21/04/18

F.C. do Porto Ciclismo - Samuel Caldeira, sprinter da W52-FC Porto concluiu a segunda etapa no 11.º posto, de novo no grupo do vencedor.



«CALDEIRA VOLTOU A SER O MELHOR PORTISTA NA VOLTA A CASTELA E LEÃO

Sprinter da W52-FC Porto concluiu a segunda etapa no 11.º posto, de novo no grupo do vencedor.

Depois do décimo posto na véspera​, Samuel Caldeira voltou a ser o melhor corredor da W52-FC Porto no segundo dia da Volta a Castela e Leão, ao fechar a segunda etapa no 11.º posto, de novo no grupo do vencedor da prova, o estono Mihkel Raim (Israel Cycling Academy), que parou o cronómetro em 4h14m10s.

No final dos 178,3 quilómetros que ligaram as localidades de Valladolid a Palencia, houve ainda mais quatro portistas a terminarem com o mesmo tempo do vencedor: Gustavo Veloso (29.º), Raúl Alarcón (40.º), João Rodrigues (42.º) e Tiago Ferreira (90.º).

Quanto à camisola amarela, continua na posse do espanhol Carlos Barbero (Movistar), vencedor da etapa de sexta-feira. Caldeira, no 13.º posto, a 13 segundos, é o melhor dos Dragões.

No domingo, no último e decisivo dia da prova, o pelotão vai cumprir 165,6 quilómetros que irão ligar Segovia a Avila. Entre a partida e a meta estão colocadas três contagens de montanha de terceira categoria, a última das quais a 37 quilómetros da meta.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Ciclismo-Volta-a-Castela-e-Leao-2018-2a-etapa.aspx

F.C. do Porto Hóquei Patins: F.C. do Porto Fidelidade 7 vs Óquei de Barcelos 4 - O FC Porto Fidelidade venceu na tarde deste sábado o Óquei de Barcelos, em jogo relativo à 21.ª jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins.



«OITO MINUTOS À DRAGÃO PARA SUPERAR OBSTÁCULO MINHOTO

FC Porto venceu o Óquei de Barcelos, por 7-4, na 21.ª jornada do Campeonato Nacional.

O FC Porto Fidelidade venceu na tarde deste sábado o Óquei de Barcelos, por 7-4, em jogo relativo à 21.ª jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins. Jorge Silva (2), Gonçalo Alves (2), Hélder Nunes, Rafa e Reinaldo Garcia foram os marcadores de serviço nos Dragões que assim se mantém no segundo posto, a um ponto do líder Sporting.

No Dragão Caixa, o jogo começou muito intenso e até com alguma agressividade em excesso por parte dos jogadores da equipa minhota, protagonistas de alguns lances mais duros que passaram ao lado da dupla de arbitragem. Ainda assim, foi o FC Porto a assumir sempre a responsabilidade do jogo e o primeiro golo acabou mesmo por surgir ao minuto 16, depois de um bom pormenor individual de Jorge Silva.

Os Dragões ganhavam e faziam por isso, mas em um minuto o marcador passou a sorrir aos de Barcelos. Em duas desatenções defensivas, primeiro Juan López (22m) e depois João Almeida (23m) assinaram a reviravolta no marcador.

Em desvantagem no marcador, o segundo tempo arrancou com o melhor FC Porto. Mais pressionante, eficaz e com um apetite pelo golo que vem sendo uma imagem de marca desta equipa nos últimos jogos. Em apenas oito minutos o marcador passou do 1-2 desfavorável para uma vantagem de 6-2, com a equipa minhota a limitar-se a ver jogar.

A margem de quatro golos descansou os Dragões, mas os de Barcelos não desistiram e foram reduzindo progressivamente essa margem. A um minuto do fim o marcador mostrava um 6-4, mas Jorge Silva haveria de fechar o que ele próprio tinha aberto: no último lance da partia o avançado fixou o 7-4.

No final da partida o técnico Guillem Cabestany elogiou o comportamento dos seus jogadores frente a uma boa equipa, salientando o período inaugural do segundo tempo como chave para um triunfo difícil: “Acho que não entrámos mal no jogo. Criámos situações para ter um resultado melhor na primeira parte. O Óquei de Barcelos é uma boa equipa e sabe jogar este tipo de jogos, de muita confusão e ambiente quente. Fomos para o balneário, refletimos e entrámos da melhor forma no segundo tempo, ainda melhor do que no primeiro. Começámos tudo de novo e voltámos a jogar hóquei. Tem sido assim nos últimos meses: reagimos com mais cabeça e com menos coração”, disse.​​​​

FICHA DE JOGO 

FC PORTO FIDELIDADE-ÓQUEI DE BARCELOS, 7-4
Campeonato Nacional, 21.ª jornada
21 de abril de 2018
Dragão Caixa, no Porto

Árbitros: Orlando Panza e Sílvia Coelho

FC PORTO FIDELIDADE: Nélson Filipe (g.r), Hélder Nunes, Reinaldo García, Rafa e Gonçalo Alves
Jogaram ainda: Ton Baliu, Jorge Silva e Telmo Pinto
Treinador: Guillem Cabestany

