18/02/18

Vitivinicultura - Ao todo foram dez vinhos e um espumante da sub-região de Baião, que agrega os concelhos de Baião, Cinfães e Resende, selecionados pelo comissário do Vinho Verde Experience, José Silva, que deu destaque à casta avesso.



«"Eça de Queiroz" e Humberto Coelho promoveram vinho verde do Tâmega e Sousa
António Orlando

O que é que Eça de Queiroz e Humberto Coelho têm em comum? A resposta tem tanto de real como de ficcionada: ambos partilharam o gosto pelo vinho verde num jantar vínico realizado em Tormes, Baião, na Fundação batizada com o nome do célebre escritor de "A Cidade e as Serras".

O escritor deliciou-se com vinho que regou o arroz de favas com frango alourado, o outro, o futebolista, confessou ao JN que é apreciador de vinho verde, "especialmente do tinto para regar o arroz de lampreia".

No Tâmegasousa Vinho Verde Experience, jornada de promoção ao preciso néctar e à gastronomia da região que estar a ser realizada pela Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, a figura de Eça foi representada pelos Viajantes do Tempo, uma dupla de atores amadores do concelho de Baião, já o ex-futebolista disse presente à chamada do município de Resende, para dar a cara pelos vinhos da terra onde tem raízes.

Ao todo foram dez vinhos e um espumante da sub-região de Baião, que agrega os concelhos de Baião, Cinfães e Resende, selecionados pelo comissário do Vinho Verde Experience, José Silva, que deu destaque à casta avesso.

Na ocasião foi dada a prova que a região de vinhos verdes está também apta a produzir vinho a partir das castas tinta roriz, touriga nacional e sousão. O resultado, ao palato de quem provou um tinto da Quinta da Massôrra, "é um vinho que cheira a maduro e sabe a verde", exclamou um dos convidados.

Depois de Baião, seguem-se idênticas iniciativas em Amarante e Penafiel. A 16 de março, serão divulgados os vinhos da sub-região de Amarante, que agrega os concelhos do Marco de Canaveses e Amarante. O jantar decorrerá na Casa da Calçada, restaurante Largo do Paço, e terá como chef Tiago Bonito e enólogo João Cabral de Almeida. No dia 20 de abril, decorrerá o último jantar, em Penafiel, na Quinta da Aveleda. No evento serão divulgados os vinhos da sub-região do Sousa. O jantar estará a cargo do chef Renato Cunha e os vinhos analisados pelo enólogo Manuel Soares.

Em Baião, foram divulgados os vinhos da sub-região onde a casta avesso dita as regras. O jantar servido na Casa de Tormes contou com o arroz de favas com frango alourado, em versão contemporânea, confecionado pelo chef Nuno Diniz. Na mesa não faltou o "foie gras" com uma tosta de biscoito da Teixeira de entrada, o frango foi assado no forno, as favas juntaram-se no prato principal em forma de puré e o arroz foi substituído pelo trigo sarraceno. Na sobremesa, rabanada com citrinos caramelizados em espuma de maracujá encerrou o repasto regado, sempre, com vinho verde.» in https://www.jn.pt/local/noticias/porto/baiao/interior/eca-de-queiroz-e-humberto-coelho-promoveram-vinho-verde-do-tamega-e-sousa-9126218.html

17/02/18

F.C. do Porto Ciclismo - Na chegada a Tavira, onde terminou a quarta e mais longa etapa da edição 44 da Volta ao Algarve, Samuel Caldeira foi o primeiro dos corredores da W52-FC Porto a cortar a meta.



«JOÃO RODRIGUES ESTEVE EM DESTAQUE NO QUARTO DIA DE VOLTA AO ALGARVE

Ciclista da W52-FC Porto foi um dos fugitivos que animou a penúltima etapa da prova.

Na chegada a Tavira, onde terminou a quarta e mais longa etapa da edição 44 da Volta ao Algarve, Samuel Caldeira foi o primeiro dos corredores da W52-FC Porto a cortar a meta, mas, ao longo dos 199,2 quilómetros da ligação desta localidade a Almodôvar (local de partida), João Rodrigues foi o que mais se destacou, com o dorsal 245 a ser um dos elementos de uma fuga que acabou por marcar a etapa.

