31/08/13

F.C. do Porto Andebol: F.C. do Porto Vitalis 29 vs Elverum Herrer 28 - Dragões vencem noruegueses e estão na final do Torneio de Qualificação EHF Champios.



«DRAGÕES A UMA VITÓRIA DA EHF CHAMPIONS LEAGUE

A equipa do FC Porto Vitalis venceu o Elverum Herrer, por 29-28, neste sábado, no Dragão Caixa, apurando-se assim para a final do Torneio de Qualificação da EHF Champions League. Numa partida recheada de emoções e extremamente equilibrada, os comandados de Obradovic conseguiram superiorizar-se à bem organizada equipa norueguesa.

A primeira parte foi extremamente equilibrada, com as duas equipas a tentar impor o seu ritmo de jogo e com o FC Porto quase sempre na frente do marcador. Os noruegueses, com uma boa prestação dos seus extremos, foram mantendo os portistas de sobreaviso e conseguiram impor as suas transições rápidas nos momentos mais delicados. Os Dragões, por seu lado, demonstraram eficácia no remate e tiveram na sua baliza um Alfredo Quintana em excelente nível, defendendo nada menos que três (!) livres da marca de sete metros - uma eficácia de 100% - e impedindo várias das incursões dos dinamarqueses. A primeira parte terminou empatada a 13 golos, sendo de destacar os três golos de Wilson Dayves, num resultado que espelhou bem o equilíbrio dos 30 minutos iniciais.

A segunda parte começou com os comandados por Ljubomir Obradovic a tentar criar uma diferença no marcador que lhes permitisse sonhar com a presença na final de domingo. Empurrados por um público entusiasta, a segunda parte dos portistas foi emocionante e, por vezes, com um andebol polvilhado de qualidade e classe. Destaque, entre os portistas, para João Ferraz, Wilson Davyes e Gilberto Duarte, bem como para a excelente prestação do regressado Tiago Rocha.

No entanto, e quando o FC Porto Vitalis tinha uma diferença de cinco golos, a forte linha defensiva dos noruegueses e as suas saídas rápidas permitiram a sua aproximação, reduzindo a diferença e aumentando o suspense no pavilhão. Aos 29m02, Wilson Davyes colocou os azuis e brancos a vencer por duas bolas e sentiu-se que o apuramento para a final estava mais perto nesse momento. O Elverum ainda reduziu, mas os Dragões não deixaram fugir a vantagem e terminaram o jogo vencendo por 29-28, numa partida emocionante e que qualifica os portistas para a final deste Torneio de Qualificação da EHF Champions League. A equipa do FC Porto Vitalis joga neste domingo, às 14h, contra o vencedor do encontro que coloca frente-a-frente o HCM Contanta e o HV Volendam.

O FC Porto Vitalis alinhou com: Alfredo Quintana (g.r.), Gilberto Duarte (6), Pedro Spínola (2), Tiago Rocha (4), Ricardo Moreira (4), Wilson Davyes (6), Mick Schubert (1). Jogaram ainda Hugo Laurentino (g.r.), João Ferraz (4), Daymaro Salina e David Davis (2).» in http://www.fcporto.pt/OutrasModalidades/Andebol/Noticias/noticiaandebol_andfcpelverum_310813_76946.asp

Acidentes - Dois homens morreram e um ficou ferido na sequência do despiste de um carro, na Estrada Nacional 222, no concelho de Armamar, Viseu, que acabou por cair ao rio Douro, pelas 2:00 da madrugada de hoje.



«Dois mortos e um ferido em despiste de carro para rio Douro

Dois homens morreram e um ficou ferido na sequência  do despiste de um carro, na Estrada Nacional 222, no concelho de Armamar,  Viseu, que acabou por cair ao rio Douro, pelas 2:00 da madrugada de hoje.

Segundo a GNR, o carro ter-se-á despistado numa curva junto à quinta  do Tedo, na freguesia de Santo Adrião. 

Os três ocupantes eram todos homens e jovens. Dois deles morreram, enquanto  o condutor, de 22 anos, ficou ferido de forma ligeira e foi transportado  para o Hospital de Vila Real para receber tratamento. 

A GNR adiantou ainda estar já a proceder à remoção dos dois cadáveres  no rio. 

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu,  no local estavam nove veículos e 25 homens nas operações de remoção dos  cadáveres. 

Lusa» in http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2013/08/31/dois-mortos-e-um-ferido-em-despiste-de-carro-para-rio-douro

30/08/13

Corrupção - Uma fonte próxima do megaprocesso Face Oculta contou ao jornal i que o acórdão pode ser conhecido no primeiro trimestre de 2014 e que a maioria dos arguidos deve ser condenada.

