)
Assistentes: Mark Dadds e Rob Cockle (Inglaterra)
Quarto árbitro: Lee Brennan (Inglaterra)

FC PORTO B: João Costa (g.r.); Rodrigo Soares, Jorge Fernandes, Verdasca e Pité; Tomás Podstawski (cap.), Graça; Ronan, Ismael e Ruben Macedo
Substituições: Ronan por Omar Govea (46m), Sérgio Ribeiro por Rui Pedro (46m) e Ruben Macedo por Rui Moreira (70m)
Não utilizados: Caio (g.r.), Rafa, Cláudio e Enrick Santos
Treinador: Luís Castro

SCHALKE 04: Alexander Nübel (g.r.); Patryk Dragon, Tanju Öztürk (cap.), Tjorben Uphoff e Maurice Neubauer; Marvin Friedrich, Hendrick Lohmer e Max Machtenmes; Florian Pick, Thomas Rathgeber e Joseph Boyamba
Substituições: Maurice Neubauer por Daniel Koseler (46m), Patryk Dragon por Serkan Göcer (63m) e Max Machtenmes por Mateo Panadic (75m)
Não utilizados: Christian Wetklo (g.r.), John Malanga e Aleksel Gasilin
Treinador: Jürgen Luginger

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Ismael (60m)
Disciplina: cartão amarelo a Jorge Fernandes (34m e 68m), Tanju Öztürk (37m); cartão vermelho, por acumulação, a Jorge Fernandes (68m).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/FCP-B-Schalke-04-1a-jor-Grupo-B-PLIC-25-09-15.aspx

Planeta Terra - Um sexto da humanidade não tem acesso a água potável, um terço não sabe o que é ter eletricidade - “há uma relação íntima entre os pobres e a fragilidade do planeta”; neste contexto, a mobilização global para “transformar o mundo” é discutida este fim de semana numa cimeira da ONU.



«Como transformar o mundo: atenção a este fim de semana

Um sexto da humanidade não tem acesso a água potável, um terço não sabe o que é ter eletricidade - “há uma relação íntima entre os pobres e a fragilidade do planeta”. Neste contexto, a mobilização global para “transformar o mundo” é discutida este fim de semana numa cimeira da ONU. O documento para combater a pobreza que estará em cima da mesa é visto pelo ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, como a ponte para um acordo no combate às alterações climáticas até final do ano. “Não há plano B”.

O futuro do planeta está em cima da mesa em Nova Iorque, este fim de semana. E vai continuar a estar daqui a dois meses em Paris. “Para se terem bons resultados nas negociações sobre alterações climáticas é importante ter um bom resultado no combate à pobreza. E a realização destas duas cimeiras no mesmo ano pode ser um fator decisivo para se chegar também a um novo tratado climático”, sublinha Jorge Moreira da Silva, ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia.

A ideia vai ao encontro das palavras do próprio secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, que tem declarado que a cimeira do desenvolvimento sustentável, que começou esta sexta-feira, servirá para se ultrapassarem os impasses que têm impedido até agora um ambicioso tratado mundial pós-Quioto.

“Como Transformar o mundo: a agenda para o desenvolvimento sustentável até 2030” é o documento que espera contar com o acordo dos 193 Estados representados na ONU. O documento em discussão tem 17 objetivos, traduzidos em 169 metas, e propõe acabar com a pobreza, com a fome e com as desigualdades de género e sociais dentro e entre países. Mas a agenda de “Como transformar o mundo” também quer assegurar padrões de consumo e de crescimento económico sustentáveis, assim como promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres e dos oceanos e combater as alterações climáticas.

A junção destas múltiplas preocupações pode permitir ultrapassar aquele que foi “um dos bloqueios para um acordo na cimeira do clima de Copenhaga”, em 2009, lembra Moreira da Silva. Então, os países em vias de desenvolvimento consideravam que a agenda de combate às alterações climáticas não os tinha em conta. E por isso, sublinha o ministro, “é importante tornar claro o empenho no combate à pobreza”.