Samuel Caldeira terminou a etapa a apenas três segundos do vencedor, enquanto João Rodrigues acabou por não conseguir aguentar o ritmo do pelotão depois de um esforço notável numa fuga que foi apenas anulada a três quilómetros da meta.

Nesse esforço final, acabou por levar a melhor o holandês Dylan Groenewegen (LottoNL-Jumbo), o mesmo que venceu, também ao sprint, a primeira etapa da prova. O cronómetro marcava 4h33m49s quando o ciclista holandês cruzou a meta em Tavira, ele que concluiu os 199,2 a uma média de 43,6 quilómetros por hora.

Com apenas uma etapa por disputar, com 173,5 quilómetros a separarem Faro do Alto do Malhão, o britânico Geraint Thomas (Sky) continua a liderar a classificação geral, seguido pelo companheiro de equipa Michal Kwiatkowski (a 19 segundos). O melhor portista continua a ser César Fonte, a 3m16s do camisola amarela.

A quinta e última etapa, uma tirada de 173,5 quilómetros,​ tem partida marcada para as 12h20 deste domingo. A meta, que deverá ser transposta cerca das 17h00, coincide com uma contagem de montanha, no alto do Malhão. O percurso contempla mais quatro prémios de montanha.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Ciclismo-4a-etapa-44a-edicao-Volta-ao-Algarve.aspx

F.C. do Porto Andebol: Avanca 26 vs F.C. do Porto 34 - Nove golos do ponta-direita na vitória em Avanca, no dia em que o guarda-redes voltou à competição.



«AREIA ABENÇOOU O REGRESSO DE QUINTANA

Nove golos do ponta-direita na vitória em Avanca (34-26), no dia em que o guarda-redes voltou à competição.

O FC Porto deslocou-se este sábado a Estarreja para derrotar a Artística de Avanca por 34-26, num jogo em que António Areia foi o melhor marcador, com nove golos, e que marcou o regresso de Alfredo Quintana à baliza portista. Três meses depois de ter contraído uma lesão no joelho, em Berlim, frente ao Füchse​, o guarda-redes internacional português atuou durante alguns últimos de um encontro em que os Dragões souberam tornar fácil uma missão que, à partida, se adivinhava difícil.

No Pavilhão Adelino Dias da Costa, na freguesia de Avanca, mora a equipa sensação do campeonato, quinta classificada à entrada para esta 23.ª jornada, mas que não resistiu a um FC Porto que entrou no jogo forte e autoritário, com uma defesa consistente e um ataque que, por momentos, chegou a ser avassalador. O ponta direito António Areia esteve particularmente inspirado, com sete golos, curiosamente a vantagem com que os Dragões chegaram ao intervalo, depois de uma primeira parte intensa, bem jogada e que fazia refletir nos números do resultado (13-20) a superioridade e a boa exibição azul e branca.

A equipa treinada por Carlos Martingo, antigo jogador e treinador portista, tinha uma tarefa difícil pela frente na segunda meia hora e os azuis e brancos conseguiram torná-la impossível, porque não abrandaram e mantiveram sempre o adversário a uma distância confortável no marcador. E se no primeiro tempo foi Areia quem esteve com a pontaria afinada, no segundo foi Ángel Hernández, apontando sete golos no total, que ajudaram a confirmar uma vitória que mantém o FC Porto no segundo lugar da tabela classificativa, com 62 pontos, quando faltam três jornadas para o fim da primeira fase do Andebol 1

“Estou muito orgulhoso, porque depois de um jogo em que estivemos sem confiança, hoje estivemos muito bem. A equipa trabalhou muito bem na defesa, todos fizeram o seu trabalho, e também esteve muito bem no ataque. Foi bom ver novamente sorrisos nas caras dos jogadores. Essa, para mim, é uma das vitórias mais importantes nesta temporada.”, afirmou Lars Walther, o treinador dos portistas, que têm o próximo jogo agendado para deste sábado a oito dias, no Dragão Caixa, frente ao Belenenses (18h00, Porto Canal).

