30/09/08

Da Weasel - A Doninha está em grande forma!









Da weasel - "Da weasel - Dúia"

Da Weasel - "Re-Tratamento"

Da Weasel - "Tás na Boa"

DA WEASEL - "FORÇA" - (UMA PÁGINA DA HISTÓRIA)

Da Weasel - "Toda a Gente"

Da Weasel - "A Essência" - (Vem Sentir)

Da Weasel - "Agora e para Sempre"

Da Weasel - "Outro Nível"

Da weasel - "No Principio era o Verbo"

Da Weasel - "Mundos Mudos"

Da Weasel - "O Sentimento"

Da Weasel - "Tudo na Mesma"

Da Weasel - "Revolução"

«Da Weasel

Sítio oficial http://daweaselonline.com
Integrantes
Carlos Nobre(Pac)
Virgul
Jay-Jay
Quaresma
Guilherme Silva
Dj Glue
Ex-integrantes
Yen Sung
Armando Teixeira

Da Weasel é uma banda de música portuguesa formada em 1993.

História

Nascem em meados de 1993, como um projecto 100% em inglês e numa onda experimentalista. Na altura, os Da Weasel eram Pac, Armando, Jay Jay Neige e Yen Sung.
Um ano depois, dá-se a primeira aventura discográfica do grupo com o EP More Than 30 Motherf*****s. Desde logo, surge o primeiro hino do grupo, que, ainda hoje, é um dos temas de maior sucesso em concerto: "God Bless Johnny".
Não demoraria mais de um ano, para que editassem o primeiro álbum – "Dou-lhe com a Alma" – que é, simultaneamente, a primeira gravação de hip-hop de uma banda portuguesa; um trabalho onde se assinala a transição para o português como língua dominante. Nessa altura, à formação inicial juntam-se Pedro Quaresma (guitarra) e Guilherme Silva (bateria).
1997 traz o 3º Capítulo. Um disco duro, de discurso duro e onde Pac se afirma - definitivamente – como um dos maiores e mais engenhosos letristas do panorama musical português. "Todagente", um dos temas, torna-se um dos hinos do grupo. Ainda antes da gravação deste álbum, volta a haver mexidas na formação: sai Yen Sung e entra Virgul. É com esta formação que os Da Weasel vão para a estrada.
Em 1998, é feita uma reedição deste álbum. Ao alinhamento inicial junta-se um CD extra, com remixes de quatro temas: "Dúia" (remisturado por Ricardo Camacho/ Amândio Bastos), "Pregos" (por Alex Fx), "Casos de Polícia" (por DJ C-Real) e "Para a nóia" (por Armando Teixeira). Ainda neste ano, participam nos projectos "Tejo Beat" - colectânea produzida por Mário Caldato (Beastie Boys) -, com o tema "Produto Habitual", e "XX Anos, XX Bandas" – disco de tributo aos Xutos & Pontapés –, com o tema "Esquadrão da Morte".
O regresso aos álbuns dá-se em Setembro de 1999 com Iniciação A Uma Vida Banal - O Manual. Um disco genial, que recebeu a aclamação da crítica. Deste álbum são vários os temas que se tornam "clássicos" do grupo, entre os quais se destaca "Outro Nível" – por muitos reconhecido como "Let’s Go". Um tema que conta com um dos melhores vídeos de sempre realizados em Portugal. Este álbum leva os Da Weasel para a estrada. Uma digressão memorável, que tem um dos seus pontos altos no Pavilhão Atlântico, onde realizaram a primeira parte do concerto dos Red Hot Chili Peppers (Novembro, 1999).
Em Agosto de 2000, os Da Weasel atingem os dois primeiros galardões de prata (hoje Dupla Platina) da sua carreira, atribuídos aos dois últimos álbuns editados pelo grupo: "3º Capítulo" e "Iniciação A Uma Vida Banal - O Manual".
No decurso desse mesmo ano, além dos concertos, assinala-se a participação no álbum de tributo ao "Ar de Rock" de Rui Veloso - "20 anos depois – Ar de rock" – com o tema "Miúda (fora de mim)". No início de 2001, os Da Weasel entram em trabalho de composição para o novo álbum de originais, já sem a presença de Armando Teixeira, que, entretanto, sai da banda. Durante o Verão, participam nos festivais do Sudoeste e de Paredes de Coura. O álbum fica pronto em Outubro, estando a sua edição agendada para 3 de Dezembro. "Podes fugir mas não te podes esconder" é o título daquele que é, provavelmente, um dos melhores discos do grupo. Sendo este também o primeiro disco de Ouro (hoje Dupla Platina) da Banda. "Tás na Boa" é o primeiro single, cujo vídeo é a maior produção de sempre realizada com uma banda portuguesa. Destaque-se ainda a excelente produção de Mário Barreiros e a participação dos Orishas no tema "Sigue, Sigue!".
