31/01/13

Literatura - As mortes na fogueira, as perseguições e as torturas praticadas em nome da defesa de fé transformaram a Inquisição num dos mais negros períodos históricos, para conhecer no livro "História Geral da Inquisição Portuguesa, 1536-1821"!



«Os horrores da Inquisição

As mortes na fogueira, as perseguições e as torturas praticadas em nome da defesa de fé transformaram a Inquisição num dos mais negros períodos históricos. Para conhecer no livro "História Geral da Inquisição Portuguesa, 1536-1821". 

É um dos mais negros períodos históricos, assinalado nos manuais com milhares de vítimas - na maior parte dos casos, mortas na fogueira - em nome da defesa da fé e da Igreja. Em Portugal, a Inquisição começou a funcionar em 1536, em Évora, onde a corte residia, e marcou o império durante quase três séculos.

Perseguições, torturas... a verdadeira dimensão dos horrores do Santo Ofício é agora recordada num livro que passa em revista o contexto que lhe deu origem e permitiu evoluir, "sem esquecer", como assinala a Esfera dos Livros, que o edita, "as histórias dos homens que formavam este órgão e as suas vítimas - cristãos-novos, feiticeiros, bruxas e outros hereges - que questionavam os dogmas ou a ordem social instituída".

Em vésperas de publicação, "História Geral da Inquisição Portuguesa, 1536-1821" é uma obra dos historiadores José Pedro Paiva e Giuseppe Marcocci, baseada numa pesquisa exaustiva de arquivos e documentação.

Veja, em antecipação, algumas das gravuras que o livro reproduz:


Ler mais: http://expresso.sapo.pt/os-horrores-da-inquisicao=f783739#ixzz2JavZ2CxT

Desporto Futebol - O vice-presidente da Assembleia Geral (AG) do Sporting, Daniel Sampaio, foi agredido durante a sessão de esclarecimento aos sócios, realizada, esta quinta-feira, no Estádio José Alvalade!



«Daniel Sampaio foi agredido

A agressão aconteceu durante a sessão de esclarecimento aos sócios.

O vice-presidente da Assembleia Geral (AG) do Sporting, Daniel Sampaio, foi agredido durante a sessão de esclarecimento aos sócios, realizada, esta quinta-feira, no Estádio José Alvalade.

Durante a sessão, alguns elementos presentes atiraram ovos que acertaram em Daniel Sampaio e os restantes membros da Mesa da AG.

Segundo o jornal A Bola, a PSP «identificou 15 de 70 elementos presentes no auditório do Estádio de Alvalade».

Quanto ao teor da AG, Daniel Sampaio explicou que a razão do clube em realizar a AG extraordinária na bancada poente do Estádio de Alvalade deveu-se a motivos de ordem financeira.

«A mesa da AG limitou-se a cumprir os estatutos. Não foi a mesa que convocou a reunião magna extraordinária, apenas deu seguimento ao requerimento dos sócios. A ideia inicial era realizar a assembleia no pavilhão de Odivelas, devido à parceria que existe. Porém, o custo excedia em muito as estimativas e a data de março é incompatível. Foram avaliados outro sítios mas o orçamento era excessivo», afirmou o vice-presidente da AG, em conferência de imprensa.

«Não se trata de uma ideia nova, foi considerada pelo próprio Conselho Diretivo aquando da revisão dos estatutos. O estádio é a nossa casa-mãe. Será seguro e ninguém terá acesso ao relvado», acrescentou.» in http://desporto.sapo.pt/futebol/primeira_liga/artigo/2013/01/31/daniel_sampaio_foi_agredido.html

Amarante - Na Antiga Escola Primária de São Gonçalo, A minha Cristina, a Raquel a Elisabete, a Joana (a dormir) e o Ricardo Paiva, davam grande show teatro-musical!


(Grande atuação do Quarteto magnífico, no inicio dos anos 80, na antiga Escola Primária de Amarante, junto ao antigo Hospital de São Gonçalo de Amarante, fotografia gentilmente partilhada pela Elisabete a quem agradeço)

Amarante Desporto Automóvel - Pedro Silva e Valter Cardoso terminaram a prova na 12ª da geral e 3º da classe 2 no final dos 4 troços que compunham o Rallye Montelongo!