FICHA DE JOGO

AVANCA-FC PORTO, 26-34
Andebol 1, 1.ª fase, 23.ª jornada
17 de fevereiro de 2018
Pavilhão Adelino Dias Costa, em Avanca 

Árbitros: Daniel Martins e Roberto Martins (Aveiro)

AVANCA: Luís Silva e Magnol Fis (g.r.); Nuno Carvalho (4), Francisco Silva, Ciprian Popovici, Ricardo Mourão (3), Admilson Furtado, Renier Dranquet (4), Diogo Oliveira (3), Lourenço Santos, Diogo Silva (7), Jenilson Monteiro (3), Pedro Pires, João Carvalho, Ruben Ribeiro (2) e Paulo Moreira 
Treinador: Lars Walther

FC PORTO: Alfredo Quintana, Hugo Laurentino e Sérgio Morgado; Victor Iturriza (4), Spelic, Yoel Morales (2), Miguel Martins (4), Ángel Hernández (7), Rui Silva (2), Daymaro Salina (3), Jose Carrillo (2), Diogo Branquinho (1), António Areia (9), André Gomes, Miguel Alves e Aleksander Spende 
Treinador: Lars Walther

Ao intervalo: 13-20» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Avanca-FC-Porto-23a-jor-1a-fase-Andebol-1-1718.aspx

Amarante Educação - Associações de pais e estudantes da Escola Secundária de Amarante criaram uma petição online para exigir às autoridades competentes a conclusão das obras de requalificação do estabelecimento de ensino, que duram há sete anos.



«Petição online exige o fim de obras com sete anos na Secundária de Amarante
António orlando

Associações de pais e estudantes da Escola Secundária de Amarante criaram uma petição online para exigir às autoridades competentes a conclusão das obras de requalificação do estabelecimento de ensino, que duram há sete anos.

A secundária entrou em obras em 2011, e, passados sete anos, é a única escola no país em que as obras ainda não estão concluídas. Os pais querem saber porquê. É que, diariamente, os alunos lidam com situações "inaceitáveis, tais como não terem um pavilhão desportivo e uma cantina e estarem a ter aulas em monoblocos (contentores)". Por causa desta falta, dizem, já ocorreu um atropelamento.

"Aquele infeliz acontecimento (atropelamento) do dia 22 de novembro de 2017 não deixa dúvidas de que situações de risco para os alunos idênticas possam vir a repetir-se enquanto a entrada e saída dos alunos do recinto escolar, e o embarque e desembarque nos autocarros ocorrer numa estrada nacional de grande movimento, como atualmente acontece", pode ler-se na petição, onde os autores acrescentam que "a entrada prevista no projeto de requalificação está por concluir a sua execução".

"Esta insegurança está a tornar-se insustentável para a comunidade escolar causando enormes constrangimentos ao regular funcionamento desta Escola provocados pela suspensão das obras de requalificação", lê-se ainda.

Os proponentes chamam também a atenção para as falhas dos meios técnicos de segurança provisoriamente instalados, registadas num simulacro de incêndio, designadamente "a falta de pontos de encontro seguro para albergar os alunos, bem como da impossibilidade dos bombeiros no acesso a determinadas áreas de incêndio".

Os subscritores pedem aos presidentes da República e da Assembleia, aos membros do governo, António Costa, Primeiro-ministro e Tiago Brandão Rodrigues, ministro da Educação "que se digne intervir".» in https://www.jn.pt/local/noticias/porto/amarante/interior/peticao-online-exige-o-fim-de-obras-com-sete-anos-na-secundaria-de-amarante-9124015.html

http://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=conclusao-obras-esa

F.C. do Porto Ciclismo - Concluído o contrarrelógio individual que fechou a primeira metade da 44.ª edição da Volta ao Algarve, José Neves foi o melhor entre os corredores da W52-FC Porto que na tarde desta sexta-feira saíram para o percurso de 20,3 quilómetros com início e fim em Lagoa.



«JOSÉ NEVES FOI O MELHOR PORTISTA NO CONTRARRELÓGIO ALGARVIO

Ciclista da W52-FC Porto terminou com o 64.º tempo, a 2m19s do vencedor Geraint Thomas.

Concluído o contrarrelógio individual que fechou a primeira metade da 44.ª edição da Volta ao Algarve, José Neves foi o melhor entre os corredores da W52-FC Porto que na tarde desta sexta-feira saíram para o percurso de 20,3 quilómetros com início e fim em Lagoa.