Nos últimos 15 anos não se conseguiu erradicar a pobreza − como tinha sido prometido pelo Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, acordados em 2000 − mas foi possível chegar a um consenso quanto aos objetivos e reduzir a percentagem de população mundial que vive com menos de um euro por dia (de 47% para 14%); assim como aumentar o número de crianças que frequentam a escola primária (de 83% para 91%), segundo dados da ONU. Mas ainda há mil milhões de pessoas sem acesso a água potável e dois mil milhões sem acesso a eletricidade. E muito ainda por fazer.

O Papa Francisco, que também discursou na ONU esta sexta-feira, é outro dos trunfos para que se chegue a um acordo de modo a evitar a subida da temperatura em mais de dois graus celsius até ao fim do século. Na Encíclica “Laudato Si”, divulgada em junho, foi lançada a mensagem de que “há uma relação íntima entre os pobres e a fragilidade do planeta”. Francisco apelou então − e voltou a apelar esta sexta − ao combate às alterações climáticas, tendo em conta que “o clima é um bem comum” e que as populações dos países em vias de desenvolvimento são as principais vítimas do aquecimento global e este é fruto da ação humana.

“Não há plano B”

Se as emissões de gases com efeito de estufa, como o CO2, continuarem ao ritmo atual, as temperaturas médias do ar poderão subir mais 3,6 graus até 2100 com consequências catastróficas. Por isso, o ministro Jorge Moreira da Silva salienta que “é fundamental haver um acordo em Paris (em dezembro) abrangente e ambicioso, inclusivo e custo-eficiente”. Mas para isso, adverte, “é preciso um sobressalto que faça as pessoas perceberem que não há um plano B e a pressionarem os seus governantes para que exista liderança e responsabilidade” na condução do processo.

Cerca de uma centena de países responsáveis por 80% das emissões globais de gases com efeito de estufa já tomaram medidas. O problema é que “não são suficientemente ambiciosas”, critica Moreira da Silva. E reforça o alerta: “A cimeira de Paris é a última hipótese”.

Na cimeira do desenvolvimento sustentável de Nova Iorque, este fim de semana, Portugal está representado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, e pelo secretário de Estado do Ambiente, Paulo Lemos, que irá discursar este domingo.

Também Francisco Ferreira, que está na delegação portuguesa em representação da Quercus e do Centro de investigação em sustentabilidade e Ambiente (CENSE) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, sublinha que “este pacote com uma agenda tão abrangente à escala mundial e com mais objetivos e mais ambiente dá outra força às negociações climáticas”, mas prefere manter “cautela” quanto a resultados finais.

Já Moreira da Silva está mais otimista, porque considera que “as vozes que levantavam dúvidas científicas já não existem”. “Praticamente nenhum líder político desvaloriza as alterações climáticas e este combate é custo-eficiente e possibilita crescimento económico e criação de emprego.”» in http://expresso.sapo.pt/sociedade/2015-09-25-Como-transformar-o-mundo-atencao-a-este-fim-de-semana


(Planeta Terra - Ação do Homem)


(Destruição do Meio Ambiente)


(Rio+20 Desafios da Sustentabilidade.)

Amarante Solidariedade - Quinze corpos de bombeiros, de vários pontos do país, têm recebido da Suíça material usado e seminovo encaminhado gratuitamente por um emigrante português radicado naquele país há 37 anos.



«Emigrante já ajudou 15 corpos de bombeiros portugueses com material suíço

Amarante, Porto, 23 set (Lusa) - Quinze corpos de bombeiros, de vários pontos do país, têm recebido da Suíça material usado e seminovo encaminhado gratuitamente por um emigrante português radicado naquele país há 37 anos.

"Só pagam o transporte", contou à Lusa Fernando Ribeiro, um ex-bombeiro, de 59 anos, com casa em Amarante, que estima ter enviado para Portugal material no valor de três milhões de euros.

Entre as ofertas, contam-se centenas de equipamentos completos de proteção individual, incluindo casacos, calças, botas, luvas, capacetes e outro tipo de material pesado, como mangueiras, reboques, pás, agulhetas, motobombas e escadas.