Acórdão do Face Oculta pode vir a ser 'arrasador'

«Megaprocesso Acórdão do Face Oculta pode vir a ser 'arrasador'

Uma fonte próxima do megaprocesso Face Oculta contou ao jornal i que o acórdão pode ser conhecido no primeiro trimestre de 2014 e que a maioria dos arguidos deve ser condenada.

O primeiro trimestre de 2014 é a data prevista para a conclusão do megaprocesso Face Oculta, que envolve vários administradores e políticos portugueses. A notícia é avançada pelo jornal i desta sexta-feira, com base em informações divulgadas por uma fonte próxima da investigação.

Ao longo de quase dois anos - o julgamento começou em Novembro de 2011 – foram ouvidas 427 testemunhas e seis dos 36 arguidos (os outros remeteram eventuais depoimentos para mais tarde). A prova testemunhal está praticamente concluída e o acórdão deverá ser conhecido no início do próximo ano.

Uma fonte próxima do processo revelou ao jornal i que “a generalidade dos arguidos” será condenada. Manuel Godinho, empresário de sucatas, é o principal arguido e está a responder por 60 crimes.

Na opinião de vários advogados, os quase dois meses em que o processo decorreu são aceitáveis, dada a grandiosidade do processo, que contou com 151 sessões. A retardar a leitura do acórdão está o atraso na entrega de uma perícia pedida ao Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), que poderá determinar se algumas testemunhas têm de voltar a ser ouvidas.» in http://www.noticiasaominuto.com/pais/102374/ac%C3%B3rd%C3%A3o-do-face-oculta-pode-vir-a-ser-arrasador#.UiBqB9KkpGQ


(O POLVO! Sol divulga escutas do processo - Face Oculta)


(Medina Carreira sobre o caso "Face Oculta")


(Escutas a Sócrates cortadas à tesoura)

Amarante Criminalidade - Um homem, de 38 anos, natural de Lousada, foi baleado na zona do abdómen, na madrugada de sábado para domingo, em Amarante, o crime terá ocorrido na rua da Longra, em Telões, Amarante, numa zona erma, um antigo caminho que atravessa aquela rua e segue por um monte, conhecido por ser um ponto de encontro de consumo, tráfico de droga e prostituição.



«Homem de Lousada baleado em Amarante
29/08/2013, 18:24

Um homem, de 38 anos, natural de Lousada, foi baleado na zona do abdómen, na madrugada de sábado para domingo, em Amarante. O crime ocorreu na rua da Longra, em Telões, Amarante, numa zona erma, um antigo caminho que atravessa aquela rua e segue por um monte, conhecido por ser um ponto de encontro de consumo, tráfico de droga e prostituição. 

Terá sido uma prostituta que saiu à rua e pediu ajuda a um padeiro que passava àquela hora no local, numa altura em que a vítima estava a perder sangue, dentro do carro. 

Poucas horas depois, a GNR de Amarante, localizou um carro incendiado na zona da Pontinha, no Marco de Canaveses, desconhecendo-se se existe qualquer ligação entre ambos os casos. O automóvel foi furtado de véspera em Amarante.  

A vítima foi assistida no local pelo INEM e transportada pelos Bombeiros de Amarante para o hospital de Penafiel, tendo tido alta já esta semana. O autor do disparo fugiu numa outra viatura, estando a Policia Judiciária a investigar o crime.» in http://www.imprensaregional.com.pt/tvs/index.php?info=YTo0OntzOjU6Im9wY2FvIjtzOjExOiJub3RpY2lhX2xlciI7czo5OiJpZF9zZWNjYW8iO3M6MjoiMTEiO3M6MTA6ImlkX25vdGljaWEiO3M6NDoiNDUzMCI7czo5OiJpZF9lZGljYW8iO3M6MToiMSI7fQ==

Amarante Ôlo - Mais um dia de magia no Rio Ôlo, na freguesia com o mesmo nome em Amarante!





(Apesar de em Mondim de Basto o Rio Ôlo andar rodeado de chamas, em Ôlo, Amarante continua a magia...)

29/08/13

Incêndios Florestais - Uma bombeira de Carregal do Sal morreu no combate a um incêndio em Tondela, distrito de Viseu, e outros cinco operacionais ficaram feridos, segundo confirmou à Renascença fonte oficial da Autoridade de Protecção Civil.



«Bombeira de 21 anos morre no combate ao fogo de Tondela

Outros cinco operacionais ficaram feridos, segundo fonte oficial da Autoridade da Protecção Civil. "Uma situação trágica que muito nos entristece", diz um autarca local.

Uma bombeira de Carregal do Sal morreu no combate a um incêndio em Tondela, distrito de Viseu, e outros cinco operacionais ficaram feridos, segundo confirmou à Renascença fonte oficial da Autoridade de Protecção Civil. 