A uma média de 46 quilómetros por hora, o reforço para 2018 da equipa portista, que tem no contrarrelógio uma das suas especialidades, foi o 64.º a cortar a meta, com o tempo de 26m29s, gastando mais 2m19s do que a melhor marca.

Esse tempo foi estabelecido pelo camisola amarela Geraint Thomas (Sky), que se impôs à concorrência com a marca de 24m09s, 11 segundos mais rápido do que o segundo (Victor Campanaerts, da Lotto Soudal) e 19 do que o terceiro (Stefan Kung, da BMC). A vantagem para o segundo da geral, que é o companheiro de equipa Michal Kwiatkowski, é agora de 22 segundos.

Quanto aos portistas, o melhor da geral continua a ser César Fonte, no 31.º lugar (a 3m16s), seguido por Gustavo Veloso (43.º, a 4m28s) e José Fernandes (55.º, a 5m16s).

No sábado, na quarta e penúltima tirada, o pelotão irá percorrer a etapa mais longa da prova, numa extensão de 199,2 quilómetros. A ligação entre Almodôvar e Tavira não apresenta dificuldades de montanha e por isso prevê-se mais uma etapa com chegada ao sprint.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/ciclismo-44-volta-ao-algarve-em-bicicleta-3-etapa.aspx

16/02/18

F.C. do Porto Veteranos - Venceu a Taça de Portugal com o FC Porto em 1958 e defendeu a baliza portista na vitória por 1-0 em Camp Nou, em 1972.



«MORREU O GUARDA-REDES ARMANDO

Venceu a Taça de Portugal com o FC Porto em 1958 e defendeu a baliza portista na vitória por 1-0 em Camp Nou, em 1972.

Armando Pereira da Silva, guarda-redes do FC Porto nas décadas de 50, 60 e 70, morreu esta sexta-feira, aos 79 anos.

Armando, como era conhecido, foi suplente não utilizado na final da Taça de Portugal de 1958, que os azuis e brancos ganharam ao Benfica com um golo de Hernâni, e foi também suplente utilizado no jogo da segunda mão da primeira eliminatória da edição de 1972/73 da Taça UEFA, frente ao Barcelona.

A 27 de setembro de 1972, Armando substituiu Rui aos 23 minutos de jogo, quando os Dragões já venciam por 1-0 em Camp Nou. E foi o FC Porto que avançou para a segunda eliminatória da prova, depois de uma vitória por 4-1 no conjunto das duas mãos.

Em setembro de 1970, Armando já tinha defendido quatro penáltis consecutivos frente ao Celta de Vigo, num torneio de pré-temporada realizado na Venezuela.

O FC Porto envia condolências à família enlutada.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/noticia_morte_armando_pereira_silva.aspx

Desporto Futebol - No próximo sábado, Carlos Carvalhal regressa a Sheffield para enfrentar o seu antigo clube em embate da Taça de Inglaterra.



«CARVALHAL, UM VERDADEIRO FENÓMENO PARA INGLÊS VER

No próximo sábado, Carlos Carvalhal regressa a Sheffield para enfrentar o seu antigo clube em embate da Taça de Inglaterra.

É um autêntico fenómeno em Inglaterra e está a conquistar o coração dos adeptos do Swansea e da imprensa inglesa.

Carvalhal não é o técnico convencional e tem-no provado desde que se mudou para o Liberty Stadium. A BBC faz um retrato do técnico português.

O técnico português assumiu o cargo de treinador do 'cisnes', quatro dias depois de ter sido demitido do Sheffield Wednesday, deixando os 'owls" na 15ª posição do Championship. Longe do registo das épocas passadas em que tinha levado a equipa, em dois anos consecutivos, aos playoffs de apuramento para a Premier League.

Poucas semanas depois ter assumido o cargo no Swansea, o clube está no 16º lugar, fora da linha de água. Em 11 partidas, o Swansea venceu seis jogos, empatou quatro e perdeu apenas um jogo.