ÓQUEI DE BARCELOS: Ricardo Silva (g.r.) (cap.), Hugo Costa, João Almeira, Rúben Sousa e José Pedro
Jogaram ainda: Juan López, João Guimarães, Marinho e Afonso Lima
Treinador: Paulo Pereira

Ao intervalo: 1-2
Marcadores: Jorge Silva (16m, 49m), Juan López (22m), João Almeida (23m), Gonçalo Alves (28m e 29m), Reinaldo Garcia (30), Hélder Nunes (32m), Rafa (36m), Marinho (41m) e Rúben Sousa (44m)

Disciplina: cartão azul a Jorge Silva (24m), Hugo Costa (29m) e Afonso Lima (37m)» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/FC-Porto-Oquei-de-Barcelos-21a-jor-Camp-Nac-1718.aspx

F.C. do Porto Sub 17 Futebol: F.C. do Porto 3 vs Vitória de Guimarães 0 - A equipa de Sub-17 do FC Porto venceu este sábado em casa do Vitória de Guimarães, em partida da terceira jornada da fase final do Campeonato Nacional de Juniores B.



«SUB-17: REVIRAVOLTA EM GUIMARÃES E LIDERANÇA SEGURA

FC Porto bateu o Vitória, por 3-1, na terceira jornada da fase final do Nacional de Juniores B.

A equipa de Sub-17 do FC Porto venceu este sábado em casa do Vitória de Guimarães, por 3-1, em partida da terceira jornada da fase final do Campeonato Nacional de Juniores B. Os Dragões passam a somar sete pontos e seguem isolados na liderança, com dois de vantagem sobre Sporting e Benfica.

O início do encontro foi verdadeiramente frenético e contemplou um golo para cada lado: Fábio Costa adiantou o Vitória de Guimarães no marcador (2m) e, pouco depois, Fábio Silva fez o 1-1 que se prolongou até ao intervalo (6m). Na etapa complementar, já dentro dos últimos dez minutos, Cláudio Major (73m) e Moisés Conceição (79m) consumaram a reviravolta e deram o triunfo aos azuis e brancos na Cidade Berço.

Os Sub-17 portistas, comandados por Mário Silva, alinharam com Francisco Meixedo, Raí Pinto, Tiago Matos, Levi Faustino, Ruben Amaral, Manuel Mané, Cláudio Major, Rafael Pereira, Rodrigo Valente (cap.) (Tiago Ribeiro, 68m), Gonçalo Borges (Moisés Conceição, 68m) e Fábio Silva (Duarte Moreira, 80m).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Sub17-Vitoria-SC-FC-Porto-3a-jor-fase-final-CNJB-1718.aspx

F.C. do Porto Sub 15 Futebol: F.C. do Porto 4 vs AA Santarém 0 - A equipa de Sub-15 do FC Porto regressou na manhã deste sábado aos triunfos, no Olival, ao vencer a formação da AA Santarém, por quatro bolas sem resposta, em jogo da quarta jornada da fase final do Campeonato Nacional de Juniores C.



«SUB-15: TRIUNFO CONFORTÁVEL NO REGRESSO AO OLIVAL

​​FC Porto venceu a AA Santarém, por 4-0, na quarta jornada da fase final do Campeonato​.

A equipa de Sub-15 do FC Porto regressou na manhã deste sábado aos triunfos, no Olival, ao vencer a formação da AA Santarém, por 4-0, em jogo da quarta jornada da fase final do Campeonato Nacional de Juniores C. A segunda vitória da formação de Tulipa na derradeira fase da prova deixa os Dragões com sete pontos, no terceiro lugar da tabela, a dois do Benfica (menos um jogo) e a três do Sporting.

No Estádio Luís Filipe Menezes, no Olival, a equipa portista fez valer a lei do mais forte e o fator casa para levar a melhor sobre a formação de Santarém, que se apresentou em campo com um bloco muito baixo. Com o desenrolar do tempo, os portistas foram encontrando cada vez mais e melhores soluções para chegar à baliza adversária.

O primeiro golo surgiu apenas aos 19 minutos e foi o único do primeiro tempo, mas os segundos 35 minutos haveriam de trazer mais três, todos para os azuis e brancos. Martim Tavares bisou aos 38, Veríssimo Amaro marcou aos 49 e Lucas Cândido fechou a contagem aos 57 minutos.

Os Sub-15 portistas alinharam com: Ivan Cardoso, Diogo Ribeiro (João Sérgio, 35m), David Vinhas, Tiago Antunes, Leandro Dias (Marco Cruz, 35m), David Vieira, Ruben Ferreira (Candal), Francisco Ribeiro (Ricardo Rei, 54m), Martim Tavares (Lucas Cândido, 56m), Diogo Abreu e João Magalhães (Veríssimo Amaro, 35m).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Sub15-FC-Porto-AA-Santarem-4a-jor-fase-final-CNJC-1718.aspx

20/04/18

F.C. do Porto Ciclismo - O algarvio Samuel Caldeira foi o melhor corredor da W52-FC Porto no primeiro dia da edição de 2018 da Volta a Castela e Leão, cuja primeira tirada, com a extensão de 182,4 quilómetros, ligou as localidades de Alba de Torres a Salamanca.