Três bombeiros ficaram feridos com gravidade e foram transferidos para Porto, Lisboa e Viseu.

Os feridos ligeiros são um bombeiro e um militar da GNR, do Grupo de Intervenção Protecção e Socorro (GIPS), que foram evacuados para Tondela.

“É um momento muito triste. Uma situação trágica que muito nos entristece. Pois uma perda é sempre uma marca que fica registada para sempre”, disse à Renascença o vice-presidente da Câmara de Tondela, José António, acrescentando que foi criado corredor de evacuação de emergência para acudir aos feridos. 

O incidente ocorreu quando os bombeiros combatiam as chamas em Santiago de Besteiros/São Marcos.

Neste incidente ardeu ainda uma viatura dos bombeiros e esteve desaparecido por alguns momentos um militar da GNR. Ao que tudo indica o homem "refugiou-se numa mina e conseguiu sair ileso". 

Sobe para cinco o número de bombeiros que perderam a vida no combate aos fogos. Os casos foram registados durante este mês de Agosto em Miranda do Douro, na Covilhã, no Caramulo e agora em Viseu.» in http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=25&did=120122

Desporto Futebol - Um casal dinamarquês mais ousado foi apanhado, no último domingo, a manter relações sexuais no meio do relvado, em pleno estádio, após a partida entre Brondby e Randers, a contar para Superliga dinamarquesa de futebol, mas não conseguiram marcar golo!

Olheiro Estrábico - Casal apanhado a fazer sexo em estádio de futebol

«Casal apanhado a fazer sexo em estádio de futebol

Aconteceu na Dinamarca, logo após o fim de um jogo da primeira divisão local. Com o resultado final de 0-0, alguém quis tentar ganhar alguma coisa...

Um casal dinamarquês mais ousado foi apanhado, no último domingo, a manter relações sexuais no meio do relvado, em pleno estádio, após a partida entre Brondby e Randers, a contar para Superliga dinamarquesa de futebol.

O jogo terminara empatado zero. Depois de todos adeptos terem abandonado as bancadas, a dupla misteriosa entrou no relvado e começou a ter relações sexuais.

Quem contou e registou o momento foi o assessor de imprensa do Brondby, Mikkel Davidsen, que divulgou o caso na sua conta no Twitter. Não foram precisos muitos minutos, para a imagem se tornar viral na internet.

Resta apenas contar que o momento de ousado prazer da dupla dinamarquesa só foi interrompido, quando o segurança James Mickel Lauritsen entrou no relvado. Afinal, também aqui a coisa terá terminado num empate...» in http://visao.sapo.pt/casal-apanhado-a-fazer-sexo-em-estadio-de-futebol=f746821#ixzz2dM6xVemg
-------------------------------------------------------------------------------------------
Está mal! Se o jogo acabou empatado, deveriam deixar desempatar... até ao fim!

Amarante - Casa dos Morleiros, um local com História e histórias, sobranceiro ao Rio Tâmega!








28/08/13

Amarante Fotografia - O Mestre Eduardo Teixeira Pinto interpela-nos com a fotografia: "o rapaz da roda".


(A grandeza da obra do Mestre Eduardo Teixeira Pinto dispensa palavras...)

AMARANTE – A Junta de Freguesia de Vila Chã do Marão promove, a 14 e 15 de setembro, em conjunto com o Grupo Folclórico da freguesia, com o CLAP – Centro Local de Animação e Promoção Rural, com a Associação Viver Canadelo e Floresta Viva, a quinta edição da Festa das Colheitas.

Cartaz com o programa da Festa das Colheitas

«Amarante: Vila Chã recebe 5ª edição da Festa das Colheitas

AMARANTE – A Junta de Freguesia de Vila Chã do Marão promove, a 14 e 15 de setembro, em conjunto com o Grupo Folclórico da freguesia, com o CLAP – Centro Local de Animação e Promoção Rural, com a Associação Viver Canadelo e Floresta Viva, a quinta edição da Festa das Colheitas.

Este evento terá no primeiro dia (a 14) uma feira de produtos locais e três Oficinas (“Produção de cogumelos”, “Confeção de pratos com cogumelos” e “Confeção de Broa de milho”) e uma desfolhada. No segundo dia (15, domingo) realizar-se-á uma caminhada e, ao longo do dia, uma feira de produtos locais. Durante toda a festa será servida feijoada à moda de Vila Chã.

Diversificada será a animação, com o despique de Bombos “Amigos da Borga” de Lufrei, “Unir Macieira”, da Lixa, a banda “Norte FM”, “Samzafos”, Grupo Folclórico de Vila Chã do Marão, e cantares ao desafio com o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Louredo e Fregim e Grupo Folclórico de Vila Chã.