Mas não é só no campo que Carvalhal tem feito sensação para os lados de terras de sua majestade. Os ingleses falam  de um "estilo inimitável" e estão autenticamente deliciados com as tiradas e analogias do técnico de 52 anos.» in https://desporto.sapo.pt/futebol/premier-league/artigos/carvalhal-um-verdadeiro-fenomeno-para-ingles-ver


(Carlos Carvalhal ofereceu pastéis de nata aos jornalistas)

Amarante Criminalidade - O gang encapuzado e armado ameaçou de morte o casal e conseguiu levar cerca de 14 mil euros em dinheiro e jóias – além de 20 libras em ouro – e armas ligeiras de defesa.



«Médico idoso vive terror em assalto milionário 

Gang armado atacou vítima, de 94 anos, e a mulher, a quem roubaram cerca de 14 mil euros em dinheiro e jóias.

"Isto é um assalto. Mas se colaborarem não vos fazemos mal". Foi com estas palavras que três assaltantes acordaram Augusto Barros, médico aposentado de 94 anos, e a mulher, terça-feira de madrugada, na casa das vítimas, em Cepelos, Amarante. 

O gang encapuzado e armado ameaçou de morte o casal e conseguiu levar cerca de 14 mil euros em dinheiro e jóias – além de 20 libras em ouro – e armas ligeiras de defesa. Na segunda-feira, em Santa Maria da Feira, uma outra idosa foi surpreendida por três homens em casa. 

Agrediram a vítima, de 85 anos, e levaram-lhe 180 euros em dinheiro, um telemóvel e as chaves de casa. Dois dos ladrões já foram detidos. E, em Leiria, outro casal de idosos foi atacado ontem. 

Em Amarante, "eram três ladrões. Dois deles estiveram o tempo todo com uma arma apontada à nossa cabeça. O outro foi aos cofres e tirou vários bens, num valor que ainda não conseguimos apurar. 

Antes de saírem de casa ainda me queriam meter dentro de um cofre, mas consegui resistir", disse ao CM Augusto Barros, conhecido médico de Amarante. A PJ esteve no local e está a investigar. "Não quero barulho ou mato-os já aqui".

Um casal de 76 anos foi agredido e assaltado em casa, ontem de madrugada, em Souto da Carpalhosa, Leiria, por um grupo encapuzado, que fugiu com 420 euros. Maria Vindeirinho foi agredida a murro na cabeça e amordaçada com um pano, enquanto o marido, Florindo Coelho, foi amarrado com umas ceroulas e agredido num braço. "Não quero barulho, senão mato-os já aqui", disse um deles, exigindo "ouro e dinheiro".» in http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/medico-idoso-vive-terror-em-assalto-milionario?ref=HP_Grupo1

Espaço - A novidade foi hoje divulgada pela Universidade Técnica da Dinamarca: 95 novos planetas foram descobertos pelo telescópio norte-americano Kepler, mostrando que ainda há muito por descobrir além das “fronteiras espaciais”.



«O QUE AINDA HÁ POR DESCOBRIR PARA ALÉM DAS FRONTEIRAS DO SISTEMA SOLAR?

A novidade foi hoje divulgada pela Universidade Técnica da Dinamarca: 95 novos planetas foram descobertos pelo telescópio norte-americano Kepler, mostrando que ainda há muito por descobrir além das “fronteiras espaciais”.

Da lista dos 257 possíveis candidatos, 149 novos exoplanetas foram validados como verdadeiros planetas, com 95 destes a serem descobertos só agora. Publicados na revista de referência Astronomical Journal, os dados agora recolhidos vêem aumentar a lista de exoplanetas conhecidos até ao momento, num número que ascende já os 3600, com diversos tamanhos, entre o planeta Terra e Júpiter.

Criado em 2009 pela NASA, o telescópio Kepler tinha como objectivo ajudar a desvendar os mistérios que ainda residem para lá do nosso sistema solar, em especial no que diz respeito aos exoplanetas. Para 2019 está previsto o lançamento do telescópio James Webb, que se lançará na aventura de descobrir exoplanetas do tamanho da Terra, quem sabe com todas as características para suportar vida, tal como a conhecemos.» in https://greensavers.sapo.pt/o-que-ainda-ha-por-descobrir-para-alem-das-fronteiras-do-sistema-solar/

15/02/18

F.C. do Porto Ciclismo - Ciclista da W52-FC Porto, César Fonte, cortou a meta como 19.º colocado numa etapa ganha por Kwiatkowski.