Em 2004 os Da Weasel começam o ano da melhor forma: na pré-produção do disco que se virá a chamar “Re-Definições”. Um sexteto desde a entrada de DJ Glue para a familia (aquando do inicio da tournée de “Podes Fugir Mas Não Te Podes Esconder”), o grupo reúne-se diariamente na casa do guitarrista Quaresma juntamente com o co-produtor e amigo de longa data João Martins e começa a “re-definir” a sua sonoridade mais uma vez.
No primeiro fim-de-semana de Fevereiro fazem as malas e arrancam para o Algarve. O destino é Olhão, morada do estúdio Zip-Mix (de Tó Viegas e Viviane dos Entre Aspas), onde mais tarde se lhes juntarão os convidados João Gomes (Cool Hipnoise e Spaceboys) e André Rocha. Levando o trabalho com a calma necessária de quem quer fazer um disco com conta, peso e medida, os Da Weasel permanecem no Algarve até ao final desse mês, saindo do estúdio com o novo cd praticamente acabado de gravar. Falta agora apenas registar as colaborações de Manel Cruz (ex-Ornatos Violeta, Pluto) e da locutora/apresentadora Anabela Mota Ribeiro, bem como um ou outro pormenor. Nas primeiras semanas de Março todas as gravações são terminadas nos Estúdios Valentim de Carvalho em Paço de Arcos e João Martins, juntamente com Pedro Caldeira começa a misturar Re-Definições, provavelmente o disco mais intimista dos Da Weasel desde “3º Capítulo”. No princípio de Abril o álbum é masterizado em Londres. Nesse mesmo ano a Banda percorre o País em concertos e em Festivais, como Super Bock Super Rock, com esse seu recente álbum, além de gravarem um DVD com um concerto ao vivo em Tondela e um documentário sobre a digressão.
"Re-tratamento" (o primeiro single extraído do álbum) foi a música que os lançou definitavemnte para o mercado português permitindo-os acabar ano em beleza com a atribuiçao do prémio "Best Portuguese Act" no MTV Europe Music Awards, em Roma.
Já em 2005, cristaliza-se um ciclo de amadurecimento, marcando a entrada numa nova etapa da caminhada: Re-Definições, o último álbum, é sinónimo de quadrupla platina - mais de oitenta mil (80 000) unidades vendidas, de 2 Globos de Ouro (Melhor Grupo e Melhor Canção do Ano) entre muitos outros prémios e de refrões entoados pelo público de Norte a Sul do país, destancando as lotações esgotadas dos Coliseus de Lisboa e Porto e no Olympia de Paris (numa das mais extensas digressões de que há memória). Recorde-se que Olavo e Virgul participaram na faixa "Só Queres o que Queres Ver" no álbum "Ritmo, Amor, Palavras" de Boss AC. Neste mesmo ano, Carlao co-escreveu a banda sonora do filme do Crime do Padre Amaro com Sam The Kid.
Em 2006 participaram na compilção "Play Up" da Copa do Mundo de 2006 com o tema Play Up que ficou em primeiro lugar do Top de vendas do iTunes em Vários países. Virgul participou no Tema Espelho Meu no álbum Resvistados de tributo aos GNR. Quase no fim da digressão do álbum Re-Dedefinições, a Banda juntou-se à orquestra sinfónica, dirigida pelo maestro Rui Massena, numa brilhante fusão entre o Hip-Hop e a Música Clássica. Paralelamente, Pacman(Carlos Nobre) participa, como mandatário para a Juventude, na candidatura presidencial de Manuel Alegre.
No dia 2 de Abril de 2007 lançaram Amor, Escarnio e Maldizer, álbum que conta com muitas participações, tais como Gato Fedorento, Bernardo Sassetti, Rapper e o produtor americano Atiba the Dappa e a participação especial da orquestra de Praga dirigida pelo Maestro Rui Massena. Nesse álbum destacam-se "Dialectos da Ternura" e "Mundos Mudos", uma das três músicas em que participa a orquestra. Dia 10 de Novembro de 2007, os DW levaram a baixo o Pavilhao Atlantico, com um grande concerto em que cantaram muitos dos grandes êxitos, e em que levaram muitos convidados como maestro Rui Massena e a orquestra sinfónica de Praga, Bernardo Sasseti, Manuel Cruz, Gato Fedorento e Atiba