  «SAMUEL CALDEIRA EM DÉCIMO NA PRIMEIRA ETAPA DA VOLTA A CASTELA E LEÃO

Sprinter chegou terminou o dia no grupo da frente, com o mesmo tempo do vencedor.

O algarvio Samuel Caldeira foi o melhor corredor da W52-FC Porto no primeiro dia da edição de 2018 da Volta a Castela e Leão, cuja primeira tirada, com a extensão de 182,4 quilómetros, ligou as localidades de Alba de Torres a Salamanca. O vencedor da etapa, e por isso o primeiro camisola amarela da prova, é o espanhol Carlos Barbero (Movistar).

Com as maiores dificuldades do dia (duas contagens de segunda categoria) situadas na primeira metade da etapa, era de esperar, como veio a acontecer uma chegada ao sprint, como também o era a possibilidade de haver uma fuga, facto que também se verificou: um grupo de 27 corredores, entre os quais Gustavo Veloso e Raúl Alarcón, destacou-se do pelotão, mas acabou alcançado a 21 quilómetros da meta.

Aí, em Salamanca, o mais forte foi Carlos Barbero, batendo no esforço final os compatriotas Jon Aberasturi (Euskadi) e Eduar Prades (Euskadi). Com as mesmas 4h35m29s do primeiro chegaram ainda Gustavo Veloso e Raúl Alarcón. Na classificação coletiva, com o mesmo tempo da líder (13h46m27s), a W52-FC Porto segue no sétimo posto.

No sábado, na segunda de três etapas da corrida, o pelotão terá pela frente uma tirada de 178,3 quilómetros, entre Valladolid e Palencia. O percurso, praticamente plano, tem como maiores dificuldades três contagens de terceira categoria, a última das quais a 37 quilómetros da meta.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Ciclismo-Vuelta-a-Castilla-y-Leon-2018-1a-etapa.aspx

Música Eletrónica - O DJ e produtor Tim Bergling, conhecido mundialmente como Avicii, morreu na tarde desta sexta-feira, 20 de abril, em Omã, no Médio Oriente, de acordo com um comunicado partilhado pelo seu agente.



«Morreu o DJ e produtor Avicii

O DJ tinha 28 anos.

O DJ e produtor Tim Bergling, conhecido mundialmente como Avicii, morreu na tarde desta sexta-feira, 20 de abril, em Omã, no Médio Oriente, de acordo com um comunicado partilhado pelo seu agente. As causas da morte do artista sueco de 28 anos não são conhecidas.

"É com grande tristeza que anunciamos a morte de Tim Bergling, também conhecido como Avicii", escreveu a representante do DJ, Diana Baron,  na nota enviada à imprensa.

"Ele foi encontrado morto em Muscat, Oman, na tarde desta sexta-feira. A família está devastada e pedimos a todos para respeitar, por favor, a necessidade de privacidade deles nesta ocasião difícil", pode ler-se no comunicado.

Avicii atuou pela última vez em Portugal, no Rock in Rio Lisboa, em 2016. O espetáculo no Parque da Bela Vista, em Lisboa, foi um dos últimos da carreira do jovem DJ. Anteriormente, o sueco já tinha passado pelo MEO Sudoeste, na Zambujeira do Mar, e pela Nova Era Beach Party 2012, por exemplo.

Recorde aqui as fotos do concerto na Cidade do Rock.

Segundo a Variety, o jovem decidiu abandonar os palcos há dois anos por motivos de saúde.

Avicii integrou o top dos 100 melhores DJ do mundo - de acordo com a DJ Magazine -, depois de ter feito remisturas eletrónicas para canções de Little Boots ou Dizzee Rascal.

"Avicii é, não só, uma estrela a nível mundial como, também, o artista que redefiniu a música eletrónica", frisou a organização do Rock in Rio Lisboa na apresentação do cartaz de 2016.

Em 2017, Avicii lançou o EP “AVĪCI”, que assinalou o regresso à música do DJ e produtor. Dois anos antes, o sueco tinha editado "Stories", um disco sobre a sua evolução e sobre as suas experiências desde o lançamento do primeiro álbum. “Todas as músicas têm uma história que eu queria contar”, frisou na apresentação do registo de originais.

Avicii começou a carreira aos 19 anos, em 2008, com Ash Pournouri ao seu lado, ao triunfar na competição Pete Tong’s Fast Trax que, consequentemente, o levou a produzir  “Manman”. No ano seguinte foi nomeado “Produtor/DJ Revelação do Ano” pela DJ Magazine e alcançou a terceira posição no Top 100 DJs da revista em 2012 e 2013.  O reconhecimento mundial chegou com “Le7els”, em 2011, que chegou ao n.úmero um nos Estados Unidos da América e no Reino Unido, tendo vendido quatro milhões de discos em todo o mundo.

O primeiro álbum "True", que arrecadou vários prémios, vendeu mais de cinco milhões de cópias e chegou ao número um no iTunes em 84 países. “Wake Me Up!” foi o single que mais vendeu em 2013, alcançando quatro platinas, é uma das música mais tocadas de sempre no Spotify (mais de 300 milhões de vezes).