«CÉSAR FONTE FOI O MELHOR DRAGÃO NO ALTO DA FÓIA

Ciclista da W52-FC Porto cortou a meta como 19.º colocado numa etapa ganha por Kwiatkowski.

A etapa rainha da volta ao Algarve terminou esta quinta-feira com o triunfo do ciclista polaco Michal Kwiatkowski, num segundo dia de competição que, além da subida ao Alto da Fóia, ficou marcado por uma fuga de seis elementos que assumiram por grande parte do tempo as despesas da etapa, entre os quais se encontrava o corredor da W52-FC Porto Ricardo Mestre.

Esta fuga, que chegou a ter sete minutos de vantagem sobre o pelotão, acabou por não resistir ao andamento superior do grupo principal liderado com a mestria habitual pela Sky, que chegou ao Alto da Fóia com dois ciclistas nas duas primeiras posições. Aí, Kwiatkowski fixou o tempo de 4h49m51s para concluir os 187,9 quilómetros da etapa mais exigente desta 44.ª edição da algarvia. A fechar o trio da frente, todos com o mesmo tempo, ficaram Bauke Mollema (Trek-Segafredo) e Geraint Thomas (Sky), agora o novo camisola amarela da prova.

Quanto aos corredores portistas, o melhor colocado no final da etapa foi César Fonte, no 19.º posto, a 15 segundos do mais rápido, seguido por Gustavo Veloso (48.º) e Rui Vinhas (49.º), ambos a 1m58s. Na classificação geral, Fonte é agora o melhor portista, no 19.º posto.

Para esta sexta-feira está reservado o contrarrelógio individual, que marca o terceiro de cinco dias de competição. O percurso terá a extensão de 20,3 quilómetros e terá início e fim em Lagoa.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/ciclismo-44-volta-ao-algarve-em-bicicleta-2-etapa.aspx

Liga dos Campeões: F.C. do Porto 0 vs Liverpool 5 - O FC Porto perdeu esta quarta-feira diante do Liverpool, no Estádio do Dragão, em partida referente à primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões.



«EFICÁCIA INGLESA FOI CASTIGO DEMASIADO PESADO

Liverpool venceu no Estádio do Dragão, por 5-0, na primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões.

O FC Porto perdeu esta quarta-feira diante do Liverpool (5-0), no Estádio do Dragão, em partida referente à primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões. A continuidade em prova é quase utópica, mas ainda há uma segunda mão por disputar, a 6 de março, em Anfield Road.

A entrada afirmativa e destemida do FC Porto frente ao Liverpool poderia ter sido premiada logo aos dez minutos, mas o remate de Otávio sofreu um desvio no caminho para a baliza e saiu ligeiramente por cima. A postura autoritária dos Dragões criou dificuldades aos ingleses na fase inicial do encontro, mas aos poucos foi sobressaindo a valia individual e coletiva da equipa da cidade dos Beatles.

Na primeira vez em que chegou com verdadeiro perigo à baliza de José Sá, o Liverpool abriu o ativo por intermédio de Sadio Mané (25m). Diz a sabedoria popular que um mal nunca vem só e foi precisamente isso que aconteceu ao FC Porto: James Milner rematou ao poste e a bola foi parar aos pés de Salah, que não perdoou na recarga e aumentou a vantagem inglesa para 2-0 (29m), fazendo jus ao estatuto de goleador máximo do Liverpool em 2017/18.

Pouco antes do intervalo, Soares teve no pé esquerdo a possibilidade de reduzir a diferença (44m), mas o descanso chegou sem registo de golos portistas. Seria o Liverpool a marcar novamente no arranque da etapa complementar. Numa transição rápida conduzida por Salah, Sadio Mané aproveitou uma recarga a um remate de Firmino para bisar e fazer o 3-0 (53m).

Firmino (69m) e Sadio Mané, que assim completou o hat-trick (85m), fecharam as contas do triunfo inglês no Estádio do Dragão, naquela que foi a terceira derrota do FC Porto em 2017/18, todas na Liga dos Campeões. A nível interno, já se sabe, os azuis e brancos continuam sem conhecer esse sabor amargo. Por isso, e por muito mais, os jogadores portistas não deixaram o relvado sem o carinho dos adeptos: “Eu quero o Porto campeão”, gritou-se em uníssono.