Dia 10 de Novembro de 2008 (Um ano depois) irão lançar o DVD do Concerto realizado no Pavilhão Atlântico!

Prémios

No dia 18 de Novembro de 2004, os Da Weasel são premiados no evento MTV Europe Music Awards, realizado em Roma (Itália), com o prémio "Best Portuguese Act" (Melhor Grupo/Banda Portuguesa).

Em 2006 os Da Weasel fizeram uma remistura da faixa "Maneater", de Nelly Furtado, versão feita só para a edição portuguesa do álbum "Loose".

No mesmo ano, venceram 2 Globos de Ouro nas categorias "Melhor Banda Portuguesa" e "Revelação do Ano".

Em 2007, repetiram a proeza, vencendo de novo, no festival MTV Europe Music Awards, na categoria de "Best Portuguese Act".

Em 2008 foram novamente nomeados para os Globos de Ouro, na categoria de "Melhor Banda Portuguesa", tendo vencido o prémio.

Discografia

EPs

* 1994: More Than 30 Motherf*****s

Álbuns de estúdio

* 1995: Dou-lhe Com A Alma
* 1997: 3º Capítulo
* 1999: Iniciação A Uma Vida Banal - O Manual
* 2001: Podes Fugir Mas Não Te Podes Esconder
* 2004: Re-Definições
* 2005: Re-Definições Edição especial
* 2007: Amor, Escarnio e Maldizer

Ao vivo

* 2005: Ao Vivo Coliseus

Videografia

* 2004: Ao vivo Tondela (DVD)» in Wikipédia.

"Bora lá fazer a puta da revolução

Dar a volta a esta merda de uma vez por todas
Eu não me consigo controlar com este estado de coisas
Tá na hora de pegarmos no assunto com as nossas proprias mãos
Vamos ver...
Segunda não dá jeito porque saio sempre tarde
Á terça e á quinta tenho terapia não dá para faltar
Ás quartas tenho a lerpa com a rapaziada
Sabes que a cartada é sagrada boy, nao me digas nada
Sexta feira é dia de apanhar uma bela moca
Sabado levo o puto ao happymeal com um sorriso na boca
Resta o domingo, só espero não tar muito cansado
Se o benfica nao jogar boy, tá combinado."
---------------------------------------------------------------------
Está na hora de fazermos uma Nova Revolução em Portugal, está bem na hora! Passar das Palavras à Acção, está na Hora de Revolução! Texto actual este, muito actual. Da Weasel, a Doninha acerta na mouche! É uma questão de dedo na ferida...

Mais informações sobre esta banda de grande peso no panorama musical actual Português, no seguinte link:
http://www.daweaselonline.com/

Crise Mundial Localizada num Pequeno Espaço do Mundo!


















A Brincar, a Brincar, se calhar está ali a génese da Crise Mundial!

Futebol Clube do Porto formação: Juniores B e C Vencem e convencem!