O evento terá lugar no adro da Igreja e tem como objetivo ser um espaço de convívio e reencontro de tradições, identificação das pessoas com o seu passado e património, abertura ao exterior, acolhimento, alegria e aposta na continuidade das comunidades, com vista à superação das dificuldades profundas com que se debatem.» in http://local.pt/amarante-vila-cha-recebe-5a-edicao-da-festa-das-colheitas/


(Amarante Festa das Colheitas Vila Chã do Marão)

Cidade da Lixa - Aí estão as Novenas à Nossa Senhora das Vitórias, nas espetaculares Festas das Vitórias!

Acidentes - Joaquim Oliveira, irmão do antigo treinador do Sporting, Domingos Paciência, faleceu, ontem à tarde, num despiste que envolveu um camião de transporte de resíduos da Câmara de Matosinhos, onde trabalhava, indica a edição desta quarta-feira do Diário de Notícias.



«Acidente Irmão de Domingos Paciência morre em acidente com camião do lixo

Joaquim Oliveira, irmão do antigo treinador do Sporting, Domingos Paciência, faleceu, ontem à tarde, num despiste que envolveu um camião de transporte de resíduos da Câmara de Matosinhos, onde trabalhava, indica a edição desta quarta-feira do Diário de Notícias.

Joaquim Oliveira, um dos seis irmãos de Domingos Paciência, ficou encarcerado após a queda de um veículo de transporte de resíduos, acabando por morrer. Mais dois passageiros ficaram gravemente feridos e foram transportados para o Hospital de São João, no Porto, relata o Diário de Notícias.

O camião seguia pela A4, quando, na saída para Ermesinde, se despistou e caiu numa ravina. No local, falava-se numa falha nos travões como possível causa do acidente, mas a explicação ainda não foi confirmada e está a ser investigada pela GNR.

“Não sabemos o que aconteceu. O camião é recente, dos mais modernos da frota municipal”, contou ao mesmo jornal o director dos Serviços Municipais de Protecção Civil de Matosinhos, Salgado Rosa.

O irmão do ex-treinador, que era funcionário da Câmara de Matosinhos há várias décadas, e deixa, assim, uma mulher e três filhos. Os dois colegas estão internados, com prognóstico muito reservado.

Para Salgado Rosa, este é um dos “mais graves acidentes, com elevado número de vítimas” a atingir funcionários municipais.» in http://www.noticiasaominuto.com/pais/101710/irm%C3%A3o-de-domingos-paci%C3%AAncia-morre-em-acidente-com-cami%C3%A3o-do-lixo#.Uh3aCNKkpGQ

Amarante Incêndios - Segundo a autoridade policial, a circulação na EN 101, que liga Amarante à região do Douro, está cortada desde a 5h16, entre os quilómetros 148 e 151, não havendo, para já, uma previsão sobre a hora de reabertura da via.



«Fogo em Amarante obriga ao corte de duas estradas

Dos nove fogos que lavram em Portugal, o de Vila Flor, em Bragança e um outro em Amarante são os que mobilizam mais operacionais.

Nove fogos lavram em Portugal com mais intensidade, de acordo com o ponto da situação feito pela Proteção Civil cerca das 10h30.

Um dos mais preocupantes, numa zona de mato em Vila Flor, Bragança, mobiliza 115 operacionais, apoiados por 31 veículos. O fogo tem uma frente, mas progredia para um local de difícil acesso aos meios de combate.

Um outro incêndio, na zona de Carneiro, obrigou ao corte das estradas nacionais 101 e 321, entre os concelhos de Baião e Amarante, disse à Lusa fonte da GNR.

Segundo a autoridade policial, a circulação na EN 101, que liga Amarante à região do Douro, está cortada desde a 5h16, entre os quilómetros 148 e 151, não havendo, para já, uma previsão sobre a hora de reabertura da via. A GNR propõe em alternativa o IP4, entre Amarante e Vila Real, para quem circula entre Amarante e Mesão Frio.

O mesmo incêndio também forçou, às 9h30, ao encerramento da EN 321. O corte na circulação verifica-se entre os quilómetros 1 e 4 daquela estrada nacional, e a alternativa proposta é a EN 321-1, atravessando a localidade de Santa Marinha do Zêzere.

Na região do Baixo Tâmega, mais de 200 bombeiros e outros operacionais, apoiados por 70 veículos, combatem, quatro incêndios nos concelhos de Amarante, Baião e Marco de Canaveses.» in http://expresso.sapo.pt/fogo-em-amarante-obriga-ao-corte-de-duas-estradas=f827742#ixzz2dGAUVjm0

27/08/13

AMARANTE – A 24 de agosto, a noite foi dos Diabos em Amarante, com mais de uma centena de figurantes (sendo 35 elementos do voluntariado jovem e 50 do programa Pre’Ocupa-te) aderiram à iniciativa e, trajados de preto, acompanharam, em procissão, o transporte dos diabos em andores desde Santa Luzia até ao Parque do Ribeirinho, onde o público entusiasta aguardava pela recriação da tradição das figuras de veneração popular.