VER FICHA DE JOGO» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/2017%20-%202018/eficacia-inglesa-foi-castigo-demasiado-pesado-2-14-2018.aspx


(FC PORTO 0 - 5 LIVERPOOL | ALL GOALS AND HIGHLIGHTS)

F.C. do Porto Atletas Internacionais - O golo de Yacine Brahimi na receção ao Vitória de Guimarães (4-2), na 17.ª jornada da Liga NOS, foi eleito o melhor do mês de janeiro, de acordo com os resultados da votação online levada a cabo todos os meses pela Liga Portugal, em conjunto com a Samsung, e com os votos dos treinadores da Liga NOS e Ledman LigaPro.



«GOLO DE BRAHIMI AO V. GUIMARÃES FOI O MELHOR DE JANEIRO

Alex Telles foi o vencedor na categoria de melhor defesa dos prémios atribuídos mensalmente pela Liga Portugal.

O golo de Yacine Brahimi na receção ao Vitória de Guimarães (4-2), na 17.ª jornada da Liga NOS, foi eleito o melhor do mês de janeiro, de acordo com os resultados da votação online levada a cabo todos os meses pela Liga Portugal, em conjunto com a Samsung, e com os votos dos treinadores da Liga NOS e Ledman LigaPro.

O FC Porto está ainda representado por Alex Telles nos prémios atribuídos mensalmente pela Liga Portugal: o lateral brasileiro foi o mais votado na categoria de melhor defesa.

Os prémios serão entregues antes do jogo entre o FC Porto e o Rio Ave, no Estádio do Dragão, agendado para o próximo domingo, às 18h00. Até esta terça-feira estavam vendidos 38 mil bilhetes​.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/golo-brahimi-liga-nos-janeiro-2018.aspx


Golo de Brahimi: Porto (2)-1 Guimarães (Liga 17ªJ)

F.C. do Porto Ciclismo - Iniciou-se esta quarta-feira a 44.ª edição da Volta ao Algarve e Samuel Caldeira foi o melhor portista na primeira etapa da prova, que ligou Albufeira a Lagos, num total de 192,6 quilómetros.



«SAMUEL CALDEIRA FOI O MELHOR PORTISTA NO ARRANQUE DA VOLTA AO ALGARVE

Ciclista da W52-FC Porto terminou a primeira etapa da prova na 20.ª posição.

Iniciou-se esta quarta-feira a 44.ª edição da Volta ao Algarve e Samuel Caldeira foi o melhor portista na primeira etapa da prova, que ligou Albufeira a Lagos, num total de 192,6 quilómetros. O ciclista da W52-FC Porto foi 20.º classificado numa tirada ganha pelo holandês Dylan Groenewegen (Team Lotto NL – Jumbo).

Além de Samuel Caldeira, a equipa azul e branca teve mais ciclistas em prova: Gustavo Veloso (75.º), Rui Vinhas (80.º), César Fonte (99.º), José Fernandes (110.º), Ricardo Mestre (118.º), João Rodrigues (135.º). Na classificação por equipas, a W52-FC Porto segue na 19.ª posição.

Esta quinta-feira corre-se a segunda etapa da 44.ª edição da Volta ao Algarve, entre a Fortaleza de Sagres e o Alto da Fóia (187,9 quilómetros).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/ciclismo-volta-ao-algarve-etapa-1-140218.aspx

(João Rodrigues da W52-FC Porto é o líder do Prémio da Montanha)

14/02/18

Música Portuguesa - António José Correia de Brito, conhecido por Tozé Brito (Ermesinde, 25 de Agosto de 1951) é um cantor, letrista, compositor, produtor, editor, administrador e mentor de projetos musicais português e foi executivo das editoras Universal Music Portugal (sucessora da PolyGram) e BMG, sendo que presentemente é director e administrador da Sociedade Portuguesa de Autores.




Tozé Brito - "Olá, então como vais?"


Tozé Brito e Paulo de Carvalho - "Olá, então como vais?"