Em 2013, Avicii venceu o seu primeiro American Music Award (“Artista Favorito EDM”) e o seu primeiro MTV Europe Music Award (“Melhor Artista de Electrónica”). Em 2015, foi nomeado Melhor Artista de Música Electrónica do Mundo e o single “Wake Me Up” dói distinguido com um prémio Billboard Music Awards e iHeartRadio Music Awards.

Ao longo da carreira, o artista atuou para multidões -  80 000 fãs na sua cidade natal (Estocolmo)-, vendeu mais de 500 mil bilhetes na digressão de "True" (o seu primeiro álbum).» in https://mag.sapo.pt/showbiz/artigos/morreu-avicci-dj-e-produtor


Avicii - "Wake Me Up" - (Official Video)


Avicii - "The Night"


Avicii - "Waiting for love"


Avicii - "Broken Arrows"


Avicii - "For a better day"


Avicii - "Addicted to you"


Avicii - "You make me" - (Official)


Avicii - "Feeling good"


Avicii - "Lay me down"


"Levels"



"Wake Me Up (feat. Aloe Blacc)

Feeling my way through the darkness
Guided by a beating heart
I can't tell where the journey will end
But I know where to start

They tell me I'm too young to understand
They say I'm caught up in a dream
Well, life will pass me by if I don't open up my eyes
Well, that's fine by me

So wake me up when it's all over
When I'm wiser and I'm older
All this time I was finding myself
And I didn't know I was lost

So wake me up when it's all over
When I'm wiser and I'm older
All this time I was finding myself
And I didn't know I was lost

I tried carrying the weight of the world
But I only have two hands
I hope I get the chance to travel the world
But I don't have any plans

I wish that I could stay forever this young
Not afraid to close my eyes
Life's a game made for everyone
And love is the prize

So wake me up when it's all over
When I'm wiser and I'm older
All this time I was finding myself
And I didn't know I was lost

So wake me up when it's all over
When I'm wiser and I'm older
All this time I was finding myself
And I didn't know I was lost

I didn't know I was lost
I didn't know I was lost
I didn't know I was lost

I didn't know (didn't know)"

Youth League: Chelsea 2 vs F.C. do Porto 2 (5-4 a.p.g.p.) - A equipa de Sub-19 do FC Porto falhou o acesso à final da Youht League, após ter sido batida no desempate por grandes penalidades pelo Chelsea.



«PENALTIS TIRAM DRAGÕES DA FINAL DA YOUTH LEAGUE

Desempate por grandes penalidades foi favorável ao Chelsea (5-4) após um empate (2-2) no final dos 90 minutos.

A equipa de Sub-19 do FC Porto falhou o acesso à final da Youht League, após ter sido batida no desempate por grandes penalidades pelo Chelsea. Os Dragões começaram a perder, chegaram a estar a vencer por 2-1, mas os 90 minutos acabaram com um empate a dois golos que forçou o prolongamento.

A formação londrina começou por dominar os primeiros minutos da partida, fazendo uso especialmente da maior pujança física dos seus jogadores, mas à medida que o tempo foi passando os Dragões estabilizaram o seu jogo e equilibraram o jogo. Mas foi precisamente nesse período que a equipa inglesa se adiantou no marcador.

Após um erro no meio campo defensivo, Luke McCormick furou pela zona central e disparou forte à baliza de Diogo Costa. O tiro saiu à figura, mas o guardião portista não segurou à primeira e permitiu a Redan encostar para o primeiro golo da tarde. A perder por 1-0, os azuis e brancos foram em busca do resultado e o golo do empate tardou apenas 11 minutos. Após um pontapé de canto cobrado por Diogo Bessa, Diogo Queirós cabeceou de forma exímia ao ângulo esquerdo da baliza de Jamie Cumming (40m).

A primeira parte não terminaria sem uma enorme defesa de Diogo Costa, negando novo golo a Redan, antes de uns 45 minutos que começaram muito táticos, mas acabaram com oportunidades de lado a lado. O primeiro sinal foi dado por Diogo Bessa, com a bola a ser desviada por um defensor do Chelsea (74m) e no minuto seguinte foi Sinclair que encontrou o poste da baliza de Diogo Costa.

O jogo prometia golos e os últimos 10 minutos trouxeram mesmo mais um para cada lado. Primeiro o FC Porto, por João Mário, que tinha entrado segundos antes. O extremo conduziu e finalizou o primeiro lance em que interveio (81m). Do outro lado foi de canto que o Chelsea chegou à igualdade: Grant foi o marcador do golo que forçou os penaltis (86m).

No desempate por castigo máximo, Diogo Costa ainda defendeu duas grandes penalidades, mas Diogo Bessa acabou por falhar o pontapé decisivo, na sétima série.