3

«Diabos desfilaram nas ruas de Amarante

AMARANTE – A 24 de agosto, a noite foi dos Diabos em Amarante. Mais de uma centena de figurantes (sendo 35 elementos do voluntariado jovem e 50 do programa Pre’Ocupa-te) aderiram à iniciativa e, trajados de preto, acompanharam, em procissão, o transporte dos diabos em andores desde Santa Luzia até ao Parque do Ribeirinho, onde o público entusiasta aguardava pela recriação da tradição das figuras de veneração popular.

Esta edição contou com um cortejo diversificado, encabeçado pela Banda de Música, carros de bois com o Diabo e a Diaba, personagens à moda antiga mascarados de diabos, diabas, diabretes e os caretos, seguido de todos os grupos e voluntários que aderiram a esta iniciativa.

No primeiro espaço cénico, que teve lugar no Solar dos Magalhães, recriou-se o saque de Amarante pelas invasões francesas: o saque dos diabos da Sacristia do Convento Dominicano de São Gonçalo, os soldados do General Loison com as vestes sacerdotais, o deboche e a queima dos diabos.

O cortejo seguiu para o Largo de S. Gonçalo onde duas estátuas vivas, a do Sr. Sandeman e a do Dr. Lago Cerqueira, com toda a ambientação e criação estética, mostraram o resgate do Diabo e da Diaba por parte do então Ministro dos Negócios Estrangeiros.

A evocação terminou no Parque do Ribeirinho, onde teve lugar um espetáculo de interação teatral, malabares de fogo e pirotecnia, inspirado nas crónicas sobre a epopeia de Vasco da Gama e na dificuldade que existiu durante muitos anos na compreensão da religiosidade Indiana como sendo alheia à mundividência cristã.» in http://local.pt/diabos-desfilaram-nas-ruas-de-amarante/


(DIABOS À SOLTA em AMARANTE - 24-Ago-2007)

Amarante Freixo de Baixo - O Presidente da Câmara Municipal de Amarante, Armindo Abreu, inaugura, no próximo dia 31 de agosto, sábado, pelas 16:30, as obras de ampliação do cemitério de Freixo de Baixo e às 17:00, a Lagoa de apoio ao Parque de Lazer da freguesia.



«Armindo Abreu inaugura ampliação de cemitério e Lagoa de apoio ao Parque de Lazer

O Presidente da Câmara Municipal de Amarante, Armindo Abreu, inaugura, no próximo dia 31 de agosto, sábado, pelas 16:30, as obras de ampliação do cemitério de Freixo de Baixo e às 17:00, a Lagoa de apoio ao Parque de Lazer da freguesia.

Estas obras resultam de protocolos celebrados entre a Câmara de Amarante e a Junta de Freguesia, com o investimento ascender a mais de 200 mil euros.» in http://www.cm-amarante.pt/index.php?info=YTozOntzOjQ6Im1lbnUiO3M6MzoiY2FtIjtzOjU6ImFjY2FvIjtzOjEyOiJub3RpY2lhc19sZXIiO3M6MjoiaWQiO3M6NDoiMTI2NSI7fQ==
------------------------------------------------------------------------------
De facto, Amarante tem um potencial fluvial enorme, como aqui muito bem se prova...


(FILME SOBRE FREGUESIA DE FREIXO DE BAIXO)

Arqueologia - Os resultados das primeiras sondagens arqueológicas das estruturas que terão sido construídas antes da chegada dos portugueses aos Açores são apresentados hoje.

Uma das 140 pirâmides estudadas pelos arqueólogos na Madalena do Pico. Foram todas construídas em pedras basálticas de origem vulcânica conhecidas por biscoitos. Algumas chegam a ter 13 metros de altura (o equivalente a um prédio de habitação de quatro andares) e câmaras no seu interior.

«Arqueólogos revelam segredos das pirâmides da ilha do Pico

Os resultados das primeiras sondagens arqueológicas das estruturas que terão sido construídas antes da chegada dos portugueses aos Açores são apresentados hoje.

Anzóis, pontas de metal, ossos, conchas, pesos de redes de pesca, utensílios feitos de basalto, carvões e fragmentos de peças de cerâmica, foram descobertos nas primeiras sondagens arqueológicas autorizadas pelo Governo Regional dos Açores (Direção Regional da Cultura) às misteriosas estruturas piramidais da Ilha do Pico.

As pirâmides estão quase todas concentradas numa área de 6 km2 no concelho da Madalena, junto à costa oeste da ilha dominada pela montanha mais alta de Portugal (2351 metros) e a divulgação pública das descobertas é feita hoje às 21h00 numa conferência na Câmara da Madalena.  