Thumbnail

«Pedro Silva e Valter Cardoso em bom plano no Rali Montelongo

A habitual prova de arranque do Campeonato Open de Ralis voltou a ter palco em Fafe, em mais uma edição do Rallye Montelongo, embora desta feita sendo disputado como ralisprint e pontuando apenas para o Campeonato Inter Municípios.

Pedro Silva aproveitou a prova da Demoporto e fez assim o primeiro teste com o Citroën Saxo para a época de 2013, contando com o experiente navegador Valter Cardoso.

Num rali que foi marcado por difíceis condições atmosféricas com muita chuva, vento e nevoeiro a dificultar e muito a tarefa de todas as equipas. Ainda assim a equipa conseguiu estar em bom plano, fazendo uma prova de evolução, adaptando-se bem ao traçado escorregadio da prova.

Como nos salienta o Vimaranense “a prova começou mal, pois tivemos alguns problemas na primeira PEC, mas felizmente ficou tudo resolvido na assistência. Na segunda e na terceira PEC fui ganhando confiança na condução à chuva, pois são condições em que não me sinto mesmo nada à vontade, mas com a preciosa ajuda do Valter fui conseguindo superar isso e na quarta e ultima PEC já andamos muito mais à vontade, apesar de ainda ter ficado muita margem para melhorar.”

Terminadas as 4 provas especiais de classificação o piloto fez um balanço muito positivo da prova, salientando ainda que “a participação foi muito útil, pois permitiu-me voltar a ganhar confiança à chuva e "tirar ferrugem" aos braços para chegar à primeira prova nas melhores condições”.

De igual forma, também o piloto/navegador de Amarante, Valter Cardoso, fez um balanço muito positivo da participação da equipa. “Quando fui convidado pelo meu amigo Pedro Silva para o acompanhar neste novo desafio, nem pensei 2 vezes e aceitei-o prontamente pois sabia que dado á amizade que temos, ia ser uma tarefa fácil ditar-lhe notas. Durante a prova vivemos bons momentos de descontração mas também de muito profissionalismo. O Pedro tinha inicialmente um suposto trauma com a "chuva" mas o que é certo é que chegou ao final do rali a efectuar bons tempos revelando uma magnífica evolução ao longo dos mesmos. Divertimo-nos e ainda trouxemos um pódio para casa, por isso considero que o resultado foi muito bom e os objectivos a que nos propusemos inicialmente foram cumpridos na íntegra. Empenhei-me ao máximo na navegação e estarei sempre pronto para ajudar, pois sei que o Pedro tem e pode dar muito a esta modalidade. Um muito obrigado ao Pedro Silva pelo convite, patrocinadores e amigos. Venham mais ralis...", conluiu Valter Cardoso.

Pedro Silva e Valter Cardoso terminaram a prova na 12ª da geral e 3º da classe 2 no final dos 4 troços que compunham o Rallye Montelongo.

A próxima prova do piloto será o Rallye Serras de Fafe. “Vou ainda alinhar no Rali Serras de Fafe como preparação e depois deverei participar no novo Trofeu Rallycar Basic, que arranca no Rali do Cami, em Abril. Não esta ainda posta de parte a participação em mais provas do Campeonato Inter Municípios, pois gostei bastante da experiência e do excelente ambiente de camaradagem entre todos os habituais participantes”, concluiu Pedro Silva.» in http://www.pregoafundo.com/index.php?option=com_content&view=article&id=5675:pedro-silva-e-valter-cardoso-em-bom-plano-no-rali-montelongo&catid=17:ralis-nacionais&Itemid=104


(32ª Rampa da Falperra_Ford Transit Trophy)

Amarante - O grande escritor português, Camilo Castelo Branco, refere-se às suas passagens por Amarante, no percurso Vila Real-Porto e vice-versa, de modo a que a afamada tradição hospitaleira e posição estratégica, da nossa então Vila e agora Cidade de Amarante, ficassem registadas de forma indelével, no Romance: "Vinte Horas de Liteira"



"O Grande Escritor Camilo Castelo Branco, refere-se a Fregim

O grande escritor português, Camilo Castelo Branco, refere-se às suas passagens por Amarante, no percurso Vila Real-Porto e vice-versa, de modo a que a afamada tradição hospitaleira e posição estratégica, da nossa então Vila e agora Cidade de Amarante, ficassem registadas de forma indelével, no Romance: "Vinte Horas de Liteira".