«Triunfos portistas no futebol de formação


As jovens formações portistas que competem nos Campeonatos Nacionais de Juniores B e de Juniores C garantiram um fim-de-semana triunfante nas respectivas competições. Nos Juniores B, os Dragões receberam e bateram o Boavista por 3-2, enquanto nos Juniores C a equipa azul e branca levou a melhor sobre o Feirense, por 1-0.

Numa partida disputada no CTFD PortoGaia, a equipa de Juniores B portista superiorizou-se à formação do Boavista, criando inúmeras oportunidades de golo, para além das três concretizadas. Flávio, Amorim e Filipe Barros foram os autores dos tentos portistas que garantiram o triunfo caseiro face ao conjunto do Bessa.

Os Dragões somaram a segunda vitória consecutiva em outras tantas jornadas disputadas no campeonato, seguindo, a par da Académica, no comando da série B da competição, com seis pontos conquistados.

No que diz respeito aos Juniores C, a formação azul e branca estreou o Vitalis Park em jogos oficiais com um triunfo sobre o Feirense, 1-0. O golo da vitória foi apontado por Bernardo, atribuindo aos Dragões a liderança invicta da Série B do campeonato, somando nove pontos nos três encontros já disputados.» in site F.C. Porto.

29/09/08

Cinema: Paul Newman - Morreu um Grande Actor, que eu aprecio bastante!

















Algumas imagens de uma carreira muita longa, de um grande actor!

«Cool Hand Luke

Synopsis

Newman stars in the title role as Luke, a prisoner in a Florida prison camp who refuses to submit to the system. His inability to conform drives the plot of the movie, in the same vein as characters such as Winston Smith from Nineteen Eighty-Four, Randle McMurphy from One Flew Over the Cuckoo's Nest, and Jake Holman in The Sand Pebbles.
Luke is sent to the prison camp for cutting the heads off parking meters one drunken night. His unquenchable spirit makes the other prisoners idolize him.[2]
Luke becomes notorious for his escapes from prison. During the longest such escape, Luke mails a magazine to the other prisoners with a photograph in it of him with two beautiful women, which the prisoners receive with awe and delight. However, Luke is again caught and beaten after being returned to the prison. He receives immediate care from his friends as they tell him how amazed they were at his picture. The delirious Luke, however, admits that the picture was a fake and it cost him a whole week's pay. Afterward, as he struggles to recover, Luke's will is broken in front of the other prisoners. As punishment for trying to escape, he has to dig a large hole in the prison camp yard, then fill it in and repeat the process, as his comrades look on with shame. At night, an exhausted Luke collapses in his hole and begs the bosses for mercy and not to be hit again. His friends hear this and lose the last of the idealized image they had of him. One prisoner pulls out the magazine with Luke's picture in it and tears it up. Luke is hauled back into the bunk house, where he struggles to his bed alone.
Broken in spirit, Luke nonetheless takes one last stab at freedom when he gets the chance to steal the guards' truck. Dragline, his closest associate in the prison gang, jumps in the truck with Luke and they drive off. The two travel together until at night near a church Luke tells Dragline that they should split up. Saddened and regretful, Dragline thanks Luke as the two part, and Luke enters the church. Moments later, police cars arrive outside the church. Dragline suddenly enters and tells Luke it's over and he made a deal with the bosses that they won't hurt him if he surrenders peacefully. Luke, knowing better, appears in an open window and remarks, "What we've got here is a failure to communicate," echoing the Captain's own words to Luke earlier in the film. Luke is immediately shot in the neck. A distraught Dragline hauls him outside, where he is placed in a car with orders to take him to the prison hospital, even though someone protests that it is more than an hour away and he needs immediate medical attention.
Later, Dragline and the other prisoners reminisce about Luke in the fields. Dragline describes Luke's unique smile as scenes of the protagonist flash across the screen. The final image is the now-restored picture of Luke and the two women, with the rips forming the shape of a cross, before the screen fades to black.» in Wikipédia.