"Vou continuar a fazer este trabalho. Não ganho nada com isto. Ganho o reconhecimento, a amizade e o prazer que isto me dá. É a continuação de um sonho", declarou, com a voz trémula de emoção.

Tudo começou, contou à Lusa, em 2003, quando um incêndio quase cercou a sua casa em Amarante. Ao observar, naquele dia, o esforço e o desgaste dos equipamentos dos bombeiros que combatiam o fogo, lembrou-se de, regressado à Suíça, pedir na corporação onde foi bombeiro, em Montreux, algum material que já não era usado, mas que ainda estava em bom estado.

"Falei com os meus colegas da corporação, que se prontificaram a ajudar", recordou.

O primeiro carregamento foi enviado em 2006, para os bombeiros de Amarante, o que foi conseguido com o apoio logístico da autarquia da cidade helvética.

Fernando Ribeiro continuou a ajudar, com mais material, os bombeiros de Amarante, concelho de onde é natural o seu pai.

O emigrante português abordou mais tarde a Federação dos Bombeiros do Distrito do Porto, para reunir contactos de outras corporações. Depois de Amarante, ajudou os Bombeiros da Póvoa do Varzim, terra dos avós maternos. Em 2013, fez chegar à corporação poveira inúmeros equipamentos de proteção individual e outro tipo de material.

Seguiram-se os Bombeiros do Marco de Canaveses.

Desde então, foram ajudadas corporações do norte e centro do país, nomeadamente Vila do Conde, Baião, Leça do Balio, Mesão Frio, Santa Marinha do Zêzere, Felgueiras, Vila Meã, Tondela, Murça, Fafe, Caldas da Rainha e Vila Franca de Xira.

Fernando Ribeiro contabiliza mais de 900 casacos, 260 dos quais novos, 800 calças, 25 motobombas, centenas de botas, dezenas de garrafas de oxigénio, centenas de quilómetros de mangueiras e inúmeras agulhetas e máscaras.

Como contou à Lusa, regularmente, percorre os corpos de bombeiros do cantão de Vaud, para localizar material em bom estado que possa ser enviado para Portugal. Como reconhecimento, diz, sorridente, oferece umas garrafas de vinho do Porto aos bombeiros suíços.

A missão deste emigrante tem sido reconhecida com inúmeras distinções e condecorações que guarda e exibe, orgulhoso, numa vitrina da sala.

Foi agraciado pela Nobre Casa de Cidadania, na Póvoa do Varzim. Foi, também, homenageado pela Federação dos Bombeiros do Distrito do Porto, que atribuiu a Medalha de Ouro de Mérito, cerimónia realizada em Amarante.

É ainda padrinho de duas ambulâncias, uma na Póvoa do Varzim e outra em Amarante.

Rui Ribeiro, comandante da corporação de Amarante, disse à Lusa que a ajuda de Fernando Ribeiro tem sido "muito importante".

"À conta do senhor Fernando, tenho toda a corporação equipada com equipamentos de proteção individual contra incêndios urbanos", afirmou, concluindo: "É uma ajuda que não tem preço".

Sérgio Silva, comandante em Marco de Canaveses, elogia também o emigrante:

"É um homem que percebe o nosso esforço e, sem necessidade, dedica grande parte do seu tempo a trabalhar para nós. É de louvar".» in http://oesteglobal.com/journalnews/Emigrante_ja_ajudou_15_corpos_de_bombeiros_portugueses_com_material_suico#sthash.n8JZsRfe.dpuf

Amarante Fotografia - Exposição "A criança sob o olhar de Eduardo Teixeira Pinto" no Museu Municipal de Ourém, de 2 de outubro a 27 de novembro.



«Associação para a Criação do Museu Eduardo Teixeira Pinto

Exposição "A criança sob o olhar de Eduardo Teixeira Pinto" no Museu Municipal de Ourém. De 2 de Outubro a 27 de Novembro.

Inauguração dia 2 de Outubro às 16h00.» in https://www.facebook.com/eduardoteixeirapinto/photos/pcb.538845592934130/538845366267486/?type=3&theater


(Exposição: a criança sob o olhar de Eduardo Teixeira Pinto)
Pin It button on image hover