(…) “Pernoutamos, em Amarante, numa estalagem, onde eu, annos antes, tinha visto tres bellas creaturas, filhas de uma grave e redonda mulher, dona da hospedaria.” (…)

Na qualidade de grande apreciador da extraordinária Obra Literária de Camilo Castelo Branco, onde o seu poder narrativo de romancista de excelência, o notabilizou como um descritor das paisagens social e física do século XIX Português, com uma clarividência fantástica na associação do ficcional com o real e que, designadamente, também abordou a nossa região e as suas vivências, quer enquanto viajante assíduo pelas nossas estradas e pousadas, quer enquanto personagem interclassista que teve orgulho de privar, por exemplo, com o famoso salteador “Zé do Telhado”, na sua estadia forçada na Cadeia da Relação, por motivos passionais, devido à sua paixão proibida por Ana Plácido, que resultou em crime de adultério.

Ainda mais orgulhoso fiquei na referência que faz no mesmo romance, à sua passagem por Fregim, onde contou a história ficcionada de “Manoel Brazileiros”, estribada em acontecimentos e personagem concretas.

(…) “Vimos nascer o sol do dia seguinte nas alturas de Pidre. Dalli, com o oculo do meu amigo, procurei entre as ramagens as ameias do manuelino portal da casa de Frigim. Esta casa fôra de José Augusto Pinto de Magalhães, cavalheiro que abriu no Porto, ha dez annos, uma chronica de infortúnios, e se fechou com ella n'uma valia do cemiterio do Alto de S. João, em Lisboa. Naquella casa tinha eu passado uma noute, ha doze annos. Referi a Antonio Joaquim a tragedia mysteriosa de José Augusto. Cahia a proposito contal a aqui ao leitor; mas, no mez que vem, ha-de boiar «no rio do negro esquecimento e eterno sono» mais um livro meu, desvelando a face enigmatica d'aquella grande desventura, que o mundo impiedoso quiz explicar com uma calunia maior.
Quando avistamos o edifício magestoso de Alemtém, o meu amigo mandou-me apontar o oculo um tôpo de outeiro, em que se avistava uma cruz alpendrada, com um lampadario pendente do docel de abobada.
— Tem um bonito romance aquella cruz — disse Antonio Joaquim. — Chamo-lhe eu bonito, porque encerra uma sublimada philosophia. Eu vim alli, ha tempos, comprar um potro n'aquella freguezia, e conheci, em casa do comprador, um sujeito, pequeno lavrador, a quem os da terra chamam o «Manoel brazileiros. Pelos trajos, encodeados de terra e remendados, entendi que o epitheto de brazileiro era epigramma popular com que a gentalha costuma alcunhar os patricios que voltaram pobres do Brazil.” (…)
Aqui se fala de uma personagem que, encantado por estórias de gente que enriqueceu com a emigração para o Brasil, quis também para si esse “El Dorado”, mas que só encontrou o destino de muitos aventureios em busca do desconhecido e em locais remotos, o cruel reverso da medalha da sorte… no fundo, Camilo Castelo Branco aborda nessa estória, a desmesurada ambição humana de enriquecer facilmente que, neste caso, incidiu sobre um pobre rapaz de Fregim, um tal Manuel do Lugar da Mó, Fregim, Amarante.
De facto, Fregim foi sempre um local de passagem dos viajantes que vinham de Trás-os-Montes para o litoral e vice-versa. O lugar da Pousada e a Casa de Pousada, não a pertencente ao Visconde da Granja e que posteriormente pertenceu ao Comendador José de Abreu, mas antes a Casa de Pousada, no mesmo local, que ainda pertence atualmente à família Sousa, de Pousada.
Em miúdo tive o privilégio de brincar e de visitar bastante esta casa, onde ainda eram visiveis os vestígios dos locais de amarração dos cavalos e de estacionamento das carruagens que lá paravam, para o repasto e descanso merecido dos ocupantes e dos animais que os transportavam. Tem também uma enorme cozinha, uma grande sala de jantar e muitos quartos e arrecadações, o que ajudou à sua função de Pousada.
Recordo aqui esta prova documental da importância estratégica de Amarante, que paulatinamente vamos vilipendiando, mas que penso que não devemos deixar morrer… pelo contrário, deveremos tentar por todos os meios possíveis inverter, a nosso favor, a favor de uma Amarante que Dom Gonçalo encontrou na sua viagem e que, não mais abandonou, tornando-se o seu patrono! Quanto ao romance de Camilo, aconselho vivamente a sua leitura."