Mais informação sobre este magnífico filme, no seguinte link:
http://www.imdb.com/title/tt0061512/
---------------------------------------------------------------------------
Esta cena do Filme Cool and Luke, marcou-me de tal forma que nunca mais a esqueci desde que assisti ao filme pela primeira vez. O recém prisioneiro afrontou o gigante dominador da prisão, desafiou-o para um combate de boxe, tendo levado porrada velha do gigante que era bem mais forte fisicamente, mas, levantou-se sempre, nunca se rendeu, ganhando o respeito do seu adversário e dos seus restantes companheiros pela sua raça, abnegação e coragem. Isto, para mim, marcava bem o carácter fortemente vincado, quer do personagem, quer do actor Paul Newman que faleceu no Domingo passado. Penso que ele não se importará, como grande Humanísta que foi, de eu dedicar esta sua marcante cena de pancadaria aos Professores Portugueses, que vão levar muita porrada durante este ano lectivo, vão ser muito humilhados, mas é importante levantarmo-nos e derrotar estes proto-facistas que nos (des)governam! Até sempre, Paul Newman! De facto a homens como ele, nem a morte os pode calar; ele estará sempre connosco! Até um dia, Paul Newman e força Senhores Professores; podemos cair, mas teremos que nos erguer sempre, ou isso ou mais vale desistir de tudo... como faria Paul Newman!

Mais informações sobre este extraordinário Actor, no seguinte link:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Paul_Newman

Educação em Portugal - A farsa e o mau estar instalados nas Escolas portuguesas!









«Escolas querem notas dos alunos fora da avaliação

Professores reclamam suspensão do parâmetro com base numa recomendação do CCAP
00h30m
ALEXANDRA INÁCIO
Há escolas que se preparam para pedir a suspensão do parâmetro referente aos resultados dos alunos na avaliação de desempenho, com base num documento produzido pelo Conselho Científico para a Avaliação de Professores.

Uma escola de Vila Real poderá enviar para o Ministério da Educação um abaixo-assinado defendendo a suspensão do parâmetro B (resultados escolares). No Estoril há outra. Há também um caso, na região Centro, cujo Conselho Pedagógico se recusou a aprovar os instrumentos de avaliação e os professores, em reunião geral, se preparam para pedir a suspensão do processo.
Os sindicatos não identificam os estabelecimentos para não os sujeitarem a "pressões antecipadas" da tutela. Dizem que nas escolas se vive "um clima de medo", e que o processo de avaliação está longe de ser tranquilo. "Até ao final do ano, o movimento voltará a ser nacional", garantiu, convictamente, ao JN Carlos Chagas, presidente do FENEI/Sindep.
"Quando os professores perceberem que o seu esforço é inglório e que a avaliação - da qual depende a sua progressão na carreira - resulta de uma apreciação subjectiva reagirão de forma consistente e nacional. Não tenho dúvidas", insistiu.
No "mail verde" que criou para acompanhamento do processo, a Fenprof já recebeu mais de 500 queixas, em quatro meses. "E a procissão vai no adro", comenta ao JN Mário Nogueira.
"Há escolas que definiram metas de sucesso, por exemplo de 80%, e se o professor não a cumpre é penalizado na avaliação. É inaceitável", afirma o secretário-geral da Fenprof, que tal como a FNE e o Sindep recusam, liminarmente, que os resultados dos alunos façam parte dos parâmetros de avaliação de desempenho.
O CCAP recomenda que os resultados sejam "uma responsabilidade partilhada pela escola e pelo docente". Já a Associação Nacional de Professores, não discorda com o princípio desde que não se focalize nas notas. "Há testes padronizados aplicados aos alunos, muito usados nos EUA" que podem medir "a evolução da aquisição de conhecimentos", defendeu João Grancho. O problema, insistiu, "é que as escolas ainda não têm uma cultura de avaliação. É preciso tempo e formação, que não se centre na divulgação do diploma legal, mas na organização prática do processo".» in
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=1019131

«Conselho alerta para o risco de a avaliação ser "irrelevante"