As sondagens foram feitas por Nuno Ribeiro e Anabela Joaquinito, que estão entusiasmados com os depósitos de artefactos antigos que encontraram, e que tudo indica serem muito anteriores à data da descoberta dos Açores pelos portugueses (1427).

Mas os dois arqueólogos da Associação Portuguesa de Investigação Arqueológica (APIA), que estão a ser apoiados pela Câmara Municipal da Madalena, têm um vasto trabalho de prospeção pela frente: há dezenas de pirâmides no local, que chegam a atingir 13 metros de altura, o equivalente a um prédio de habitação de quatro andares. Mas para já estudaram 140, algumas destruídas ou parcialmente derrubadas por sismos ou pela ação humana.

A tradição baseada na memória popular e os poucos estudos etnográficos existentes indicam que "estas estruturas, conhecidas por maroiços, datam dos séculos XVII a XIX, justificando-se a sua construção pela necessidade da limpeza dos solos para a agricultura", explica Nuno Ribeiro. De facto, a palavra maroiço significa monte de pedras associado à limpeza de terrenos agrícolas.

Estruturas semelhantes no Mediterrâneo

Mas esta explicação não convence o presidente da APIA, porque "existem várias edificações com mais de dez metros de altura, seguindo a mesma orientação geográfica". E porque no território português "não encontramos esta opção arquitetónica em mais nenhum local". Em contrapartida, "há paralelos arquitetónicos com regiões do Mediterrâneo - na ilha da Sicília junto ao Monte Etna, por exemplo".

Anabela Joaquinito conta que quando foram mostradas à população da Madalena fotos das construções da Sicília, "disseram que eram iguais aos maroiços". A arqueóloga que estudou a indústria lítica (tecnologia de trabalho da pedra) e é diretora do Departamento de Pré-história da APIA, sublinha que há outros indícios arquitetónicos da origem pré-portuguesa das pirâmides do Pico, como "a existência de degraus e a decoração com pináculos no topo". No topo de uma das construções estudadas foi também encontrado um piso circular que parece ser a base de uma habitação.

Uma das estruturas é um complexo arquitetónico que inclui edifícios piramidais organizados de forma a criar uma grande praça. "Esta organização do espaço não pode ser explicada apenas através da limpeza dos terrenos, pois terá envolvido um grande planeamento e um trabalho coletivo que demorou alguns anos a construir, seguindo sempre o mesmo projeto arquitetónico", argumenta Nuno Ribeiro.

"Mais espantoso é o facto de estas estruturas obedecerem às mesmas orientações das outras pirâmides, com aparentes motivações astronómicas e sugerindo rituais funerários", acrescenta o arqueólogo.  

"Sinto-me no México"

"Sinto-me no México", garantiu Romeo Hristov, arqueólogo da Universidade do Texas em Austin (EUA), quando visitou os maroiços do Pico em abril passado. Hristov pertence à corrente académica que defende a existência de contactos regulares entre as antigas civilizações do Mediterrâneo e da América.

"As estruturas do Pico são muito perfeitas, implicam uma enorme quantidade de trabalho que não se justifica apenas pelas necessidades da atividade agrícola", considera o arqueólogo. Por outro lado, "há uma orientação astronómica rigorosa, rampas de acesso e escadas associadas ao conceito de estrutura sagrada".

E no complexo "que liga vários edifícios piramidais encontram-se elementos comuns a pirâmides em todo o mundo, como uma praça ampla para cerimónias". Mas uma conclusão definitiva sobre a origem das estruturas "vai depender das escavações arqueológicas, que são fundamentais".

E também "das datações dos materiais encontrados que forem feitas em laboratório", esclarece Anabela Joaquinito. A arqueóloga explica ainda que algumas destas pirâmides têm câmaras no seu interior e uma delas foi objeto de sondagens arqueológicas. "A câmara é pequena e o corredor de acesso demasiado estreito e longo, não seria prática para quaisquer usos agrícolas".

Regularidade na orientação das pirâmides

"O que mais me impressionou foi a regularidade da orientação das pirâmides do Pico, embora acredite que nem todas foram construídas na mesma época. Esta regularidade é evidente no mapa com a sua localização feito pela Câmara da Madalena", afirma por sua vez Fernando Pimenta.

O diretor do Departamento de Arqueoastronomia da APIA usou ferramentas de informação geográfica nesta primeira investigação e concluiu que a maioria das pirâmides está orientada no sentido sudeste/noroeste.

Sudeste é a direção do vulcão da ilha do Pico e noroeste corresponde ao ocaso do sol no solstício de verão, que acontece sobre a ilha do Faial, muito próxima do Pico. Quanto às restantes pirâmides, têm uma orientação perpendicular às primeiras.