(Artigo a publicar na edição desta semana do Jornal de Amarante)


(Amarante, Fregim, Casa da Pousada, no Lugar com o mesmo nome)

30/01/13

Arte Escrita - A Poetisa Anabela Borges, interpela-nos com: Curtas Poéticas 2013!

Política Nacional - A deputada socialista Glória Araújo, detida no início do mês de janeiro por condução com excesso de álcool no sangue, saiu da comissão parlamentar de Ética, a seu pedido!



«Deputada detida com álcool deixa Comissão de Ética

A deputada socialista Glória Araújo, detida no início do mês de janeiro por condução com excesso de álcool no sangue, saiu da comissão parlamentar de Ética, a seu pedido.

O presidente da Comissão para Ética, a Cidadania e a Comunicação, Mendes Bota, disse à agência Lusa que a deputada solicitou a saída da comissão e a sua substituição pelo deputado Pedro Delgado Alves.

Segundo o deputado do PSD Mendes Mota, o pedido de Glória Araújo chegou na passada quinta-feira à comissão parlamentar de Ética.

Também na semana passada, chegou à Assembleia da República o pedido do Ministério Público de levantamento da imunidade parlamentar da deputada socialista, adiantou Mendes Bota, referindo que o processo vai seguir agora os parâmetros habituais.

Segundo o deputado do PSD, a comissão de Ética vai nomear hoje à tarde um relator para elaborar o pedido do tribunal, que depois será votado na comissão para, "imediatamente a seguir", subir a plenário.

Glória Araújo foi detida numa operação stop, na madrugada de 05 de janeiro, em Lisboa, depois de ter acusado 2,4 gramas de álcool por litro de sangue, um valor que prefigura crime.

O Código da Estrada estipula os 1,2 gramas de álcool por litro de sangue como valor a partir do qual a condução é considerada crime.

A deputada foi detida pela PSP e, posteriormente, presente a tribunal, que confirmou a inibição de condução prevista no Código Penal, aguardando agora o levantamento da imunidade parlamentar.» in http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/politica/deputada-detida-com-alcool-deixa-comissao-de-etica
------------------------------------------------------------------------------------
Era o mínimo que a simpática senhora poderia fazer... e não é caso para dizer como o outro: - "Mas, qual é a pressa?..."


(Intervenção Deputada Glória Araújo)

Desporto Surf - O surfista Garrett McNamara aguarda a decisão de peritos norte-americanos para saber se bateu ou não o próprio recorde, mas uma medição feita por especialistas em Portugal conclui que a onda surfada esta semana na Nazaré chegou aos 34 metros de altura!



«Onda surfada por Garrett McNamara na Nazaré media 34 metros

O surfista Garrett McNamara aguarda a decisão de peritos norte-americanos para saber se bateu ou não o próprio recorde, mas uma medição feita por especialistas em Portugal conclui que a onda surfada esta semana na Nazaré chegou aos 34 metros de altura. A confirmar-se, o surfista norte-americano entra mais uma vez para o livro do Guiness.

Especialistas da Faculdade de Motricidade Humana (FMH), em Lisboa, mediram as duas ondas surfadas por Garrett McNamara na Nazaré em 2011 e agora em 2013, recorrendo ao mesmo programa informático e usando como referência a prancha do surfista.

Concluíram que a onda de 28 de Janeiro de 2013 tinha 34 metros, enquanto a de 2011 tinha 31 metros.