Tozé Brito - "Se Quiseres Ouvir Cantar" - (Festival RTP da Canção - 1972)


Tozé Brito - "Já Se Faz Tarde, Vai"


Tozé Brito - "Pensando em ti"


Tozé Brito - "Novo Canto Português" - (Festival RTP 1979)


Gemini - "O primeiro sucesso"



"Olá, Tu Por Aqui
Paulo de Carvalho
  
[PC(Paulo de Carvalho)] 
-Ela saiu, não sorriu, mal me olhou, mas deixou ficar 
O nosso amor pelo chão para eu arrumar 
Deixou a dor a correr e a saudade na nossa mesa 
Deixou o amor por fazer e a tristeza no ar

[TB(Tozé Brito)] 
-Quando ela entrou, e sorriu-me, e olhou-me, não deixou ficar 
O nosso amor pelo chão para eu arrumar 
Pôs a ternura a aquecer toda a noite à lareira 
Pôs o amor a correr e a alegria no ar, para eu cantar:

[refrão:] 
[TB] -Olá! Tu por aqui? 
[PC] -Olá... então como vais? 
[TB] -Tudo vai bem? 
[PC] -Olha, tudo vai mal para mim. 
[TB] -Mas tudo vai mal porquê?

[PC] -Foi um amor que eu perdi, 
Ela partiu, eu fiquei... 
Se a encontrares, diz-lhe que eu estou por aqui 
[TB] -Se a encontrar, direi.

[+1 Tom] [TB] 
-Ela saiu, não sorriu, mal me olhou, mas deixou ficar 
O nosso amor pelo chão para eu arrumar 
Deixou a dor a correr e a saudade na nossa mesa 
Deixou o amor por fazer e a tristeza no ar

[PC] 
-Ela voltou, e sorriu-me, e olhou-me, e não quis deixar 
O nosso amor pelo chão para eu arrumar 
Pôs a ternura a aquecer toda a noite à lareira 
Pôs o amor a correr e a alegria no ar, para eu cantar:

[PC] -Olá! Tu por aqui? 
[TB] -Olá, então como vais? 
[PC] -Tudo vai bem? 
[TB] -Não, tudo vai mal para mim... 
[PC] -Mas tudo vai mal porquê?

[TB] -Foi um amor que eu perdi, 
Ela partiu, eu fiquei... 
Se a encontrares, diz-lhe que eu estou por aqui 
[PC] -Se a encontrar, direi.

[refrão]

[PC] -Olá! Tu por aqui? 
[TB] -Olá, então como vais? 
[PC] -Tudo vai bem? 
[TB] -Tudo vai mal para mim. 
[PC] -Mas tudo vai mal porquê?

[TB] -Foi um amor que eu perdi, 
Ela partiu, eu fiquei... 
Se a encontrares, diz-lhe que eu estou por aqui 
[PC] -Se a encontrar, direi."

Plantas - O maior sobreiro do mundo é português, já faz parte do Guinness e agora está nomeado para o concurso da Árvore Europeia do Ano.



«Maior sobreiro do mundo é português e está nomeado para Árvore Europeia do Ano

Resultado do concurso será revelado em março.

O maior sobreiro do mundo é português, já faz parte do Guinness e agora está nomeado para o concurso da Árvore Europeia do Ano.

O sobreiro está classificado como “árvore de interesse público” e tem 234 anos, estando plantado em Águas de Moura, no concelho de Palmela, Setúbal. A árvore, chamada de assobio pelo canto das aves que vivem nos seus ramos, tem mais de 14 metros de altura.

O sobreiro foi nomeado pela União da Floresta Mediterrânica (UNAC) para o concurso, que é realizado desde 2011.

Segundo afirmou à Lusa Nuno Calado, secretário-geral da UNAC, escolheram o sobreiro por ser uma árvore nacional, acrescentando que “é uma árvore muito importante para Portugal, não só pela cortiça que produz e o volume de exportações que representa, mas porque é um garante de suporte ecológico e económico para populações rurais”.

A votação vai decorrer até dia 28 de fevereiro, através do site do concurso e os resultados serão conhecidos dia 21 de março numa cerimónia no Parlamento Europeu, em Bruxelas.» in https://ionline.sapo.pt/600555
Pin It button on image hover