Fernando Pimenta admite que "parece ser intencional - e não apenas uma coincidência - a orientação geográfica das construções e a escolha do local para a sua implantação".

Uma concentração tão grande de pirâmides num intervalo tão pequeno de azimutes (o azimute é a medida regular do horizonte contada a partir do norte geográfico) e com esta regularidade, significa que há intencionalidade, "mas claro que esta conclusão não é tão definitiva, do ponto de vista estatístico, como seria se as estruturas estivessem espalhadas por toda a ilha e não apenas concentradas numa pequena área do concelho da Madalena".

O arqueoastrónomo adianta também que as regras de orientação "parecem obedecer a princípios que incorporavam algum ritual relacionado com o solstício de verão".

"Defesa da verdade histórica"

Entretanto, o presidente da Câmara da Madalena salienta que "o envolvimento do município neste processo é norteado pelo forte empenho na defesa da verdade histórica e na necessidade de conhecer e preservar as raízes do nosso povo", o que "é do interesse de todas as instituições, sejam elas científicas, políticas ou outras, incluindo o Governo Regional dos Açores".

Mas a prova definitiva da origem pré-portuguesa das pirâmides "terá de ser obtida através de uma datação clara e inequívoca dos materiais encontrados", insiste José António Soares, reconhecendo que a comprovação de todos estes achados permitirá novas oportunidades de desenvolvimento turístico.

"Não queremos apagar a história açoriana mas sim acrescentar algo à história já conhecida e, se possível, enriquecê-la com os novos dados disponíveis", acrescenta o autarca.» in http://expresso.sapo.pt/arqueologos-revelam-segredos-das-piramides-da-ilha-do-pico=f827624#ixzz2dCS6qGyf


(Turismo nos Açores - Ilha do Pico)

Cidade de Penafiel: Confraria do Melão Casca de Carvalho apresentou novo conceito e imagem da Compota de Melão Casca de Carvalho.



«Penafiel: Confraria do Melão Casca de Carvalho apresentou novo conceito e imagem da Compota de Melão Casca de Carvalho

As Confrarias, como a do Melão Casca de Carvalho, são associações particulares sem fins lucrativos que têm como objetivos difundir, promover e defender os produtos aos quais estão associadas, transportando consigo a cultura dos povos.

Promover os produtos locais é defender a cultura passada de geração em geração. É dinamizar a economia local, com a consequente criação de emprego, fomentando a fixação da população no meio rural.

A Confraria do Melão Casca de Carvalho, já com seis anos de existência, tem por objetivo a defesa, o prestígio, a valorização, a promoção e a consolidação da qualidade do Melão Casca de Carvalho. Pretendendo alargar a sua área de influência a todas as zonas produtoras de Melão, das três variedades registadas.

O VIII Capítulo Geral, assembleia magna da confraria, teve lugar no dia 25 de agosto, seguindo-se a IX Entronização, cerimónia na qual foram aceites mais dez confrades.

Associaram-se a esta cerimónia algumas confrarias amigas que participaram também do desfile que percorreu uma das artérias principais da cidade de Penafiel, da Igreja da Misericórdia até ao Sameiro, onde foi efetuada a prova do Melão Casca de Carvalho e o Verde de Honra, no restaurante Penafidelis, a que se seguiu o almoço comemorativo.

Numa palestra presidida pela engenheira Hortense Fernandes, foi dado conta dos resultados da investigação que está a ser efetuada na Universidade de Trás os Montes sobre as propriedades organoléticas do melão Casca de Carvalho.

Foi também apresentado o novo conceito e imagem desenvolvidos para a Compota de Melão Casca de Carvalho, produto de produção limitada, e design exclusivo e arrojado, com características únicas, com um forte valor agregado e direcionado para um público Gourmet.» in http://www.imprensaregional.com.pt/averdade/index.php?info=YTozOntzOjU6Im9wY2FvIjtzOjExOiJub3RpY2lhX2xlciI7czo5OiJpZF9zZWNjYW8iO3M6MjoiMjAiO3M6MTA6ImlkX25vdGljaWEiO3M6NDoiNzYwMyI7fQ==

Amarante - Casa do Rio, na freguesia de Ôlo, bem ao lado do rio com o mesmo nome...


(Há locais assim, em que as casas estão em harmonia com a paisagem, como neste caso, em Ôlo, Amarante)

26/08/13

Amarante Incêndios - A proteção civil de Amarante receia que a área ardida este ano no concelho venha a ultrapassar os 2.600 hectares de 2005, um dos piores anos de sempre, admitiu à Lusa o vereador Hélder Ferreira.