Peritos norte-americanos estão também a analisar a onda, vão medir a altura a partir da imagem captada no momento, utilizando o surfista como referência. Só depois é que o livro dos recordes do Guiness poderá incluir de novo o nome de McNamara como o surfista que desafiou a maior onda do mundo.» in http://sicnoticias.sapo.pt/desporto/2013/01/30/onda-surfada-por-garrett-mcnamara-na-nazare-media-34-metros


(Récord mundial: surfista estadounidense 'doma' una ola de 30 metros)

Corrupção - O Tribunal Colectivo da Sertã condenou na segunda-feira o ex-deputado socialista Carlos David Lopes a 11 anos de prisão efectiva num processo de corrupção passiva e peculato, relativo à obtenção de financiamento ilícito para a campanha eleitoral das autárquicas de 2005!



«Ex-deputado socialista condenado a 11 anos de prisão por corrupção passiva

Juízes deram como provada a obtenção de financiamento ilícito para a campanha das autárquicas de 2005 em Figueiró dos Vinhos. Antigo deputado já tinha sido absolvido neste mesmo processo.

O Tribunal Colectivo da Sertã condenou na segunda-feira o ex-deputado socialista Carlos David Lopes a 11 anos de prisão efectiva num processo de corrupção passiva e peculato, relativo à obtenção de financiamento ilícito para a campanha eleitoral das autárquicas de 2005.

O autarca socialista tinha sido absolvido destes mesmos crimes num primeiro julgamento do processo realizado em Novembro de 2011 em Figueiró dos Vinhos, mas o Ministério Público recorreu e a Relação de Coimbra ordenou a sua repetição na comarca da Sertã. Além de Carlos Lopes, foram ainda condenados dois outros arguidos acusados de terem agido em co-autoria consigo.

Carlos Lopes, que é agora vereador na Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos, no distrito de Leiria, considera tratar-se de uma situação “dramática que tira anos de vida a qualquer pessoa” e garante estar já a trabalhar com o seu advogado, Magalhães e Silva, no recurso a apresentar no Tribunal da Relação de Coimbra.

Em causa está uma investigação do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) na qual o autarca socialista é acusado de obter financiamento ilícito para a campanha eleitoral junto de empresas fornecedoras do município de Figueiró dos Vinhos, a troco de eventuais favores enquanto deputado, mas também de utilizar verbas da autarquia para pagar contas da campanha eleitoral e de falsificar a contabilidade do partido.

O DCIAP imputava-lhe, no total, a prática de 19 crimes de corrupção passiva e um crime de tráfico de influências. O antigo deputado respondia, ainda, por dois crimes de peculato em co-autoria com outros dois arguidos: Pedro Lopes, seu irmão e ex-vice-presidente da Câmara de Figueiró dos Vinhos, e Luís Silveirinha, funcionário da autarquia e mandatário financeiro da campanha eleitoral.Os dois foram também condenados no mesmo processo a cinco anos de prisão com pena suspensa.

Nas eleições de 2005, a que se reportam os factos investigados pelo Ministério Público, o PS viria a perder a câmara para o PSD, que ainda hoje mantém a presidência do município.

“Não há palavras para comentar esta decisão”, disse Carlos Lopes ao PÚBLICO, realçando o facto de a juíza ter “sublinhado que não houve qualquer aproveitamento pessoal ou benefício próprio” relativamente às verbas movimentadas. A condenação, disse ainda, acarreta “danos irreparáveis” para a sua vida e saúde.

Considerando tratar-se de uma “linchamento político”, o socialista, que chegou a ser chefe de gabinete do Governador Civil de Leiria, estranha que as alegações finais tenham decorrido na sexta-feira e que a leitura do acórdão tenha decorrido apenas três dias depois. “Foi tudo tão rápido que dá para suspeitar que tudo já estava decidido”, frisou.

O facto de também ter sido condenado vai levar Pedro David Lopes a renunciar à candidatura à presidência da Câmara de Figueiró dos Vinhos, anunciada há algumas semanas. Também Carlos Lopes renunciará à presidência da Comissão Política Concelhia de Figueiró dos Vinhos do Partido Socialista durante a reunião deste órgão marcada para o próximo sábado.» in http://www.publico.pt/sociedade/noticia/exdeputado-do-ps-carlos-lopes-foi-condenado-a-11-anos-de-prisao-e-recorre-de-sentenca-1582561

29/01/13

Desporto Surf - O norte-americano Garrett McNamara surfou segunda-feira, na Nazaré, no distrito de Leiria, uma onda que lhe poderá valer um novo recorde, depois de em 2011 ter feito história, também com uma onda de grande dimensão!