"O Conselho considera que, a par das oportunidade que se abrem, como é próprio dos processos de mudança, se corre o risco de a avalição se constituir num acto irrelevante para o desenvolvimento profissional dos docentes, sem impacto na melhoria das aprendizagens dos alunos que conviria evitar desde o início".
O alerta não consta de um comunicado emitido por um sindicato de professores, mas dos "Princípios orientadores sobre a organização do processo de avaliação do desempenho docente", documento produzido pelo Conselho Científico para a Avaliação de Professores (CCAP), criado e tutelado pelo Ministério da Educação.
O Conselho alerta para os riscos da burocratização excessiva e recomenda às escolas que organizem "um dispositivo de avaliação congruente com o projecto educativo e o plano de actividades das escolas".
O problema é que muitas escolas ainda não alteraram os seus projectos educativos a partir dos quais serão definidos os objectivos individuais dos docentes, garante João Grancho. "Já perdemos muito tempo no braço de ferro sobre a aplicação do modelo no ano lectivo anterior", lamenta o presidente da ANP, considerando que a insistência do Ministério da Educação "em queimar etapas" só prejudicará avaliadores e avaliados.
O CCAP recomenda às escolas que durante este ano lectivo, aprofundem "os instrumentos de monitorização das aprendizagens, de forma a consolidar uma cultura de avaliação e estar em condições de interpretar os indicadores de resultados escolares".» in http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=1019128
-------------------------------------------------------------------------------
Eu só questiono se existe alguma classe em Portugal que desperdice mais tempo em burocracia que os docentes Portugueses? Se isto é um Sistema Inteligente de Avaliação, é sinal que somos mesmo do Terceiro Mundo! Eu só vejo colegas sem tempo para preparar aulas, eu só vejo instalar-se um clima de domínio do papel sobre o individuo. O controlo, feed-back e a avaliação de um Sistema de Informação, em qualquer Instituição/Empresa, não podem absorver mais tempo que a produção útil, pelo menos assim o dizem os tratados de Gestão mais recentes. Também dizem que o papel deve ser eliminado ao máximo e não será igualmente uma contradição, investir tanto em Tecnologia nas Escolas e ver aumentar o número de capas de arquivo em papel? Só sei que não vejo caras felizes em quem tem que dar aulas felizes, para fazer alunos felizes, numa Educação que se quer Feliz e Eficaz. Eu já só vejo capas poeirentas de papeis velhos que ninguém irá ter tempo para ler, mas em que se gastarão muitas energias a produzir... burocracia! Simplifiquem Senhores, deixem de ser autistas, sejam mais Magalhães na substância e menos na aparência, Senhores que nos tutelam!

F.C. do Porto - Uma Vitória dos Veteranos no dia em que o Clube fez 115 anos!









«Veteranos vencem em dia de aniversário

A equipa de veteranos do F.C. Porto derrotou este domingo a sua congénere do Boavista, em partida amigável realizada no Vitalis Park e que integrou o programa das comemorações do 115º aniversário do emblema do Dragão.
Depois de um empate a dois golos no tempo regulamentar (Rui Barros e Tozé II festejaram para o F.C. Porto), a decisão do triunfo acabou por surgir através da marcação de grandes penalidades, com os azuis e brancos a serem mais felizes e arrancarem fortes aplausos das várias centenas de adeptos presentes na bancada do espaço que recriou a mística da Constituição.