No final do encontro o técnico João Brandão disse estar orgulhoso pelo jogo que fez a sua equipa e admitiu que os Dragões saem desta competição de cabeça erguida. Frente a um adversário muito forte, o técnico destacou o bom jogo ofensivo e defensivo e a grande qualidade da partida, que disse ser digna de uma final: “Caímos de pé. Não só pelo jogo de hoje, que foi disputado em condições difíceis e frente a uma equipa de enorme valia, mas por todo o trajeto que fizemos até aqui. Acho que merecíamos outro desfecho. Foi um jogo de finalfantástico jogo de final. Quem assistiu ao jogo tem um orgulho enorme nestes jovens que representaram o FC Porto. Havia uma ambição grande de conquistar o trofeu, mas acima de tudo, temos que tirar ilações e saber crescer com estes momentos. Ser profissional não é um mar de rosas e eles têm que estar preparados para tudo”, lembrou.

FICHA DE JOGO

Chelsea-FC Porto, 2-2 (5-4, após g.p)
UEFA Youth League, meia-final
20 de abril de 2018
Estádio Colovray, Nyon

Árbitro: Srdjan Jovanović 
Assistentes: Milan Mihajlović e Uroš Stojković
Quarto árbitro: Fedayi San

CHELSEA: Jamie Cumming, Dujon Sterling, Trevoh Chalobah, Joshua Grant (cap.), Reece James, Gallagher, Luke McCormick, Juan Familio-Castillo, Harvey St Clair, Callum Hudson-Odoi e Redan
Substituições: Redan por Charlie Brown (69m) e Gallegher por Lamptey (81m)
Não utilizados: Marcin Bulka, Marc Guehi, George McEachran, Tariq Lamptey, Joseph Colley e Tariq Uwakwe
Treinador: Joe Edwards

FC PORTO: Diogo Costa, Musa, Diogo Queirós, Pedro Justiniano, Diogo Leite, Romário Baró, Rui Pires, Moreto (cap.), Diogo Bessa, Madi e Irala por Júnior Maleck
Substituições: Moreto por Paulo Estrela (65m)m Madi por João Mário (80m), Irala por 
Não utilizados: Ricardo Silva, João Lameira, , Kuku Fidelis e Tiago Lopes
Treinador: João Brandão

Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Redan (29m), Diogo Queirós (40m) e João Mário (81m) e Grant (86m)

Disciplina: cartão amarelo a Gallegher (64m) e Diogo Queirós (73m)» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Sub19-Chelsea-FC-Porto-meias-finais-UEFA-Youth-League-1718.aspx

Amarante São Gonçalo - João Valentim protagonizou um momento que está a divertir as redes sociais, o repórter do Você na TV! esteve em Amarante e posou de forma peculiar ao pé de um doce fálico, típico daquela região.



«REPÓRTER DO VOCÊ NA TV PROTAGONIZA MOMENTO PECULIAR

FAZ POSE COM «DOCE FÁLICO» NACIONAL.

Foi em Amarante que João Valentim posou para a foto de uma forma hilariante.

João Valentim protagonizou um momento que está a divertir as redes sociais. O repórter do Você na TV! esteve em Amarante e posou de forma peculiar ao pé de um doce fálico, típico daquela região.

«Fui a Amarante aprender a fazer doces fálicos. Um autêntico serviço público de televisão! Não percam no Você na TV!», escreveu na legenda da foto.

Até Rui Andrade comentou

A foto somou vários comentários divertidos e centenas de «gostos». Até o cantor Rui Andrade comentou, perguntando ao repórter «o que estás a fazer na minha terra?». João respondeu-lhe: «A aprender a fazer estes maravilhosos doces».» in http://www.vip.pt/reporter-do-voce-na-tv-protagoniza-momento-peculiar-faz-pose-com-doce-falico


(Amarante Doce Fálico de 21 metros HD)


(Aprenda a fazer o doce de formato fálico de São Gonçalo de Amarante)

19/04/18

Política Educativa - Dezenas de professores concentraram-se hoje em frente do Ministério da Educação (ME), em Lisboa, para exigir a correção dos horários de trabalho, que consideram ilegais, uma vez que muitos docentes trabalham em média 46 horas semanais.



«PROFESSORES EXIGEM HORÁRIO DE 35 HORAS "E NÃO DE 46"

Dezenas de professores concentraram-se hoje em frente do Ministério da Educação (ME), em Lisboa, para exigir a correção dos horários de trabalho, que consideram ilegais, uma vez que muitos docentes trabalham em média 46 horas semanais.

O problema “é antigo” - “tem cerca de dez anos” -, mas os professores prometem não desistir de lutar pelo direito a trabalhar 35 horas por semana, “tal como definido na lei geral para todos os trabalhadores”, lembrou hoje Mário Nogueira, secretário-geral da Fenprof.

As longas horas de trabalho nas escolas e em casa é “um dos principais fatores de desgaste dos professores”, recordou, em declarações à Lusa, Mário Nogueira, explicando que a concentração de hoje serve “apenas para que o Governo e o Ministério da Educação cumpram a lei”.

Sara Bogarim tem 60 anos e dá aulas há 37 anos. Hoje juntou-se ao protesto e deu a cara pelos professores que se sentem cansados e revoltados com o excesso de trabalho: “Além das aulas, estou na biblioteca e no Clube de Artes”, contou à Lusa a professora de Educação Visual.

Sara disse à Lusa que, ainda na semana passada, entrou na Escola do Agrupamento de Nelas por volta das 08:00 e saiu apenas às 20:00, por causa das reuniões que se juntam ao trabalho que já tem todos os dias com os alunos.