AGORA COM VÍDEO!: McNamara surfa mais uma onda gigante na Nazaré
(Foto: Tó Mané) 

«McNamara surfa mais uma onda gigante na Nazaré

O norte-americano Garrett McNamara surfou segunda-feira, na Nazaré, no distrito de Leiria, uma onda que lhe poderá valer um novo recorde, depois de em 2011 ter feito história, também com uma onda de grande dimensão. VEJA A FOTO e o VÍDEO e recorde a onda de 2011.

Os responsáveis pela empresa Municipal Nazaré Qualifica já pediram a dois peritos, dos Estados Unidos, para certificarem o tamanho da onda, que McNamara surfou segunda-feira.

"A equipa que acompanha Garrett McNamara entende que a onda surfada hoje é ainda maior do que a de 2011, mas para evitar que haja controvérsia pedimos a dois surfistas que fazem a certificação da [competição] 'Bilabong' que confirmem o tamanho da onda antes de falarmos em novo recorde", disse à Lusa o presidente da Empresa Municipal Nazaré Qualifica, Miguel Sousinha.

A onda de segunda-feira voltou a centrar as atenções em Garrett McNamara, que fez história na Nazaré ao surfar a maior onda de sempre no âmbito da Expedição ZON North Canyon em 2011 e que lhe valeu o prémio de maior onda da competição Billabong XXL Global BigWave Awards.

McNamara, que voltou à Nazaré, vindo diretamente do Havai com o objetivo de surfar "uma ondulação única", apanhou "uma onda monstruosa" que surgiu em direção ao promontório, explicou Miguel Sousinha.

As condições que trouxeram de volta McNamara, nomeadamente a previsão de ondas de grandes dimensões, semelhantes às maiores verificadas nos últimos anos, vão manter-se nos próximos dias.

Garrett McNamara chegou a Portugal acompanhado por Kealii Mamala, com quem surfou ondas geradas pela queda de blocos de um glaciar no Alasca em 2007, e por Kamaki Worthington e Hugo Vau, que formaram a equipa de segurança dentro de água.» in http://visao.sapo.pt/agora-com-video-mcnamara-surfa-mais-uma-onda-gigante-na-nazare=f709432#ixzz2JPJlWK6


(McNamara surfa mais uma onda gigante na Nazaré)

Desporto Futebol: O FC Porto foi considerado o melhor clube português no século XXI pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS), ficando em 13º lugar num ranking composto por 600 emblemas!



«IFFHS: FC Porto é o melhor clube português do Século XXI

O FC Porto foi considerado o melhor clube português no século XXI pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS), ficando em 13º lugar num ranking composto por 600 emblemas.



Os azuis e brancos contam com 2.240,5 pontos, ficando atrás da Roma, 12ª classificada, e à frente da Juventus, 14ª, num ranking que é liderado pelo Barcelona, seguido de Manchester United e Real Madrid, segundo e terceiro classificado, respetivamente.

Com 1.803 pontos, o Sporting é o segundo melhor clube português e é dono da 26ª posição, seguindo-se o Benfica em 34º, com 1.739 pontos, e o SC Braga no 69º posto, com 1.236,5 pontos.

Além destes clubes, que são os que representam Portugal nas competições europeias com mais frequência, o Marítimo é 136º classificado, com 830 pontos.

O Boavista, atualmente a competir na Segunda Divisão, aparece no 192º lugar, com 656 pontos, à frente do Vitória de Guimarães (208º posto com 622,5 pontos), Nacional da Madeira (218º com 606,5), União de Leiria (235º com 576,5), Vitória de Setúbal (251º com 560), Paços de Ferreira (258º com 551,5), Académica (290º com 509,5), Belenenses (305º com 490,5), Rio Ave (426º com 344), Beira-Mar (443º com 332,5), Gil Vicente (457º com 322), Naval (542º com 266) e Estrela da Amadora (586º com 232).» in http://www.zerozero.pt/noticia.php?id=97405


(FC Porto é o clube com mais títulos da Europa)

Política Nacional - António Costa vai avançar para uma candidatura à liderança do PS, e será recandidato à presidência da Câmara Municipal de Lisboa, apurou o Expresso!