Celebrar uma história de 115 anos de vitórias

A jornada de celebração que assinala o 115º aniversário do F.C. Porto arrancou logo pela manhã deste domingo, dispersa por várias iniciativas, que marcam a passagem de mais um capítulo notável na história azul e branca, sob o signo do êxito desde 1893. As comemorações prosseguem ao longo do dia, reforçando a emoção e pujança do emblema portista.
O já tradicional hastear da bandeira do clube, em plena Praça do Estádio do Dragão, deu o mote para as festividades de mais um dia marcante na história portista, orgulhosamente detentora de 115 anos de afirmação e êxitos. A jornada festiva, que contou com a presença de inúmeras figuras intimamente ligadas à vivência quotidiana do clube, serviu igualmente para recordar e homenagear aqueles que, pelos seus relevantes serviços, ficarão para sempre associados à história azul e branca.
No primeiro instante do dia, referência para as participações de António Frasco, em representação do futebol, e de Filipe Santos, Manuel Arezes e Nuno Marçal, em representação das modalidades azuis e brancas.
Das várias etapas que constituíram o dia de aniversário azul e branco, destacam-se a visita ao Cemitério de Agramonte e ao Mausoléu portista aí localizado, bem como a Missa de sufrágio pelos simpatizantes, dirigentes e atletas do clube, realizada na Igreja de Santo António das Antas.
Para a tarde deste domingo está reservada mais uma iniciativa de contornos singulares, que junta algumas das personalidades ilustres do futebol portista das últimas décadas, numa partida de futebol de Veteranos, a disputar entre os Dragões e o Boavista, tendo como cenário exclusivo o Vitalis Park, o novo espaço de referência do clube, num duelo com início marcado para as 15 horas.
A excelência e a distinção voltam desta forma a marcar mais uma etapa do registo portista, orgulhosamente assinalada por todos aqueles que, com paixão, recordam os feitos já alcançados e voltam horizontes para o futuro. Definitivamente, «a vencer desde 1893».» in site F.C. Porto.
---------------------------------------------------------------------
F.C. do Porto de Parabéns, a Nação Portista está de Parabéns e a vencer desde 1893!

28/09/08

Hoquei Patins - F.C. Porto 6 vs H.C. Braga 2 - F.C. Porto vence 16.ª Supertaça António Livramento!









Supertaça - FC Porto vence HC Braga e conquista 16º troféu


O FC Porto confirmou este sábado a sua supremacia no hóquei em patins nacional, ao conquistar pela 16ª vez a Supertaça António Livramento, em Ponte de Lima, após a vitória sobre o Hóquei Clube de Braga, por 6-2.
Numa reedição da final da Taça de Portugal, que permitiu aos heptacampeões nacionais alcançar a "dobradinha", o Hóquei Clube de Braga voltou a não ter argumentos e sucumbiu ao "poder de fogo" dos "dragões".
Sem Reinaldo Ventura e Pedro Moreira, por lesão, o FC Porto entrou decidido a resolver cedo o encontro, mas as tentativas para chegar ao golo esbarraram quase sempre no guarda-redes Guilherme Silva.
A gazua para abrir a baliza do Hóquei Clube de Braga foi Jorge Silva, que, com poucos segundos na pista, após substituir Caio, fez o 1-0, aos 13 minutos, concluindo com êxito um desvio em posição frontal.
O FC Porto elevou para 2-0 por Filipe Santos, na conversão de uma grande penalidade, aos 18 minutos, mas depois a baliza de Edo Bosch passou por um período de maior assédio por parte da formação bracarense.
Hélder Teixeira, após várias ameaças, chegou ao golo na sequência de uma jogada individual, reduzindo a diferença para 2-1, aos 21 minutos.
No início da segunda parte, o Hóquei Clube de Braga procurou surpreender o FC Porto, mas as suas intenções, nomeadamente através de remates de longe por António Rodrigues, foram paradas por Edo Bosch.
O guarda-redes espanhol voltou a estar em bom plano ao defender uma grande penalidade marcada por António Rodrigues, aos 29 minutos, e, no minuto seguinte, o FC Porto elevou para 3-1, por Jorge Silva.
A tranquilidade surgiu aos 37 minutos, com o FC Porto a marcar por duas vezes: primeiro por Jorge Silva (4-1), num desvio frente a Guilherme Silva, e depois por Caio (5-1), com um remate forte e colocado.
Após Edo Bosch ter negado por duas vezes o golo ao adversário, o FC Porto elevou a vantagem por Emanuel Garcia, aos 46 minutos, e, já nos derradeiros segundos, o Hóquei de Braga reduziu para 6-2, por Álvaro Pinto.
A anteceder a Supertaça, a Federação de Patinagem de Portugal (FPP) homenageou alguns campeões mundiais e europeus, casos de Vítor Bruno, Carlos Realista, António Chambel, Franklim Pais e Vítor Hugo (ausente).