E depois, desabafou, há dias em que quando chega a casa tem à sua espera mais uma maratona para preparar aulas ou corrigir trabalhos dos seus alunos.

Mário Nogueira recordou estudos que indicam que os docentes trabalham em média mais de 46 horas semanais, entre trabalho com os alunos (horário letivo), trabalho na escola para reuniões com colegas ou para receber encarregados de educação (componente não letiva de estabelecimento) e todo o trabalho que é feito em casa (componente individual de trabalho).

Para a Fenprof, os horários dos professores, tal como são aplicados pelas escolas, são ilegais, porque há atividades letivas que estão atribuídas na componente não letiva de estabelecimento; há atividades que deveriam ocupar horas de estabelecimento, mas ocupam muitas horas da componente individual de trabalho.

“Queremos que o próximo despacho de Organização do Ano Letivo regularize esta situação”, defendeu o secretário-geral da Fenprof.

No final da concentração, um grupo de professores entregou no ministério uma proposta para corrigir a situação e, em declarações à Lusa, Mário Nogueira revelou que a tutela já agendou para 3 de maio um encontro para discutir o assunto.

Para chamar a atenção dos responsáveis do ME, a Fenprof usou relógios e a música dos Pink Floyd “Time” e afixou vários cartazes onde se podia ler: “Horário Sobrecarregados/Professores Prejudicados” ou “Professores: Horário é de 35 horas e não de 46”.» in https://lifestyle.sapo.pt/familia/noticias-familia/artigos/professores-exigem-horario-de-35-horas-e-nao-de-46

Cidade da Covilhã - A Câmara da Covilhã anunciou hoje que um grupo franco-suíço que trabalha com marcas de luxo como a Cartier ou a Dior vai construir um novo centro de produção na Covilhã, num investimento de cinco milhões de euros.



«Fabricante de jóias Dior e Montblanc anuncia investimento de cinco milhões na Covilhã

A Câmara da Covilhã anunciou hoje que um grupo franco-suíço que trabalha com marcas de luxo como a Cartier ou a Dior vai construir um novo centro de produção na Covilhã, num investimento de cinco milhões de euros.

"O grupo franco-suíço FM Industries Sycrillor escolheu novamente a Covilhã para realizar um investimento global de cinco milhões de euros na construção de um novo centro de produção de joalharia para marcas de luxo a nível mundial, como a Cartier, Tiffany, Montblanc, Louis Vuitton, Dior e Hermès", refere o município, em comunicado hoje enviado à agência Lusa.

De acordo com a informação, este grupo, que já tem no Parque Industrial do Canhoso a empresa Mepisurfaces, pretende agora reforçar o investimento com a construção de uma nova unidade de mecânica de precisão, que ficará no Parque Industrial do Tortosendo.

A autarquia adianta que as obras devem iniciar-se ainda este ano e que o novo centro terá capacidade para 200 postos de trabalho.

"O grupo internacional aposta assim na construção de uma unidade de mecânica de precisão, totalmente dedicada à exportação, consolidando o saldo comercial da economia da Covilhã como um dos mais positivos do país, que se situa nos 227%", acrescenta o comunicado deste município do distrito de Castelo Branco.

O investimento será apresentado oficialmente na terça-feira, no Parkurbis - Parque de Ciência e Tecnologia da Covilhã, no mesmo dia em que é inaugurado o centro de contacto Altice/Randstad, que na fase inicial arranca com 100 trabalhadores, número que poderá duplicar ou triplicar a médio prazo.

Citado na nota de imprensa, o presidente do município, Vítor Pereira, salienta que "estes investimentos compravam a capacidade da Covilhã para atrair e desenvolver importantes projetos em áreas diversificadas".

O autarca mostra-se orgulhoso pela confiança renovada da indústria da joalharia, que assim "posiciona o concelho como um dos principais 'clusters' na área da mecânica de precisão".

"A Covilhã tem sido - e quer continuar a ser - inovadora na captação de empresas e estruturas que sabemos serem geradoras de emprego, conhecimento e inovação", acrescenta.» in https://24.sapo.pt/economia/artigos/fabricante-de-joias-dior-e-montblanc-anuncia-investimento-de-cinco-milhoes-na-covilha

F.C. do Porto Hóquei Patins - O Dragão Caixa vai ser o palco da Final Four da Liga Europeia de hóquei em patins, anunciou esta quinta-feira a CERS.



«DRAGÃO CAIXA RECEBE FINAL FOUR DA LIGA EUROPEIA

FC Porto, Sporting, Barcelona e Reus são as quatro equipas que vão lutar pelo título europeu.

O Dragão Caixa vai ser o palco da Final Four da Liga Europeia de hóquei em patins, anunciou esta quinta-feira a CERS. A fase que vai consagrar o campeão europeu 2017/18 realiza-se nos dias 12 e 13 de maio.