«António Costa avança para o PS e para Lisboa

António Costa vai avançar para uma candidatura à liderança do PS, e será recandidato à presidência da Câmara Municipal de Lisboa, apurou o Expresso.

O Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa, deve avançar com uma candidatura a secretário-geral do PS, soube o Expresso.

Mas o avanço de Costa contra António José Seguro não o impedirá de se recandidatar por Lisboa nas próximas eleições autárquicas. Ou seja, António Costa avança para a liderança do PS mas também para a capital.

O autarca já convocou para as 19h de hoje uma reunião de urgência com a sua vereação na capital (no Intendente), para os informar da sua vontade. A reunião foi marcada sem ordem de trabalho pré-estabelecida.

O avanço de António Costa está apenas dependente da decisão que os órgãos nacionais do PS tomem: ou seja, Costa avança se os calendários forem antecipados e o congresso e as eleições diretas para a liderança se realizarem antes das eleições autárquicas.

A Comissão Política Nacional do PS reúne-se precisamente esta noite para decidir o que vai fazer em relação à data do congresso do partido e à realização de eleições diretas para a liderança.

Recorde-se que o PS ja viveu uma situação semelhante, quando em 1989 Jorge Sampaio, então secretário-geral do PS decidiu candidatar-se à Câmara de Lisboa, que ganhou. Só que neste caso é o presidente da Câmara a candidatar-se à liderança do partido.» in http://expresso.sapo.pt/antonio-costa-avanca-para-o-ps-e-para-lisboa=f783169#ixzz2JPABb2ce




"Qual é a pressa?"

AMARANTE – Teve lugar, a 26 de janeiro, a 9ª edição do Encontro de Cantadores de Janeiras, que reuniu no pavilhão da Escola Secundária de Amarante 22 grupos, constituídos a partir de bandas musicais, tunas, associações e ranchos folclóricos!

Armindo Abreu, Presidente da Câmara de Amarante assistiu ao 9º Encontro de Cantadores de Janeiras

«Pavilhão da Secundária de Amarante recebeu Encontro de Cantadores de Janeiras

AMARANTE – Teve lugar, a 26 de janeiro, a 9ª edição do Encontro de Cantadores de Janeiras, que reuniu no pavilhão da Escola Secundária de Amarante 22 grupos, constituídos a partir de bandas musicais, tunas, associações e ranchos folclóricos.

Participaram 22 grupos no 9º Encontro de Cantadores de JaneirasNo total, a iniciativa juntou cerca de 1500 pessoas, sendo que 675 eram cantadores e tocadores, que mostraram a sua arte a uma plateia atenta e entusiasmada. Armindo Abreu, Presidente da Câmara, seguiu atentamente o desempenho de todos os que ousaram subir ao palco e saudar os Reis.

A iniciativa juntou cerca de 1500 pessoas, sendo que 675 eram cantadores e tocadoresPara o Presidente do Município “o cantar das janeiras é um bom exemplo da herança de uma comunidade e de um povo. Herança essa, que se o Homem não se predispuser a manter no seu quotidiano e a transmitir aos demais, fácil e rapidamente se apaga das memórias pelo volver das gerações”.


Desde 2004 que a Câmara Municipal organiza encontros anuais de Cantadores de Reis, fazendo prevalecer músicas e cantares ligados à identidade cultural amarantina.» in http://local.pt/pavilhao-da-secundaria-de-amarante-recebeu-encontro-de-cantadores-de-janeiras/

(AMARANTE Cantadores de Janeiras)

28/01/13

Liga Zon Sagres: F.C. do Porto 5 vs Gil Vicente 0 - Dragões aplicam chapa 5 aos gilistas e comandam campeonato nacional!



«ARTÍSTICA E ESTATISTICAMENTE NA FRENTE


Havia melhor forma de completar um ano de invencibilidade na Liga do que consegui-lo recuperando o primeiro lugar frente ao Gil Vicente, o adversário responsável pela última derrota na competição? Havia, pelos vistos havia. E o FC Porto provou-o. Conseguiu-o com uma goleada (5-0) e uma exibição soberba, merecedoras da melhor nota artística e estatística.