Incêndios (Lusa)

«Amarante: proteção civil receia novo recorde de área ardida

Em 2005 arderam 2.600 hectares

A proteção civil de Amarante receia que a área ardida este ano no concelho venha a ultrapassar os 2.600 hectares de 2005, um dos piores anos de sempre, admitiu à Lusa o vereador Hélder Ferreira.

«De certeza que se vai bater esse recorde», alertou o responsável pela proteção civil municipal.

Apesar da sucessão de incêndios que tem destruído, nas últimas semanas, muitas centenas de hectares de mata, em Amarante, o vereador, disse acreditar que «o pior esteja para vir».

Hélder Ferreira recordou que a maioria dos incêndios dos últimos dias tem ocorrido em zonas próximas das serras do Marão e da Meia Via, as mais sensíveis do concelho, fazendo temer que aquelas áreas possam ser «o próximo alvo».

A proteção civil de Amarante suspeita que a maioria dos fogos florestais tem origem criminosa, dando como exemplo o facto de, no sábado, ter deflagrado vários incêndios, praticamente em simultâneo, em vários pontos do concelho.

«É tudo muito estranho», acentuou o vereador, alertando para o cansaço que os efetivos vão evidenciando.

«Têm sido dias muito violentos, com uma sucessão de incêndios que não dão tempo para os efetivos recuperarem», explicou.

O responsável elogiou o «trabalho heroico» dos meios humanos no terreno, apesar da "frustração" que sentem quando percebem que ¿atrás de um incêndio surge logo outro¿.

No sábado e no domingo, o incêndio que queimou mato, giestal e floresta nas freguesias de Gondar e Carvalho de Rei deixou um rasto de cerca de 300 hectares.

«Tivemos várias casas em risco», disse o vereador.

No combate, estiveram dezenas de efetivos, auxiliados por um helicóptero bombardeiro.

O fogo foi dado como controlado às 15:00 de domingo, mas sucederam-se os reacendimentos.

Às 15:30 desta segunda-feira, as chamas lavravam ainda em Gondar e Salvador, consumindo mato, mas também zona de pinhal.

No terreno encontram-se 31 bombeiros.» in http://www.tvi24.iol.pt/503/sociedade/incendio-amarante-area-ardida-protecao-civil-bombeiros-tvi24/1483432-4071.html

Cidade do Marco de Canavezes - Aquele que seria o primeiro enterro no novo espaço do cemitério da freguesia de Fornos, em Marco de Canavezes, acabou por se transformar num caso insólito, previsto para domingo de manhã, teve que ser inesperadamente adiado, tudo por causa de uma rocha.

Funeral interrompido por falta de sepultura

«Funeral interrompido por falta de sepultura

Coveiro descobre pedra quando abria uma cova na zona nova do cemitério de Fornos, inaugurada há uma semana. O insólito ocorreu no domingo e o defunto ainda não foi enterrado.

Aquele que seria o primeiro enterro no novo espaço do cemitério da freguesia de Fornos, em Marco de Canavezes, acabou por se transformar num caso insólito. Previsto para domingo de manhã, teve que ser inesperadamente adiado. Tudo por causa de uma rocha.

A situação caricata ocorreu no preciso momento em que se ia sepultar o defunto. "O coveiro não conseguia abrir mais 50 centímetros na cova porque por baixo é só rocha", relata um cidadão ao Expresso, que pediu o anonimato. O local situa-se numa área que resulta de obras de ampliação e foi inaugurada no passado dia 18. Esta segunda-feira, o falecido aguarda na capela que a situação seja resolvida, adianta, enquanto se vêem "martelos pneumáticos de grande potência a rebentar estas rochas".

A Câmara Municipal de Marco de Canavezes confirma ter sido detetado o problema pela necessidade do enterramento, e garante que foi "posto em marcha, no imediato, um plano de contingência com os técnicos da autarquia".

Armando David, do gabinete de imprensa da autarquia, afirma ser prematuro adiantar se esta é uma situação pontual ou se resulta de uma má avaliação, contudo, ressalva que esta ampliação "entregue a um empreiteiro por concurso público" resulta da necessidade de resolver a questão de um cemitério "sobrelotado" e cujo projeto teve início em "meados do ano passado". "A obra não foi feita à pressa", sublinha, e admite até que se possa "estar a fazer um aproveitamento de toda a situação por ser ano de eleições autárquicas". 

Um dia depois, a Câmara garante não ter recebido qualquer contacto de familiares do falecido e adianta que "a avaliação continua a ser feita no terreno, sendo o objetivo prioritário resolver a situação em causa", e remete para mais tarde mais detalhes num relatório oficial. 

Segundo a autarquia, este novo espaço do cemitério insere-se num contexto de "pré-compromisso" com as famílias para a aquisição das campas.» in http://expresso.sapo.pt/funeral-interrompido-por-falta-de-sepultura=f827497#ixzz2d7EKN62m
Pin It button on image hover