As meias-finais da Liga Europeia contemplam uma eliminatória 100% portuguesa, entre FC Porto e Sporting, e outra 100% espanhola, entre Barcelona e Reus. Esta será a segunda vez que o Dragão Caixa recebe a Final Four, depois de 2012/13.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Dragao-Caixa-recebe-Final-Four-da-Liga-Europeia-1718.aspx

Taça de Portugal: Sporting 1 vs F.C. do Porto 0 (5-4 após g.p.) - FC Porto eliminado da Taça de Portugal após derrota com Sporting no desempate por grandes penalidades.



«JAMOR FICOU A 11 METROS

FC Porto eliminado da Taça de Portugal após derrota com Sporting no desempate por grandes penalidades.

O FC Porto falhou o acesso à final da Taça de Portugal, depois de, esta quarta-feira, no Estádio de Alvalade, ter sido derrotado pelo Sporting no desempate por grandes penalidades (4-5). Chegou à segunda mão das meias-finais com uma vantagem de 1-0, mas que foi anulada por um golo dos leões a cinco minutos do fim do tempo regulamentar.

Sérgio Conceição apostou num onze com duas caras novas relativamente àquele que iniciou o encontro com o Benfica (1-0), no passado domingo: Maxi e Óliver ocuparam as vagas deixadas por Sérgio Oliveira e Marega.

Em desvantagem na eliminatória, os lisboetas estiveram melhor nos minutos iniciais, mas os Dragões logo estabilizaram o seu jogo, assumiram o controlo das operações e a eles pertenceu o lance mais perigoso da primeira parte, num remate saído dos pés de Otávio que errou o alvo por pouco (19m). O Sporting, por seu turno, raramente conseguiu incomodar Casillas, à exceção de uma lance em que Gelson cruzou rasteiro e em força, sem que ninguém tivesse aparecido para fazer a emenda (42m).

Foram os dois lances dignos de registo de uma primeira parte pouco intensa, disputada a um ritmo baixo, mas com o FC Porto mais confortável e por cima no jogo, faltando-lhe apenas definir melhor o último passe para criar mais situações de finalização.

Os 15 minutos iniciais da segunda parte tiveram uma jogada de perigo para cada lado: primeiro para os Dragões, num contra-ataque bem gizado ao qual Soares, servido por Brahimi, não conseguiu dar o melhor seguimento (52m); depois para os leões, quando Battaglia ficou na cara de Iker Casillas, mas o argentino adiantou demasiado a bola e daí nada resultou (59m). O FC Porto estava mais estável até aí, mas o Sporting conseguiu equilibrar, cresceu e foi à procura do empate que acabou por surgir a cinco minutos dos 90 regulamentares, graças a um golo de Coates na sequência de um canto.

Logo a seguir, a resposta do FC Porto também num canto: Aboubakar cabeceou à trave e a bola acabou por sobrar para Reyes, que ainda introduziu a bola na baliza, mas o golo foi anulado, porque Felipe, que participou na jogada, se encontrava em posição de fora de jogo.

O jogo ia mesmo a prolongamento, mas os 30 minutos nada trouxeram de novo ao marcador, pelo que a eliminatória teve que ser decidida nas grandes penalidades, à semelhança do que já tinha acontecido na meia-final da Taça da Liga. E, tal como em janeiro, em Braga, os lisboetas levaram a melhor.

VER FICHA DE JOGO» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/2017%20-%202018/jamor-ficou-a-11-metros-4-18-2018.aspx


Sporting 1-0 FC Porto (5-4 após GP): Resumo

18/04/18

F.C. do Porto Solidário - A equipa médica do F. C. Porto prestou os primeiros socorros a uma jovem que foi, esta quarta-feira, atropelada por uma carrinha, à frente do hotel onde está instalada a comitiva azul e branca, em Lisboa.



«Médicos do F. C. Porto assistem jovem atropelada em frente ao hotel da equipa

A equipa médica do F. C. Porto prestou os primeiros socorros a uma jovem que foi, esta quarta-feira, atropelada por uma carrinha, à frente do hotel onde está instalada a comitiva azul e branca, em Lisboa.

O condutor terá perdido o controlo do veículo em que seguia, acabando por entrar numa zona de estacionamento, onde se encontrava a vítima.

O técnico portista saiu do hotel para o exterior, acompanhado por Pinto da Costa e Luís Gonçalves, diretor-geral do clube, confirmou o JN. Segundo "O Jogo", terá sido Sérgio Conceição a aperceber-se do acidente e a alertar os médicos para o sucedido.

A polícia cortou a rua em que ocorreu o sinistro, uma vez que os cuidados médicos foram prestados no local.

O F. C. Porto está em Lisboa para defrontar o Sporting, esta quarta-feira (20.30 horas), para a Taça de Portugal.» in https://www.jn.pt/desporto/interior/medicos-do-f-c-porto-assistem-jovem-atropelada-em-frente-ao-hotel-da-equipa-9268709.html?utm_source=Push&utm_medium=Web

Desporto Futebol - Há muito que Paul Ayongo, o principal marcador do Amarante e da Série B do Campeonato de Portugal, estava a ser seguido por clubes da 1ª Liga, mas o futuro do avançado ganês vai passar pelo P. Ferreira.



«AYONGO CONTRATADO PARA MISSÃO GOLEADORA

Principal marcador do Amarante reforça castores.