Foi entrar com tudo. Ou quase tudo, porque o exercício de autoridade não expirou com o primeiro golo. A hegemonia azul, por vezes gritante, tocou todos os domínios do jogo: do estatístico ao estético, combinando as jogadas mais brilhantes, que ficaram a dever outra expressão ao resultado, com a posse de bola, que ao intervalo atingia a marca surpreendente de 83 por cento.

Com a liderança ao alcance de um desfecho expressivo, a primeira situação de vantagem surgiu cedo, logo ao quarto minuto, e obra de um só autor, com Danilo a superar adversários sucessivos antes do remate cruzado terminar na baliza de Adriano Facchini. Com a facilidade de uma rápida troca de pés, estava feito o mais difícil.

O processo com que o FC Porto se dispunha a simplificar, esgotando rapidamente todas as razões do sonho adversário, que aos quatro minutos já tinha conquistado a condição de delírio, não registou quebra e, ainda antes de o Gil Vicente poder processar o primeiro golo, sofreu o segundo, sem que Vítor Vinha percebesse exactamente que outro destino poderia dar à bola, que não as próprias redes, a tão curta distância do remate de Otamendi.

O intervalo chegou sem outros golos, que, no entanto estiveram para acontecer. No penálti que ficou por assinalar, depois de derrube a Danilo, ou na cabeça e nos pés de Jackson, com as oportunidades a perderem-se por questões de pormenor: por centímetros, primeiro, e porque Adriano Facchini também lá estava, depois.

Na verdade, o intervalo foi o único período de tréguas e, talvez por isso, o mais apreciado pelo Gil Vicente. Depois dele, o FC Porto proporcionou mais do mesmo e, em menos de dez minutos, voltava a marcar: Lucho abriu à esquerda e Defour fez o resto, com um remate cruzado e indefensável.

Ao cabeceamento de Varela e à emenda de Jackson, assistidos por Castro e Alex Sandro, Facchini também não pôde fazer muito mais senão observar. Ele e Cláudio também, que já tinha recebido ordem de expulsão, por acumulação de cartões amarelos. A goleada, selada pelo máximo goleador da Liga, agora com 15 remates certeiros, devolvia também o bicampeão ao seu lugar natural: o primeiro. Com os mesmos pontos do Benfica, mas com uma diferença favorável de três golos.

FICHA DE JOGO

FC Porto-Gil Vicente, 5-0

Liga, 16.ª jornada
28 de Janeiro de 2013
Estádio do Dragão, no Porto
Assistência: 24.202 espectadores

Árbitro: Paulo Baptista (Portalegre)
Assistentes: José Braga e Valter Rufo
Quarto Árbitro: Luís Ferreira

FC PORTO: Helton; Danilo, Otamendi, Mangala e Alex Sandro; Fernando, Lucho (cap.) e João Moutinho; Varela, Jackson e Defour
Substituições: Defour por Izmaylov (62m), Fernando por Castro (68m) e Varela por Sebá (81m)
Não utilizados: Fabiano, Maicon, Abdoulaye e Kelvin
Treinador: Vítor Pereira

GIL VICENTE: Adriano Facchini; Éder, Halisson; Cláudio e Vítor Vinha; Luís Manuel e César Peixoto; Paulo Jorge, André Cunha (cap.) e Luís Martins; Hugo Vieira
Substituições: Vítor Vinha por Valdinho (22m), Paulo Jorge por Brito (ao intervalo) e Hugo Vieira por Sandro (68m)
Não utilizados: Vítor Murta, Yero, Luís Carlos e Tiero
Treinador: Paulo Alves

Ao intervalo: 2-0
Marcadores: Danilo (4m), Vítor Vinha (11m, p.b.), Defour (54m), Varela (74m), Jackson (89m)
Cartão amarelo: Mangala (44m), Cláudio (47m e 61m)
Cartão vermelho: Cláudio (61m).» in http://www.fcporto.pt/Noticias/Futebol/noticiafutebol_futfcpgilvicentecro_280113_73494.asp


Liga Portuguesa 12/13 (16ªJ): FC Porto 5-0 Gil Vicente (28-01-2013)
Pin It button on image hover