Equipas:

- FC Porto: Edo Bosch, Filipe Santos, Emanuel Garcia, Ricardo Figueira e Caio. Jogaram ainda: Jorge Silva e André Azevedo.

- Hóquei Clube de Braga: Guilherme Silva, André Centeno, Rodrigo Sousa, Álvaro Pinto e Jorge Maceda "Xixa". Jogaram ainda: António Rodrigues e Hélder Teixeira.

Fonte: Lusa» in http://infordesporto.sapo.pt/Informacao/Modalidades/HoqueiemPatins/noticiahoquei_hoqsupertacafcpbragacro_270908_545892.asp
------------------------------------------------------------------------------
Começam a faltar palavras para definir estes campeões que papam os títulos todos. Viva o F.C. do Porto, mais uma grande vitória!

27/09/08

Poesia de Ângelo Ôchoa - "Agora"



"Agora", por Ângelo Ôchoa, um Poeta de Causas!

"Quando chegará a tua festa fraternal,

aurora que te ergas gingando, moça louca?

Quando, em teus legítimos ritmos,

celebrarás teu perdão com lágrimas e alegria?

A humanidade te abrace, pátria irmã.

Do escuro que 'inda dura aconteça alcançar-se-te

o sonho demasiadamente adiado.

Ao calor dum novo sol te rebrilhe no esplendor a negra tez;

na festa t'envolvas; no pó, a veraz luz, à clara paz ascendas;

reencontres-te e exultes, Angolana Longínqua Alma."

Lenny Kravitz - Mais um Músico de qualidade que vem dos 80's!







Lenny Kravitz - "It Ain't Over 'Til It's Over"

Lenny Kravitz - "I Belong to You"

Lenny Kravitz - "American Woman"

Lenny Kravitz - "Calling all Angels"

Lenny Kravitz - "Are you Gonna go my way"

Lenny Kravitz - "Again"

Lenny Kravitz - "Where are we Running"

Lenny Kravitz - "Thinking of You"

«Lenny Kravitz

Leonard Albert "Lenny" Kravitz (Nova Iorque, 26 de maio de 1964) é um cantor, multi-instrumentista, produtor e arranjador norte-americano, cujo estilo "retrô" incorpora elementos de rock, soul, funk, reggae, hard rock, psicodélico, Folk, e baladas.
Além de ser vocalista e também fazer backing vocals, muitas vezes ele toca todas as guitarras, baixo, bateria, teclados e percussão quando grava. Ele ganhou o Grammy Awards para "Melhor Performance Rock Vocal Masculino" por quatro anos consecutivos de 1999 a 2002. Foi classificado na nonagésima terceira posição no VH1's 100 Greatest Artists de Hard Rock.Lenny recebeu um convite para assumir o vocal da banda Velvet Revolver e aceitou.» in Wikipédia.

"Artist: Lenny Kravitz lyrics
Album: 5
Year: 1998
Title: I Belong To You Print

Lyrics to I Belong To You :
You are the flame in my heart
You light my way in the dark
You are the ultimate star

You lift me from up above
Your unconditional love
Takes me to paradise

I belong to you
And you
You belong to me too

You make my life complete
You make me feel so sweet

You make me feel so divine
Your soul and mind are entwined
Before you I was blind

But since I've opened my eyes
And with you there's no disguise
So I could open up my mind

I always loved you from the start
But I could not figure out
That I had to do it everyday

So I put away the fight
Now I'm gonna live my life
Giving you the most in every way

I belong to you
And you
You belong to me too

You make my life complete
You make me feel so sweet

Oh I belong to you
I belong to you
And you, you
You belong to me too

You make my life complete
You make me feel so sweet

Oh I belong to you
I belong to you
And you, you
You belong to me too

You make my life complete
You make my life complete
You make me feel so sweet

Oh I belong to you
I belong to you
And you, and you
You belong to me too

You make my life complete
You make my life complete
You make me feel so sweet"

Mais informações sobre este grande Músico, no seguinte link:
http://www.lennykravitz.com/
Pin It button on image hover