Há muito que Paul Ayongo, o principal marcador do Amarante e da Série B do Campeonato de Portugal, estava a ser seguido por clubes da 1ª Liga, mas o futuro do avançado ganês vai passar pelo P. Ferreira. Ayongo, de 21 anos, vinculou-se aos castores por quatro temporadas, de acordo com informações veiculadas pela imprensa ganesa que confirmam a notícia de Record sobre a investida pacense. Aliás, até é divulgada uma fotografia do jogador já vestido a rigor e nas instalações dos castores.

"É uma boa sensação, porque o Paços é um grande clube e acredito que me pode ajudar a evoluir. Está entre os melhores clubes portugueses", disse Ayongo à imprensa do seu país. "As minhas expectativas para a primeira época no Paços são entrar no onze e crescer durante a minha passagem pelo clube, tal como fiz pelo Amarante. Sei que será difícil, mas com muito trabalho e determinação nada é impossível", acrescentou Ayongo.

Há já algum tempo que o Paços de Ferreira estava atento ao percurso de Ayongo pelos amarantinos. A SDUQ pacense já prepara a próxima época, apesar de ainda não ter sido matematicamente garantida a permanência e esta aquisição insere-se nesse plano. Ayongo, que também era desejado pelo Aves, soma 20 golos no Campeonato de Portugal e três na Taça de Portugal. Apesar do número redondo, nas últimas oito partidas o avançado só marcou um golo.

O Paços de Ferreira, note-se, ainda não se pronunciou oficialmente sobre a contratação de Paul Ayongo.

Autores: André Gonçalves e José Santos» in https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/p--ferreira/detalhe/ayongo-contratado-para-missao-goleadora.html


(Paul Ayongo - Amarante FC highlights 2016/17)

Cidade de Penafiel - A Quinta da Aveleda, em Penafiel recebe, esta quinta-feira, o último jantar vínico integrado no programa enogastronómico TâmegaSousa Vinho Verde Wine Experience que já passou pelas sub-regiões de Basto, de Paiva, de Baião e de Amarante.



«Penafiel acolhe último jantar vínico do TâmegaSousa Vinho Verde Wine Experience

O jantar realiza-se, esta quinta-feira, na Quinta da Aveleda e conta com a presença de jornalistas, bloggers, wine lovers, críticos de gastronomia e vinhos, entre outros especialistas.

A Quinta da Aveleda,  em Penafiel recebe, esta quinta-feira, o último jantar vínico integrado no programa enogastronómico TâmegaSousa Vinho Verde Wine Experience que já passou pelas sub-regiões de Basto, de Paiva, de Baião e de Amarante.

A sub-região do Sousa é o último destino, fechando um ciclo de cinco jantares vínicos, iniciado em Dezembro do ano passado, com jantares em cada uma das cinco sub-regiões produtoras de vinho verde do Tâmega e Sousa.

A iniciativa irá contar com a presença de jornalistas, bloggers, wine lovers, críticos de gastronomia e vinhos, entre outros, aos quais serão dadas a conhecer e a provar algumas das castas mais características da sub-região do Sousa, seleccionadas pelo enólogo Manuel Soares, que, desde 1998, colabora com a Aveleda S.A., sendo, actualmente, o director de Enologia e Produção do grupo.

A acompanhar estes vinhos, os convidados irão conhecer as propostas gastronómicas do chef Renato Cunha, distinguido como o melhor “Chefe de Cozinha de 2012” pela revista Wine e responsável pelo restaurante Ferrugem, que que tem conquistado o reconhecimento nacional e internacional, destacando-se o “Bib Gourmand”, no Guia Michelin, um “Sol”, no Guia Repsol, e o “Garfo de Ouro”, no guia Boa Cama Boa Mesa do Expresso.

Segundo a organização, a cozinha do chef Renato Cunha “valoriza os produtos genuínos, com identidade portuguesa e, de preferência, com origem numa agricultura sustentável”.

A cultura vínica está, igualmente, presente no seu trabalho. Em 2017, tendo a Ferrugem sido eleito o “Restaurante do Ano” pela revista Vinho Grandes Escolhas e, em 2012, venceu a categoria “Wine Sidewalk Restaurant of the Year” (Melhor Serviço de Vinhos em Restaurante de Rua) das escolhas de Aníbal Coutinho.

O programa eno-gastronómico TâmegaSousa Vinho Verde Wine Experience tem como objectivo promover, junto de um público especializado, o vinho verde do Tâmega e Sousa.

Inserido na sua totalidade na Região dos Vinhos Verdes e agregando cinco das suas nove sub-regiões – sub-região de Amarante, sub-região de Baião, sub-região de Basto, sub-região do Paiva e sub-região do Sousa –, o Tâmega e Sousa é responsável pela produção de mais de 50% deste néctar único no mundo.

O programa TâmegaSousa Vinho Verde Wine Experience é promovido pela Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, em articulação com os municípios que a integram em parceria com a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, a Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal e a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal.

Trata-se de um  projecto co-financiado pelo Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.» in http://verdadeiroolhar.pt/2018/04/17/penafiel-acolhe-ultimo-jantar-vinico-do-tamegasousa-vinho-verde-wine-experience/


(Quinta da Aveleda - Penafiel)
Pin It button on image hover